×
ContextoExato

Brasil - Brasília - Distrito Federal - 18 de agosto de 2018


ONU treina militares brasileiros para evitar abuso sexual de refugiados venezuelanos

ONU treina militares brasileiros para evitar abuso sexual de refugiados venezuelanos

Mais de 170 cabos e soldados do Exército Brasileiro participaram nesta semana em Boa Vista, RR, de um curso da ONU sobre proteção contra exploração e abuso sexuais.

Da Redação / Do Sputnik / Foto: Valter Campanato / Agência Brasil - 13/06/2018 - 19:22:27

A Sputnik Brasil conversou com representantes da ONU e das Forças Armadas do Brasil para saber detalhes desta iniciativa.

O objetivo do treinamento é combater os crime de abusos sexuais em situações de deslocamento forçado e fluxos migratórios mistos que reúnem refugiados e migrantes, como é o caso dos venezuelanos que chegam ao Brasil pelo Estado de Roraima. 

A cientista política Ana Cláudia Pereira, oficial de projeto em gênero, raça e etnia, do Fundo de População das Nações Unidas (UNFPA), em entrevista à Sputnik Brasil, afirmou que esses cursos de formação não são concedidos apenas às Forças Armadas, mas também aos funcionários da ONU, para aplicar "normas e padrões" de eliminação do abuso e da exploração sexual. 
"Em um contexto como esse, que a gente tem um conjunto de pessoas em grande situação de vulnerabilidade com uma concentração de pessoas que levam ajuda humanitária, um serviço no contexto de emergência, ela se faz mais necessária", observou. 

De acordo com ela, a ideia, em primeiro lugar, é apresentar quais são os padrões de atuação acordados internacionalmente pelas Nações Unidos. 

Comentários para "ONU treina militares brasileiros para evitar abuso sexual de refugiados venezuelanos":

Deixe aqui seu comentário

Preencha os campos abaixo:
obrigatório
obrigatório