×
ContextoExato

Contexto Exato

Brasil - Brasília - Distrito Federal - 27 de novembro de 2021

Espaço CooperativoFoto:

Preparando-se para mais uma alta no mercado, empresários do setor aguardam pelas novidades para o próximo ano. A expectativa é que os consumidores estejam atentos aos produtos para entreter e cuidar da saúde dos animais

Um mercado que não para de expandir, mesmo na pandemia, começa a investir ainda mais com a retomada dos eventos no país. De acordo com o Instituto Pet Brasil (IPB) o faturamento foi em média de R$ 34,4 bilhões, no último ano, o que representa 0,36% do PIB brasileiro e coloca o país no patamar de segundo maior mercado pet do planeta, atrás apenas dos Estados Unidos.
Preparando-se para mais uma alta no mercado, empresários do setor aguardam pelas novidades para o próximo ano. A expectativa é que os consumidores estejam atentos aos produtos para entreter e cuidar da saúde dos animais

Um fator determinante para os novos investimentos no mercado foi a pandemia. Segundo a pesquisa apresentada pelo Radar PET feita pela Comissão de Animais de Companhia (Comca) do Sindicato Nacional da Indústria de Produtos para Saúde Animal (Sindan) o isolamento social aumentou a população de pets nos lares brasileiros, sendo que 23% dos tutores tiveram seu primeiro pet durante o período. ...Leia mais