×
ContextoExato

Contexto Exato

Brasil - Brasília - Distrito Federal - 16 de agosto de 2022

1ª mulher campeã da Copa América, Pia Sundhage valoriza eficiência do Brasil

1ª mulher campeã da Copa América, Pia Sundhage valoriza eficiência do Brasil

Foto: Lucas Figueiredo - CBF

"Nós vencemos por 1 a 0. Eu não acho que foi bonito, mas foi eficiente. A Colômbia criou chances, mas nós mantivemos o resultado. Então, eu acho que fomos o melhor time", afirmou a treinadora sueca.

Estadão Conteúdo - 31/07/2022 - 11:51:12

No mesmo dia que completou três anos no comando da seleção brasileira de futebol feminino, a sueca Pia Sundhage foi campeã da Copa América e se tornou a primeira mulher a conquistar um título como treinadora em nove edições do torneio. Durante a entrevista coletiva após o jogo, Pia admitiu que o Brasil não fez um jogo bonito, mas valorizou a eficiência e disse que o seu time foi o melhor em campo.

"Nós vencemos por 1 a 0. Eu não acho que foi bonito, mas foi eficiente. A Colômbia criou chances, mas nós mantivemos o resultado. Então, eu acho que fomos o melhor time", afirmou a treinadora sueca.

Antes de Pia, o Brasil havia vencido sete vezes a Copa América em oito edições, sob o comando dos treinadores Edil, Ademar Fonseca, José Duarte, Paulo Gonçalves, Kleiton Lima e Vadão. Pela Argentina, Carlos Borrello foi o treinador campeão em 2006

A edição de 2022 da Copa América também teve recorde de treinadoras mulheres no comando das seleções. Além de Pia pelo Brasil, Emily Lima treinou o Equador, Pamela Conti comandou a Venezuela e Rosana Gomez esteve à frente da Bolívia.

A vitória por 1 a 0 sobre a Colômbia na final consagrou uma campanha perfeita do Brasil no torneio. Além dos 100% de aproveitamento com seis vitórias em seis jogos, o time conseguiu o impressionante feito de não sofrer gols em todo o campeonato, além de ter marcado 20 vezes.

"Acho que foi impressionante não termos sofrido gols. Antes de tudo é sobre aspecto tático, temos que mudar as táticas ao longo do jogo e estar juntas é fundamental para isso. É um desafio para as mais jovens, é um desafio juntá-las às mais experientes", completou Pia na coletiva


Comentários para "1ª mulher campeã da Copa América, Pia Sundhage valoriza eficiência do Brasil":

Deixe aqui seu comentário

Preencha os campos abaixo:
obrigatório
obrigatório