×
ContextoExato
Responsive image

A cada 15 candidaturas à prefeitura das capitais brasileiras, apenas 1 é mulher negra

A cada 15 candidaturas à prefeitura das capitais brasileiras, apenas 1 é mulher negraFoto: Eu Voto em Negra

“É uma reafirmação do racismo e do sexismo dessa política institucional branca e heteropatriarcal

Igor Carvalho - Brasil De Fato | São Paulo (sp) - 27/09/2020 - 12:00:51

“É a reafirmação do lugar destinado às mulheres negras no heteropatriarcado branco”, critica a escritora Bianca Santana

Apenas 20 mulheres negras disputarão as prefeituras das 26 capitais brasileiras em 2020. Em relação ao número total de candidatos 317 são 6,3%. Comparado com o número de candidaturas de negros (107), elas representam apenas 18,6%.

Para a escritora e jornalista Bianca Santana, os números são “terríveis” e evidenciam “a posição que as mulheres negras ocupam dentro dos partidos”.

“É uma reafirmação do racismo e do sexismo dessa política institucional branca e heteropatriarcal termos pouco mais de 6% de mulheres negras candidatas a prefeitas das capitais, quando somos cerca de 25% da população", afirma.

Os 6% escancaram como o caminho é longo

Cinco partidos de esquerda concentram 55% das candidaturas de mulheres negras nas capitais, são eles: PSOL (4), PSTU (3), PT (2), PCdoB (1) e UP (1). Outros nove partidos terão uma representante em cada: Cidadania, Democracia Cristã, PMB, Podemos, PROS, PSC, PSDB, PSL e PV.

Leia também: Mulheres são mais da metade do eleitorado mas só 23% de candidatos nas capitais

Portanto, dos 33 partidos do país, 19 não terão candidaturas de mulheres negras nas capitais brasileiras. Santana ressalta que, mesmo em 2020, ter candidatas negras a vereadora, com pouco apoio efetivo, "é o máximo do antirracismo dos partidos brasileiros".

Negros são minoria entre candidatos que disputarão a prefeitura das capitais brasileiras / Arte: Fernando Bertolo (Brasil de Fato)

Em 12 capitais brasileiras, quase metade do país, não haverá candidatura de mulheres negras. Rio Branco (AC), Manaus (AM), Fortaleza (CE), São Luís (MA), Campo Grande (MS), Belém (PA), Curitiba (PR), Florianópolis (SC), Porto Alegre (RS), Recife (PE), Porto Velho (RO) e Boa Vista (RR).

A capital que concentra o maior número de mulheres negras concorrendo à prefeitura é o Rio de Janeiro (RJ) com as candidaturas de Benedita Silva (PT), Renata Souza (PSOL) e Suêd Haidar (PMN).

Leia também: Os três partidos com mais candidatos a prefeituras de capitais são de esquerda

Para Bianca Santana, as candidaturas de Áurea Carolina (PSOL-Belo Horizonte), Olívia Santana (PCdoB - Bahia) e Renata Souza (PSOL – Rio de Janeiro), comprometidas com a luta feminista e antirracista, "permitem ter esperança", mas ressalta que "os 6% escancaram como o caminho é longo”.

Edição: Leandro Melito

Comentários para "A cada 15 candidaturas à prefeitura das capitais brasileiras, apenas 1 é mulher negra":

Deixe aqui seu comentário

Preencha os campos abaixo:
obrigatório
obrigatório