×
ContextoExato

Contexto Exato

Brasil - Brasília - Distrito Federal - 25 de junho de 2022

A era das “Edtechs” chegou ao Brasil

A era das “Edtechs” chegou ao BrasilFoto:

Empresas da área de tecnologia desenvolvem ferramentas focadas na educação

Por: Crypto Id / Imagem: Pixabay - 20/12/2018 - 22:05:11

Segmento é uma das grandes apostas de startups. A expectativa é que 2019 seja um ano de expressão no mercado nacional.

Andar pelas ruas de outro país, explorar uma floresta tropical ou programar robôs, um mundo de possibilidades, está, agora, a um clique.

Formado por aplicativos, cursos online e plataformas inovadoras, este novo cenário se deve em boa parte à atuação das Edtechs (Education + Technology).

A onda tecnológica na educação chegou ao Brasil e já se instalou em 26 estados e no Distrito Federal. Em 2017, foram mapeadas 364 edtechs no Brasil, de acordo com o Mapeamento Edtech, da Associação Brasileira de Startups (abstartups) em conjunto com o Centro de Inovação para a Educação Brasileira (CIEB).

Apesar de a maior concentração ser ainda nos grandes centros, como São Paulo, os outros estados tem apresentado tendências de crescimento.

Disparado, São Paulo (43%) lidera a concentração de startups focadas no setor, seguido por Minas Gerais (11%), Rio de Janeiro (10%) e Santa Catarina (5%).

O levantamento delimitou ainda a área de atuação mais comuns das empresas: 47% delas atuam com projetos voltados à educação básica, ou seja, ensino fundamental e médio.

Com experiência de mais de 20 anos em educação, o educador Marcio Donellas, um dos idealizadores do Descomplica – uma das edtechs pioneiras e de maior sucesso nacional, focado na preparação para vestibulares e exames como Enem –, avalia positivamente o crescimento da tendência no Brasil.

“A tecnologia beneficia todos os envolvidos no processo da educação, alunos e professores. Não temos mais barreiras físicas, agora o saber está também no ambiente virtual. Com tanto potencial, a promessa é que o próximo ano seja de grande destaque para este segmento” , reafirma o especialista em educação e tecnologia.

Saindo da curva, Dornellas conta que seu atual projeto foge da tendência nacional de programas voltados ao ensino básico.

“Existem tantos outros nichos educacionais que podem ser otimizados, como o de educação a distância e também o ensino de línguas estrangeiras” , prospecta.

O novo trabalho do especialista será uma plataforma que pretende “desengessar” a forma de ensinar inglês. “Com os recursos disponíveis, o programa irá apostar, finalmente, na imersão da conversação e abordagens mais modernas” , antecipa o educador.

Assim como tantos outras que estão em desenvolvimento pelo país, a plataforma está prevista para ser lançada em breve.

A expectativa é que o setor das edtechs seja aquecido em 2019 e o Brasil entre de vez na tendência mundial. E mercado é o que não falta.

O país conta com 184,1 mil escolas, cerca de 50 milhões de estudantes (de todos os níveis), em média 2 milhões de professores e mais de 200.000 instituições de ensino reguladas.

https://cryptoid.com.br/carreiras-tecnologia/tecnologia-aliada-a-educacao-a-era-das-edtechs-chegou-ao-brasil/

Comentários para "A era das “Edtechs” chegou ao Brasil":

Deixe aqui seu comentário

Preencha os campos abaixo:
obrigatório
obrigatório
Messi e Neymar do PSG unem forças com Jay Chou para redefinir a arte e a caridade no metaverso

Messi e Neymar do PSG unem forças com Jay Chou para redefinir a arte e a caridade no metaverso

Quem é Jay Chou?

Dia Internacional de Combate ao Discurso de Ódio ressalta ameaças atuais

Dia Internacional de Combate ao Discurso de Ódio ressalta ameaças atuais

ONU destaca que discurso de ódio se tornou um dos métodos mais frequentes para difundir retóricas e ideologias que causam divisão

Geração Millennial é tão suscetível a golpes virtuais quanto idosos

Geração Millennial é tão suscetível a golpes virtuais quanto idosos

Idosos têm maiores perdas porque seu patrimônio e renda são maiores

Pais homoafetivos usam a internet para naturalizar novas formações familiares

Pais homoafetivos usam a internet para naturalizar novas formações familiares

Conscientização, inspiração e quebra de tabus

Livro de pesquisadora italiana investiga a ciência de dados

Livro de pesquisadora italiana investiga a ciência de dados

Ciência de dados beneficia área científica e mercado corporativo

Experiência internacional inspira aceleração do uso de veículos elétricos no Brasil

Experiência internacional inspira aceleração do uso de veículos elétricos no Brasil

Caso de sucesso internacional vira referência

Só vai sobreviver à transformação digital quem subverter a ordem!

Só vai sobreviver à transformação digital quem subverter a ordem!

A urgência para conseguir profissionais leva muitas empresas a contratar “os melhores” ainda em treinamento nos cursos de capacitação

Mudança climática revela seres semelhantes a caranguejos debaixo do gelo da Antártica

Mudança climática revela seres semelhantes a caranguejos debaixo do gelo da Antártica

Cientistas encontraram um enxame de artrópodes quase meio quilômetro abaixo da superfície da Antártica enquanto estudavam o impacto da mudança climática no continente.

Pesquisadores usam leite materno contra Covid-19 em imunossuprimido

Pesquisadores usam leite materno contra Covid-19 em imunossuprimido

Doadora estava vacinada; pesquisa foi publicada em periódico médico

Brasil lidera ranking entre os povos que mais acreditam na ciência, diz pesquisa

Brasil lidera ranking entre os povos que mais acreditam na ciência, diz pesquisa

Pesquisa realizada pela 3M, aponta que 92% dos brasileiros confiam na ciência e 90% nos cientistas

Engenheiro é o segundo brasileiro a viajar ao espaço

Engenheiro é o segundo brasileiro a viajar ao espaço

Victor Hespanha ganhou sorteio para voo suborbital