×
ContextoExato

Contexto Exato

Brasil - Brasília - Distrito Federal - 27 de setembro de 2021

Acnur alerta para peso do conflito em mulheres e crianças deslocadas no AfeganistãoFoto: IOM/Muse Mohammed

Acnur alerta para peso do conflito em mulheres e crianças deslocadas no Afeganistão

Família de afegãos cruza fronteira próxima com o Paquistão

Portal Onu News De Noticias - 13/08/2021 - 10:35:20

Agência da ONU para Refugiados faz novo apelo por cessar-fogo e negociações de paz; país está no caminho de ter o número mais alto de mortes de civis em um único ano; 80% das pessoas forçadas a fugir de casa são mulheres e menores de idade.

A Agência da ONU para Refugiados, Acnur, está alarmada com a gravidade da crise humanitária no Afeganistão. Nesta sexta-feira, a porta-voz da agência pediu novamente por um cessar-fogo e por negociações que coloquem os interesses do povo em primeiro lugar.

Em Genebra, na Suíça, Shabia Mantoo destacou que sem diminuição da violência, o país está no caminho de ter o número mais alto de incidentes envolvendo civis num único ano.

Deslocados pela insegurança no Afeganistão abrigados em um acampamento na província ocidental de Herat

OIM/Muse Mohammed

Deslocados pela insegurança no Afeganistão abrigados em um acampamento na província ocidental de Herat

Peso das hostilidades

A porta-voz disse que o peso humano das hostilidades é enorme, principalmente o impacto de conflito na vida das mulheres e das crianças, que representam 80% dos afegãos que foram forçados a abandonar suas casas desde maio.

Segundo o Acnur, desde o começo do ano, quase 400 mil civis tornaram-se deslocados internos. Com isso, o país já tem 3,3 milhões de pessoas nesta situação.

Insegurança Alimentar

om o Talebã avançando a ofensiva no país, praticamente todas as províncias do Afeganistão estão enfrentando confrontos. A Agência da ONU para Refugiados pede aos países vizinhos para manterem as fronteiras abertas aos afegãos.


Um menino de cinco anos cuida de seu irmão mais novo em um campo de deslocados em Kandahar, sul do Afeganistão

Unicef/Afeganistão

Um menino de cinco anos cuida de seu irmão mais novo em um campo de deslocados em Kandahar, sul do Afeganistão

O Programa Mundial de Alimentos, PMA, alerta também para a piora da segurança alimentar no país: um em cada três afegãos não tem o suficiente para comer.

Fome & Crianças

Além disso, cerca de 2 milhões de crianças precisam receber tratamento nutricional. O PMA teme que o pior ainda esteja por vir, uma vez que o conflito está acelerando muito mais rápido do que as previsões da agência.

O PMA já forneceu assistência para mais de 4 milhões de pessoas e pretende aumentar a distribuição de alimentos no país, para alcançar 9 milhões de afegãos até dezembro.

Comentários para "Acnur alerta para peso do conflito em mulheres e crianças deslocadas no Afeganistão":

Deixe aqui seu comentário

Preencha os campos abaixo:
obrigatório
obrigatório