×
ContextoExato
Responsive image

Ainda tem dúvida? Confira o que pode e não pode funcionar no DF

Ainda tem dúvida? Confira o que pode e não pode funcionar no DFFoto: Hugo Barreto - Metrópoles

Shopping funcionarão das 13h às 21h a partir de quarta. Bares, restaurantes, academias e parques, entretanto, permanecem fechados

Mirelle Pinheiro - Metrópoles - 24/05/2020 - 10:48:21

O Governo do Distrito Federal está fazendo a retomada gradual do comércio. Decreto publicado nessa sexta-feira (22/05) autoriza o funcionamento de shoppings centers e centros comerciais a partir da próxima quarta-feira (27/05). O expediente será curto: das 13h às 21h. Restaurantes, academias e parques, entretanto, permanecem fechados.

O Metrópoles preparou um lista com o que volta a funcionar e quais estabelecimentos seguem fechados. Confira.

Autorizados a funcionar:
– Shoppings e centros comerciais
– Supermercados
– Mercearias
– Padarias
– Farmácias
– Consultórios médicos e odontológicos
– Clínicas veterinárias
– Indústrias
– Construção civil
– Imobiliárias
– Bancas de jornais e revistas
– Agências de viagens
– Lotéricas
– Lavanderias
– Floriculturas
– Óticas
– Lojas de calçados e roupas

Permanecem fechados:
– Praças de alimentação e quiosques de shoppings;
– Cinemas
– Áreas de recreação
– Brinquedotecas
– Lojas de jogos eletrônicos
– Bares
– Restaurantes
– Quiosques
– Food trucks e trailers de vendas de refeições
– Salões de beleza
– Barbearias
– Esmalterias e centros estéticos
– Comércio ambulante em geral
– Teatros
– Academias de esportes
– Boates e casas noturnas
– Visitações a museus e parques

Fiscalização
A Secretaria de Proteção da Ordem Urbanística (DF Legal) ficará responsável por fiscalizar e monitorar o cumprimento das medidas e protocolos de segurança sanitários. Tanto os shoppings quanto as lojas poderão ser punidos em caso de descumprimento. As sanções incluem multa, interdição e até suspensão do alvará de funcionamento enquanto durar o estado de calamidade pública provocado pela Covid-19.

Uma força-tarefa criada pelo GDF já atua na fiscalização a estabelecimentos comerciais e consumidores. Desde o início da semana, mais de 37 mil pessoas e 18 mil comércios foram abordados por todo o DF.

Regras
Entre as medidas sanitárias determinadas para reabertura, o decreto prevê que clientes devem passar por medição de temperatura antes de entrarem nos estabelecimentos. Além disso, os estacionamentos ficarão limitados a 50% da capacidade e o uso de provadores está proibido.

A cada 15 dias, todos os empregados, colaboradores, terceirizados e prestadores de serviço devem ser testados para Covid-19 e o resultado disponibilizado.

O texto ainda traz outras regras para garantir segurança no comércio em geral, tais como: distância de dois metros entre consumidores; utilização de equipamentos de proteção individual (EPIs) por empregados e colaboradores, fornecidos pelos estabelecimentos comerciais, além de implementação de esquemas de rodízio e proibição de participação nas equipes de pessoas que integram o grupo de risco da Covid-19; disponibilização de álcool gel 70%; higienização de banheiros e demais locais dos estabelecimentos; além do uso obrigatório de máscaras de proteção facial.

Eventos, esporte e lazer
A realização de eventos de qualquer natureza se mantém suspensa, assim como os esportivos e campeonatos de qualquer modalidade.

Com a reabertura dos shoppings programada, a Fecomércio alerta os empresários para o cumprimento das normas de segurança estabelecidas pelo governo, com o objetivo de evitar a propagação do coronavírus na capital do país. Presidente da Federação, Francisco Maia lembra que o GDF informou que a fiscalização será rígida.

Os comerciantes esperam que o restante dos estabelecimentos retornem às atividades 10 dias após os shoppings, se tudo ocorrer bem. “Acredito que cada um terá que ter um ato de muita responsabilidade com a volta dos shoppings e do comércio de rua, a partir do dia 27. A não observância das normas pode ocasionar um aumento da curva de contaminação, o que prejudicará a reabertura de outros segmentos, ou até mesmo o fechamento dos negócios que já foram reabertos”, alertou Francisco Maia.

Comentários para "Ainda tem dúvida? Confira o que pode e não pode funcionar no DF":

Deixe aqui seu comentário

Preencha os campos abaixo:
obrigatório
obrigatório