×
ContextoExato

Contexto Exato

Brasil - Brasília - Distrito Federal - 16 de outubro de 2021

Altas produtividades no algodão passam pelo manejo adequado de pragas e doenças

Altas produtividades no algodão passam pelo manejo adequado de pragas e doençasFoto: Pixabay

Manejo começa pela biotecnologia

Estadão Conteúdo - 01/10/2021 - 11:58:39

A recuperação esperada do mercado para o algodão na safra 2021/2022 deve representar uma virada de página para a cotonicultura brasileira. A projeção da Companhia Nacional de Abastecimento (Conab) é de uma elevação de 15,8% em relação à temporada 2020/2021, com produção de 2,71 milhões de toneladas da pluma. “A demanda interna e externa estará mais aquecida no próximo ano, por isso devemos ter mais áreas destinadas ao cultivo. Com essas expectativas, o produtor deve intensificar as boas práticas no campo para conseguir contornar as possíveis perdas por pragas e doenças e seguir com uma boa safra”, comenta o Diretor de Marketing de Portfólio de Proteção de Cultivos da Bayer, Mauro Alberton

Com as instabilidades climáticas que podem se estender até a próxima temporada, o cotonicultor deve ficar atento à incidência das doenças foliares, das lagartas e do bicudo-do-algodoeiro ( Anthonomus grandis ), que têm causado grandes perdas para o algodão nos últimos anos, principalmente no estágio de florescimento e enchimento dos frutos. “É de extrema importância a escolha de variedades menos suscetíveis, o monitoramento contínuo da lavoura e as aplicações corretas de fungicidas e inseticidas para obter o máximo de produtividade”, completa Alberton.


No Cerrado, onde se concentra a maior parte da produção nacional da pluma, as condições climáticas, de alta umidade, são favoráveis à incidência de fungos, com destaque para a mancha de ramulária ( Ramularia areola ) e a mancha alvo ( Corynespora cassiicola ). Pensando no desafio que é fazer o controle de doenças neste ambiente, a Bayer desenvolveu o Fox Xpro, que conta com três ingredientes ativos que possibilitam ação tríplice no complexo de doenças do algodão. A fórmula atua nas diferentes fases do ciclo de vida do fungo e proporciona mais sanidade às plantas – o que se transforma em maior potencial produtivo

“A carboxamida BIXAFEN presente no produto, juntamente com o Trifloxistrobin e o Protioconazole, tornam o produto um aliado do produtor, contribuindo com outros modos de ação, sejam eles de sítio específico ou multissítio”, ressalta Mauro. “Vale reforçar que o agricultor deve pensar sempre no sistema produtivo da cultura como um todo para ter um controle cada vez mais efetivo destas doenças nas lavouras. A mancha alvo, por exemplo, é uma doença muito importante na soja e que no algodão tem ganhado relevância. Por isso, é importante que o manejo preventivo do fungo seja feito considerando todo o sistema, já que a doença pode permanecer nos resíduos da cultura anterior”.



Quando o assunto é praga, segundo o especialista, o produtor deve se atentar ao bicudo-do-algodoeiro – que pode reduzir em até 70% a produtividade da pluma. Diversas características tornam o inseto uma praga de difícil controle no algodão, entre elas a diapausa (hibernação da praga), o ciclo biológico curto e a alta capacidade reprodutiva. Por isso, entre as estratégias de manejo da praga, a aplicação de inseticidas é uma importante ferramenta.



“No caso do bicudo, a Bayer passou a oferecer o Curbix, que proporciona efeito de choque e residual prolongado no controle do inseto. Por ter um modo de ação diferente, seu uso contribui para programas de manejo de resistência a inseticidas. Dessa forma, é possível reduzir a pressão de seleção de pragas menos sensíveis aos outros defensivos e manter altos níveis de controle do bicudo na cultura”, explica Alberton.



Manejo começa pela biotecnologia

Outra ferramenta essencial para aprimorar o controle das pragas é a escolha da biotecnologia. Segundo o Diretor de Negócios de Soja e Algodão da Bayer, Fernando Prudente, a biotecnologia é uma aliada do produtor para proteger a lavoura contra o ataque de lagartas e de plantas invasoras, além de impactar na produtividade, rentabilidade e em um plantio mais sustentável.



A Bayer conquistou a liderança na cotonicultura nas últimas safras, com a adoção de variedades com a tecnologia Bollgard por 51,2% do mercado. Para a próxima safra, o produtor poderá contar também com a terceira geração da biotecnologia desenvolvida pela empresa. “Temos alcançado resultados bastante positivos em produtividade, sanidade e qualidade de fibra com o Bollgard® 3 RRFlex. Na comparação com as variedades similares existentes no mercado, registramos um potencial aumento de produtividade de aproximadamente 6 arrobas de pluma/ha e potencial redução de US$ 328,00/ha no custo médio com inseticidas em relação a materiais não Bt”, explica Prudente.



O lançamento faz parte da estratégia da Bayer para o manejo de insetos na cultura do algodão e levará ao cotonicultor ampla proteção contra os danos causados pelas principais lagartas que atacam a cultura, como falsa medideira, curuquerê, lagarta rosada e lagarta da maçã, além de adicionar proteção contra espécies de lagartas dos complexos Spodoptera spp e Helicoverpa spp

“No que tange o controle de plantas daninhas, o produtor tem a flexibilidade para usar o glifosato em seu manejo, uma vez que biotecnologia é tolerante a este herbicida. Trata-se, portanto, de uma solução que protege e potencializa a produtividade do cotonicultor. Por isso, diversas cultivares com a tecnologia estão à disposição do agricultor, sendo comercializadas por algumas empresas de melhoramento genético de algodão, como a Deltapine, Embrapa, Instituto Mato-Grossense de Algodão (IMA) e Tropical Melhoramento & Genética (TMG)”, finaliza Fernando

Website: http://www.agro.bayer com.br


Comentários para "Altas produtividades no algodão passam pelo manejo adequado de pragas e doenças":

Deixe aqui seu comentário

Preencha os campos abaixo:
obrigatório
obrigatório
Brasil oferece novas variedades de melão durante entressafra da Europa

Brasil oferece novas variedades de melão durante entressafra da Europa

A Seminis®, que integra a plataforma Vegetables by Bayer, traz novidades nessa área: são mais de 20 variedades de melões e melancias disponibilizadas comercialmente. Ao todo, o portfólio da empresa contempla mais de 20 diferentes tipos de culturas de hortifrúti comercializadas no Brasil.

Dia da Pecuária reforça importância do setor para o DF

Dia da Pecuária reforça importância do setor para o DF

Bovinos integram grande parte da cadeia produtiva, que inclui ainda outras espécies

Cresce 180% número de produtores da avicultura

Cresce 180% número de produtores da avicultura

Criação de galinhas tem crescido nos sistemas semi-intensivos de produção

Governo Federal publica novas regras para registro de defensivos agrícolas

Governo Federal publica novas regras para registro de defensivos agrícolas

Decreto que altera legislação deve simplificar registro de produtos

Falta de fiscais agropecuários fragiliza inspeção e pode encarecer alimentos ainda mais

Falta de fiscais agropecuários fragiliza inspeção e pode encarecer alimentos ainda mais

Tarefa de reinspeção de produtos importados de origem animal foi assumida em 18 de agosto pela Vigiagro, que atua nas fronteiras

Nova fase de iniciativa Carbono Bayer reúne mais de 1.800 agricultores no Brasil

Nova fase de iniciativa Carbono Bayer reúne mais de 1.800 agricultores no Brasil

Inovação colaborativa

Produtoras rurais do DF aprendem a fazer panetone

Produtoras rurais do DF aprendem a fazer panetone

O curso dá às produtoras rurais uma opção de complementação de renda para o fim do ano, quando esse tipo de pão é mais consumido

Por que agricultores e pesquisadores defendem que agroecologia pode sanar a fome no Brasil

Por que agricultores e pesquisadores defendem que agroecologia pode sanar a fome no Brasil

"A agroecologia nos oportuniza pensar e agir, e consequentemente transformar muitas realidades, territórios e vida", afirma a presidenta da ABA

Pequeno agricultor distribui alimentos, mas não tem acesso a dieta saudável, critica ONU

Pequeno agricultor distribui alimentos, mas não tem acesso a dieta saudável, critica ONU

“811 milhões de pessoas passam fome e 2,4 bilhões sofrem insegurança alimentar, enquanto a obesidade e as carências de nutrientes crescem velozmente”, diz o relatório.

Emater orienta produtores do DF sobre compra com doação

Emater orienta produtores do DF sobre compra com doação

Organizações têm até 13 de outubro para enviar projetos ao Programa de Aquisição de Alimentos; recursos serão de R$ 1,6 milhão

Safra de grãos sendo plantada agora pode ser a melhor da história do Brasil, afirma professor

Safra de grãos sendo plantada agora pode ser a melhor da história do Brasil, afirma professor

Brasil bateu recorde de produção agrícola no ano passado. Para entender melhor quais culturas se destacaram, quais estados produziram mais e o que podemos esperar para a próxima safra, a Sputnik Brasil conversou com dois especialistas