×
ContextoExato

Contexto Exato

Brasil - Brasília - Distrito Federal - 12 de agosto de 2022

Anistia lança campanha para contestar política migratória dos Estados Unidos

Anistia lança campanha para contestar política migratória dos Estados Unidos

Foto: Tânia Rêgo/Agência Brasil

O presidente Donald Trump tem defendido a construção do muro como uma questão humanitária e de segurança na fronteira do país com o México.

Por Léo Rodrigues - Agência Brasil Rio De Janeiro - 29/05/2019 - 18:42:44

A Anistia Internacional deu início hoje (29) à campanha Derrube o Muro, na qual contesta as políticas migratórias adotadas pelos Estados Unidos. Um site foi criado para reunir informações relacionadas a violações de direitos humanos. A abertura da campanha foi marcada com uma ação de ativistas no Largo da Carioca, no centro do Rio de Janeiro. Usuários que chegavam à estação de metrô Carioca eram convidados a interagir com um muro de papelão.

"Estamos fazendo um chamado à população para que se solidarize. Desde que foi eleito nos Estados Unidos, o presidente Donald Trump ameaça construir um muro na fronteira sul dos Estados Unidos para impedir a passagem de pessoas que escapam de países latino-americanos geralmente devido a alguma crise de segurança pública ou uma crise humanitária. A ameaça contra os migrantes já é realidade pelas políticas que ele vem implementando e que contraria o direito das pessoas de pedir asilo em segurança", diz Jurema Werneck, diretora executiva da Anistia Internacional no Brasil.

De acordo com ela, estão sendo adotadas práticas que violam tanto a lei norte-americana quanto princípios internacionais. "As pessoas estão sendo impedidas de pedir asilo em liberdade, conforme a legislação. Trump faz o contrário. Tem milhares de pessoas detidas. Crianças, mulheres e famílias inteiras", lamenta Jurema.

A diretora executiva da Anistia Internacional no Brasil, Jurema Werneck, durante lançamento da ação "Derrube o Muro".

A diretora executiva da Anistia Internacional no Brasil, Jurema Werneck, durante lançamento da ação "Derrube o Muro". - Tânia Rêgo/Agência Brasil

Segundo a Anistia Internacional, qualquer pessoa que chegue ao país para reivindicar asilo deve ter permissão para fazê-lo e ter seu caso ouvido pelas autoridades. Entre as violações listadas pela entidade, estão a proibição da entrada de pessoas que buscam proteção nos Estados Unidos e a ação de forçar os migrantes a voltar aos locais perigosos de onde elas fugiram.

"Nós sabemos que as pessoas que saem em busca de asilo, que deixam sua casa, sua família, sua comunidade, só o fazem em extrema necessidade. Então,o que elas precisam é de acolhimento e não de ter seus direitos violados", acrescentou Jurema.

O dia 29 foi escolhido para a ação porque marca também o início do julgamento do geógrafo e ativista de direitos humanos Scott Warren. Ele está sendo processado criminalmente nos Estados Unidos após ter sido flagrado no deserto do estado do Arizona oferecendo água, comida e atendimento médico a migrantes que conseguiram atravessar a fronteira. "Isso também é uma violação grave, pois impede o direito de lutar por justiça", diz Jurema.

A Agência Brasil fez contato com a Embaixada dos Estados Unidos, mas não obteve retorno.

O presidente Donald Trump tem defendido a construção do muro como uma questão humanitária e de segurança na fronteira do país com o México.

Edição: Valéria Aguiar

Comentários para "Anistia lança campanha para contestar política migratória dos Estados Unidos":

Deixe aqui seu comentário

Preencha os campos abaixo:
obrigatório
obrigatório
Últimas Notícias
PF mira grupo que fez 245 saques para desviar recursos do Fundeb e do SUS em AL

PF mira grupo que fez 245 saques para desviar recursos do Fundeb e do SUS em AL

Saiba como identificar os recenseadores do IBGE

Saiba como identificar os recenseadores do IBGE

Margareth Dalcolmo é eleita para integrar a Academia Nacional de Medicina

Margareth Dalcolmo é eleita para integrar a Academia Nacional de Medicina

Dia Internacional da Juventude busca pontes com outras faixas etárias

Dia Internacional da Juventude busca pontes com outras faixas etárias

Ato na UnB marca leitura de carta em defesa da democracia e do sistema eleitoral

Ato na UnB marca leitura de carta em defesa da democracia e do sistema eleitoral

Em Brasília, estudantes vão às ruas em protesto contra o governo Bolsonaro

Em Brasília, estudantes vão às ruas em protesto contra o governo Bolsonaro

Casas sustentáveis: Entenda como esse modelo de residência gera economia

Casas sustentáveis: Entenda como esse modelo de residência gera economia

Trabalho remoto é o futuro na área da tecnologia

Trabalho remoto é o futuro na área da tecnologia

Alexandre diz que atos por democracia reforçam 'orgulho do sistema eleitoral'

Alexandre diz que atos por democracia reforçam 'orgulho do sistema eleitoral'

Celso de Mello: Manifesto representa 'severa advertência ao presidente Bolsonaro'

Celso de Mello: Manifesto representa 'severa advertência ao presidente Bolsonaro'

"Carta bate com o que faço aqui", diz professor que levou documento para Londres

Jovens ainda sofrem com recuperação lenta do mercado de trabalho, diz OIT

Jovens ainda sofrem com recuperação lenta do mercado de trabalho, diz OIT

José Carlos Dias destaca união do capital e trabalho e lê carta da Fiesp

José Carlos Dias destaca união do capital e trabalho e lê carta da Fiesp

Ação contra fraude notifica cinco postos de combustível no DF

Ação contra fraude notifica cinco postos de combustível no DF

Saiba o que são e como preparar as PANCs, plantas alimentícias não convencionais

Saiba o que são e como preparar as PANCs, plantas alimentícias não convencionais

Alvaro Vargas Llosa: 'O idiota latino-americano se reinventou'

Alvaro Vargas Llosa: 'O idiota latino-americano se reinventou'

'Os manifestos geram poder para a resistência', afirma Celso Lafer

'Os manifestos geram poder para a resistência', afirma Celso Lafer

No DF, políticos e militantes de esquerda têm sido vítimas de violência nas ruas

No DF, políticos e militantes de esquerda têm sido vítimas de violência nas ruas

DF é condenado a indenizar aluno que sofreu reação alérgica após ingerir alimento

DF é condenado a indenizar aluno que sofreu reação alérgica após ingerir alimento

MPDFT apoia criação de Frente Nacional de Combate a Cartéis

MPDFT apoia criação de Frente Nacional de Combate a Cartéis

Deputados distritais derrubam veto e demitidos da CEB recuperam emprego

Deputados distritais derrubam veto e demitidos da CEB recuperam emprego