×
ContextoExato

Contexto Exato

Brasil - Brasília - Distrito Federal - 16 de outubro de 2021

Anvisa otimiza importação de produtos derivados da Cannabis

Anvisa otimiza importação de produtos derivados da CannabisFoto: © Marcelo Camargo/Agência Brasil

Segundo a agência, o objetivo da Resolução da Diretoria Colegiada (RDC) 570/2021 é reduzir o tempo para a aprovação do cadastro e possibilitar que os pacientes tenham acesso mais rápido a esses produtos

Estação Da Notícia - 07/10/2021 - 14:31:10

Para tanto, altera a redação de uma RDC anterior, a de número 335/2020, que já trazia avanços para o acesso da população a esses produtos ao definir critérios e procedimentos para a importação de tais produtos por pessoa física “para uso próprio, mediante prescrição de profissional legalmente habilitado, para tratamento de saúde”.

A crescente demanda pela importação desses produtos tem resultado em demora para as manifestações da Anvisa, o que, segundo a própria agência, pode impactar em prejuízo à saúde dos pacientes.

Em seis anos, foi registrado um aumento de mais de 2.400% no número de pedidos, o que corresponde a um crescimento médio de 400% ao ano. Em 2015 foram 896 pedidos. Já em 2020 esse total ficou em 19.074.

“E até meados de setembro de 2021, já houve 22.028 pedidos de importação de produtos derivados de Cannabis por pacientes para fins terapêuticos”, complementa a Anvisa ao informar que a pandemia relacionada à covid-19 “agravou o cenário, provocando um aumento ainda maior nos pedidos de importação desses produtos”.

Em nota, a Anvisa explica que a nova resolução estabelece que a aprovação do cadastro ocorrerá “mediante análise simplificada no caso dos produtos derivados de Cannabis constantes em Nota Técnica emitida pela Gerência de Produtos Controlados da Anvisa e publicada no portal da Agência”.

Assim sendo, no ato do cadastramento, será avaliada exclusivamente a regularidade do produto. “Ou seja, se o produto a ser importado é produzido e distribuído por estabelecimentos devidamente regularizados pelas autoridades competentes em seus países de origem para as atividades de produção, distribuição ou comercialização”, detalha a autoridade sanitária.

A Anvisa também está trabalhando na atualização dos sistemas, a fim de permitir, em breve, a aprovação automática do cadastro nos casos de produtos constantes em lista predefinida pela agência.

O prazo de validade da prescrição do profissional habilitado também foi alterado, passando a ser de seis meses. A norma, no entanto, prevê que a prescrição do produto terá validade indeterminada até a publicação de instrumento normativo editado pelo Ministério da Saúde que reconheça que não mais se configura a situação de Emergência em Saúde Pública de Importância Nacional.

“As importações permanecem sujeitas à fiscalização pela autoridade sanitária em portos, aeroportos, fronteiras e recintos alfandegados (PAFs) antes de seu desembaraço aduaneiro”, acrescenta a Anvisa.

Entre os documentos necessários à importação estão o formulário de petição; conhecimento da carga embarcada; fatura comercial; prescrição do produto; e comprovante de endereço do paciente. (Agência Brasil)

Comentários para "Anvisa otimiza importação de produtos derivados da Cannabis":

Deixe aqui seu comentário

Preencha os campos abaixo:
obrigatório
obrigatório
Ministério da Saúde lança campanha nacional de combate à sífilis

Ministério da Saúde lança campanha nacional de combate à sífilis

Gestantes representaram mais da metade dos casos contraídos em 2020

STF derruba lei que liberava venda de remédios para emagrecer

STF derruba lei que liberava venda de remédios para emagrecer

Lei foi sancionada em 2017

Vacinação, variantes e unidades de saúde: Força-tarefa avalia cenário no DF

Vacinação, variantes e unidades de saúde: Força-tarefa avalia cenário no DF

Para a força-tarefa, é preciso alertar não só a Secretaria de Saúde, mas também a sociedade para que cumpra com a sua obrigação na prevenção e na vacinação contra a Covid-19

Confira os pontos do Distrito Federal que oferecem aplicação de vacina

Confira os pontos do Distrito Federal que oferecem aplicação de vacina

Imunização prossegue nas unidades básicas de saúde; veja os locais e os horários de atendimento

Brasil registra menor média móvel de mortes por Covid-19 após 11 meses

Brasil registra menor média móvel de mortes por Covid-19 após 11 meses

Paraguai e Brasil se juntam contra crimes na fronteira

O que as crianças esperam do futuro pós-pandemia

O que as crianças esperam do futuro pós-pandemia

Especialista recomenda que momento é para focar em atividades lúdicas

Pandemia afeta hábitos alimentares e reduz prática de atividades físicas entre crianças brasileiras

Pandemia afeta hábitos alimentares e reduz prática de atividades físicas entre crianças brasileiras

Levantamento realizado pela Jasmine Alimentos aponta que mais da metade (55,7%) dos entrevistados notaram alterações na alimentação dos filhos

Menos julgamentos, mais tratamento: O desafio de enfrentar a obesidade

Menos julgamentos, mais tratamento: O desafio de enfrentar a obesidade

Nesta segunda (11) é celebrado o Dia Nacional da Prevenção da doença, que atinge 96 milhões de pessoas no Brasil

Dia Mundial da Saúde Mental ressalta experiências para avançar nos cuidados

Dia Mundial da Saúde Mental ressalta experiências para avançar nos cuidados

O Cazaquistão ocupa o terceiro lugar no mundo e lidera os países da Ásia Central em taxas de suicídio de jovens.

Próxima pandemia é inevitável, e OMS corre para que fracasso da Covid-19 não se repita

Próxima pandemia é inevitável, e OMS corre para que fracasso da Covid-19 não se repita

OMS alerta que mercantilização das vacinas deixa a parte mais vulnerável do mundo desassistida

A duração do botox diminui com atividade física?

A duração do botox diminui com atividade física?

Grande parte das mulheres que faz o procedimento se questiona