×
ContextoExato
Responsive image

Ao sinalizar que pode fazer delação, Queiroz leva a família Bolsonaro ao desespero

Ao sinalizar que pode fazer delação, Queiroz leva a família Bolsonaro ao desesperoFoto: Tribuna da Internet

Queiroz declarou ao delegado que vai “se entender com a Justiça”

Carlos Newton - Tribuna Da Internet - 19/06/2020 - 07:44:32

Já era esperada desde o início dos tempos a prisão de Fabricio Queiroz, o sargento reformado da PM que caiu nas graças da família Bolsonaro, foi requisitado pera servir no gabinete do então deputado estadual Flávio Bolsonaro (do PP), dobrando assim o salário e escapando de trabalhar no patrulhamento das ruas do Rio de Janeiro, missão considerada uma das mais arriscadas do mundo, nas estatísticas de morte em serviço ou fora dele.

De início, Queiroz trabalhava como segurança e motorista, mas acabou ganhando a amizade da família e passou a ser um dos coordenadores e cabos eleitorais mais importantes, devido a seu trânsito no submundo da criminalidade no Rio de Janeiro, inclusive a ligação com milicianos.

AS RACHADINHAS – Homem de confiança da família, Queiroz acabou sendo encarregado do serviço mais importante e delicado do gabinete parlamentar – as rachadinhas, uma prática antiga na política brasileira, realizada através da contratação de assessores que não trabalham, mas devolvem ao político parte do salário recebido.

Essa prática Jair Bolsonaro aprendeu na Câmara Federal, em seu convívio com colegas de bancada nos partidos a que foi filiado, como PPR, PPB, PTB, PFL, PP e PSC. Durante toda a carreira, o atual presidente teve esses falsos servidores, que engordaram sua conta bancária a ponto de se tornar dono de grande quantidade de imóveis.

Entre os servidores das rachadinhas de Jair Bolsonaro, já foram identificadas uma das filhas de Queiroz, Nathalia, e uma vendedora de açai em Angra dos Reis, Walderice Santos da Conceição, mulher do caseiro de Bolsonaro.

DE PAI PARA FILHO – A prática da rachadinha tem a vantagem de enriquecer o parlamentar aos poucos, sem que precise se corromper com vultosos desvios de dinheiro público, vejam a que ponto chega a desfaçatez desses representantes do povo.

A Assembleia do Rio é um covil de ladrões. Queiroz deu azar de trabalhar para Flávio Bolsonaro. Muitos outros deputados estão envolvidos em esquemas de desvio de dinheiro, em valores bem mais elevados, e foram flagrados pelo antigo Coaf (Conselho de Controle de Atividades Financeiras) na mesma operação de rastreamento que apanhou Flávio Bolsonaro e Fabricio Queiroz em 2018.

A investigação andou mais rápido porque se trata do filho mais velho do novo presidente da República, que fez campanha justamente prometendo combater a corrupção. Mas os demais deputados denunciados pelo Coaf também estão na fila e logo serão apanhados, é apenas uma questão de tempo.

BONS ADVOGADOS – Deve-se reconhecer o esforço e a ousadia dos advogados que a família Bolsonaro colocou a serviço de Fabricio Queiroz, que conseguiram evitar sua prisão por quase um ano e meio.

Mas agora nada disso interessa. O importante é saber se Fabricio Queiroz fará delação premiada, conforme sinalizou logo ao ser preso, na madrugada desta quinta-feira, quando disse ao delegado paulista: “Olha, tudo bem. Vocês cumprem a função de vocês, vou me entender com a Justiça”.

No Planalto, o suspense é de matar o Hitchcock, como diria o genial publicitário e compositor Miguel Gustavo. Hoje, Bolsonaro se reuniu com o núcleo duro do Planalto (quatro generais e um major da PM), e ninguém sabia o que dizer e o que fazer, porque não há nada que possa conserta o estrago.

###
P.S. 1
– Já está certo que será trocado o advogado, porque o atual, Frederick Wassef, ficou completamente desmoralizado, por ter protegido um criminoso em seu próprio escritório, conforme era mencionado o endereço da casa. É claro que Wassef era bem pago para fazê-lo, e agora a OAB precisa tomar providências.

P.S. 2 – Tudo indica que Queiroz fará delação premiada, para pegar uma pena mínima e ganhar prisão domiciliar. Mesmo que ele não entregue o que sabe sobre a família Bolsonaro, isso não fará diferença; eles já estão liquidados, não há salvação. (C.N.)

Comentários para "Ao sinalizar que pode fazer delação, Queiroz leva a família Bolsonaro ao desespero":

Deixe aqui seu comentário

Preencha os campos abaixo:
obrigatório
obrigatório