×
ContextoExato

Contexto Exato

Brasil - Brasília - Distrito Federal - 02 de julho de 2022

Aplicativo estimula visitantes do Jardim Botânico de Brasília a conhecer melhor o Cerrado

Aplicativo estimula visitantes do Jardim Botânico de Brasília a conhecer melhor o CerradoFoto:

Plataforma propõe experiência interativa dentro de trilha ecológica. Programa foi desenvolvido por alunos da Universidade de Brasília (UnB) e está disponível para sistema operacional Android.

Por Cibele Moreira E Marcela Rocha / Da Agência Brasília / Foto: Tony Winston / Agência Brasília - 24/11/2018 - 20:27:18

Ganhe pontos em troca de conhecimento. Essa é a premissa do aplicativo Missão Nascente, lançado pelo Jardim Botânico de Brasília para estimular o contato com o bioma Cerrado.

Em formato de jogo interativo, o visitante é convidado a conhecer a trilha da nascente do Córrego Cabeça de Veado, que fica dentro da unidade de conservação. O acesso fica próximo ao Jardim Japonês.

Desenvolvido por alunos da Universidade de Brasília (UnB), em parceria com o Jardim Botânico, a plataforma apresenta curiosidades e informações adicionais sobre a vegetação típica do Centro-Oeste. O intuito é que o visitante tenha uma experiência autoguiada.

Ao longo de 1,7 quilômetro de trilha é possível encontrar 46 placas com QR Codes (tipo de código de barra para a leitura em celular com câmera) que dão acesso a dados referentes a alguma planta ou assunto pertinente à vegetação.

Cada leitura de QR Codes gera pontos que serão acumulados em um ranking com todos os participantes do jogo. A média de duração do percurso é de uma hora e meia. Na metade da trilha, é possível conhecer a nascente do Córrego Cabeça de Veado.

Em funcionamento há um mês, e rodando em fase de teste desde janeiro, mais de 100 pessoas já baixaram o aplicativo Missão Nascente. A instalação é gratuita e está disponível na Play Store apenas para o sistema operacional Android.

De acordo com a diretora de fitologia do Jardim Botânico, Priscila Oliveira, a plataforma surgiu a partir da necessidade do próprio local de criar um incentivo para os jovens. “Essa nova geração é muito ligada no celular e não tem tanto contato com a natureza. Nossa ideia foi juntar as duas coisas para as crianças aprenderem de forma diferente”, pontua.

Lucas Guimarães, estudante de Biologia da UnB e um dos envolvidos no projeto Missão Nascente, explica que o aplicativo funciona em três temporadas distintas:

Temporada das águas – de novembro a março
Temporada da dormência – de abril a junho
Temporada da renovação – de julho a outubro

Para Guimarães, os nomes para cada temporada do jogo trazem uma nova concepção que sai do padrão de seca e chuva. “O objetivo é oferecer um olhar guiado para as mudanças que acontecem no Cerrado. Mostrar o que é um bioma dinâmico”, explica.

Priscila Oliveira cita o exemplo das plantas que mudam de cor de acordo com a estação. “Algumas espécies ficam verdes no período chuvoso e na seca, acobreadas. Isso chama a atenção”, explica.

As recomendações para participar do jogo é que os visitantes baixem o aplicativo em casa, pois o sinal de celular é ruim dentro da unidade de conservação, levem garrafas de água e não deixem lixo na trilha. Em dias muitos chuvosos, não é recomendado fazer a trilha.

Comentários para "Aplicativo estimula visitantes do Jardim Botânico de Brasília a conhecer melhor o Cerrado":

Deixe aqui seu comentário

Preencha os campos abaixo:
obrigatório
obrigatório
Crimes digitais crescem pós-pandemia e provocam corrida por ciberseguros

Crimes digitais crescem pós-pandemia e provocam corrida por ciberseguros

Os ataques cibernéticos têm por objetivo principal se apropriar de informações e dados sigilosos, e estão se tornando cada vez mais comuns

Pesquisadora descobre floresta fossilizada de 290 milhões de anos

Pesquisadora descobre floresta fossilizada de 290 milhões de anos

Achado no Paraná mostra vegetação da era da separação dos continentes

Em 10 anos, inteligência artificial pode ter sentimento, diz executivo

Em 10 anos, inteligência artificial pode ter sentimento, diz executivo

Curitiba sedia Viasoft Connect, evento de inovação

Cibercriminosos passam mais tempo em redes de pequenas empresas

Cibercriminosos passam mais tempo em redes de pequenas empresas

Segurança cibernética precisa cobrir os sistemas utilizados fora do escritório

Messi e Neymar do PSG unem forças com Jay Chou para redefinir a arte e a caridade no metaverso

Messi e Neymar do PSG unem forças com Jay Chou para redefinir a arte e a caridade no metaverso

Quem é Jay Chou?

Dia Internacional de Combate ao Discurso de Ódio ressalta ameaças atuais

Dia Internacional de Combate ao Discurso de Ódio ressalta ameaças atuais

ONU destaca que discurso de ódio se tornou um dos métodos mais frequentes para difundir retóricas e ideologias que causam divisão

Geração Millennial é tão suscetível a golpes virtuais quanto idosos

Geração Millennial é tão suscetível a golpes virtuais quanto idosos

Idosos têm maiores perdas porque seu patrimônio e renda são maiores

Pais homoafetivos usam a internet para naturalizar novas formações familiares

Pais homoafetivos usam a internet para naturalizar novas formações familiares

Conscientização, inspiração e quebra de tabus

Livro de pesquisadora italiana investiga a ciência de dados

Livro de pesquisadora italiana investiga a ciência de dados

Ciência de dados beneficia área científica e mercado corporativo

Experiência internacional inspira aceleração do uso de veículos elétricos no Brasil

Experiência internacional inspira aceleração do uso de veículos elétricos no Brasil

Caso de sucesso internacional vira referência

Só vai sobreviver à transformação digital quem subverter a ordem!

Só vai sobreviver à transformação digital quem subverter a ordem!

A urgência para conseguir profissionais leva muitas empresas a contratar “os melhores” ainda em treinamento nos cursos de capacitação