×
ContextoExato

Contexto Exato

Brasil - Brasília - Distrito Federal - 18 de janeiro de 2022

Após invasão do Capitólio por apoiadores de Trump, Congresso dos EUA certifica vitória de Biden

Após invasão do Capitólio por apoiadores de Trump, Congresso dos EUA certifica vitória de BidenFoto: Portal DW

Pence presidiu a sessão a anunciou a vitória dos democratas na eleição presidencial

Portal Dw - 07/01/2021 - 07:27:43

Após invasão do Capitólio por apoiadores de Trump, vice-presidente anuncia resultado final do Colégio Eleitoral e declara vitória de Biden na eleição presidencial. Trump afirma que haverá transição pacífica de poder.

O Congresso dos Estados Unidos certificou nesta quinta-feira (07/01) a vitória do presidente eleito Joe Biden e da sua vice, Kamala Harris, na eleição presidencial de novembro, ao fim de uma longa jornada, tornada violenta por uma invasão ao Capitólio por apoiadores do presidente Donald Trump, que tentaram interferir no processo de confirmação dos resultados das urnas.

O resultado final do Colégio Eleitoral foi anunciado depois de o Senado e a Câmara dos Representantes terem recusado objeções às votações nos estados da Pensilvânia e do Arizona.

A sessão conjunta do Congresso foi interrompida na noite desta quarta-feira (horário local), quando apoiadores de Trump invadiram o Capitólio, em Washington. A invasão resultou em quatro mortes. A sessão, presidida pelo vice-presidente Mike Pence, foi mais tarde retomada e concluída ao longo da noite, com o anúncio do resultado final.

Pence declarou que Biden recebeu 306 votos no Colégio Eleitoral e que Trump recebeu 232 votos.

A invasão ocorreu depois de Pence se recusar a atender a um pedido de Trump para que bloqueasse a confirmação da vitória de Biden. Cabe ao vice-presidente do país presidir a sessão conjunta do Congresso na qual os votos do Colégio Eleitoral são contados e, ao final, anunciar quem foi o vencedor.

Depois da certificação, Trump emitiu comunicado por meio de um assessor, no qual afirma que haverá uma transição pacífica de poder, apesar de ele discordar totalmente do resultado da eleição.

Quatro mortos em invasão

Ao menos quatro pessoas morreram na invasão do Capitólio, anunciou a polícia local, que usou armas de fogo para proteger congressistas.

Uma mulher foi alvejada no interior do Capitólio, e mais três pessoas morreram mais tarde, em decorrência de emergências médicas, segundo a polícia, que não deu mais detalhes.

Apoiadores de Trump durante invasão do Capitólio

Apoiadores de Trump durante invasão do Capitólio, a sede do Congresso

As autoridades acrescentaram que ao menos 14 policiais ficaram feridos, dois deles em estado grave, e que foram efetuadas mais de 50 detenções, sendo que cerca de 30 aconteceram por violação do toque de recolher.

A Câmara de Washington prolongou o estado de emergência pública na capital por mais 15 dias, até depois da tomada de posse de Biden, agendada para 20 de janeiro.

Manifestante grita liberdade dentro da câmara do Senado

Manifestante grita "liberdade" dentro da câmara do Senado

As autoridades também encontraram e desativaram duas bombas caseiras nas proximidades da sede dos secretariados nacionais dos partidos Democrata e Republicano. E descobriram ainda uma viatura no terreno do Capitólio, onde se encontrava uma espingarda e até dez bombas incendiárias, informou a emissora CNN.

Quatro horas após o início dos incidentes, as autoridades declararam que o edifício do Capitólio estava em segurança. Só então a sessão conjunta para certificação do resultado do Colégio Eleitoral foi retomada.

AS/ap/efe/lusa

  • Apoiadores de Trump dentro do Congresso dos EUA

    O MÊS DE JANEIRO EM IMAGENS

    Apoiadores de Trump invadem Congresso dos EUA

    Apoiadores do presidente dos Estados Unidos, Donald Trump, invadiram o Capitólio durante a sessão que certificaria a vitória de Joe Biden nas eleições de novembro, forçando a saída abrupta de parlamentares e a interrupção da cerimônia. Uma mulher teria morrido durante a invasão. Serviços de segurança federais foram acionados para remover os invasores e o prédio foi esvaziado no mesmo dia. (06/01)

LEIA MAIS

Democratas conquistam dupla vitória na Geórgia e terão controle do Senado dos EUA

Resultados são projetados com 98% dos votos apurados. Partido do presidente eleito Joe Biden terá metade do Senado, mais o voto de minerva da vice Kamala Harris.

  • Data 07.01.2021

Comentários para "Após invasão do Capitólio por apoiadores de Trump, Congresso dos EUA certifica vitória de Biden":

Deixe aqui seu comentário

Preencha os campos abaixo:
obrigatório
obrigatório
No Fórum Econômico Mundial, Guterres aponta prioridades para retomada econômica

No Fórum Econômico Mundial, Guterres aponta prioridades para retomada econômica

Bandeiras no encontro anual do Fórum Econômico Mundial

No Vaticano, papa Francisco diz rezar por vítimas das chuvas no Brasil

No Vaticano, papa Francisco diz rezar por vítimas das chuvas no Brasil

Ele falou após a oração do Angelus, na Praça de São Pedro

Ex-primeiro-ministro de Israel, Netanyahu negocia acordo em processo de corrupção

Ex-primeiro-ministro de Israel, Netanyahu negocia acordo em processo de corrupção

Bolsonaro chega a Israel e defende parcerias em segurança e defesa

Ao recusar ir à posse de Boric no Chile, Bolsonaro impulsiona política que isola o Brasil

Ao recusar ir à posse de Boric no Chile, Bolsonaro impulsiona política que isola o Brasil

Ao fazer constantes declarações demonstrando seu posicionamento pessoal diante de líderes latino-americanos, Bolsonaro cria graves consequências para política externa brasileira. A Sputnik Brasil ouviu analista para entender por que o governo opta por um comportamento não diplomático

'Instabilidade do Mercosul citada por Bolsonaro foi criada por sua própria gestão', diz especialista

'Instabilidade do Mercosul citada por Bolsonaro foi criada por sua própria gestão', diz especialista

Presidente voltou a fazer comentários sobre o Mercosul dizendo que se o Brasil "estivesse livre do bloco" seria melhor, e apontou que a organização sofre "instabilidades". A Sputnik Brasil entrevistou analista para saber até que ponto os argumentos do presidente procedem com a realidade mercosulina.

Empresário de moda costura tecido da paz no nordeste da República Democrática do Congo repleto de violência

Empresário de moda costura tecido da paz no nordeste da República Democrática do Congo repleto de violência

Com uma nova coleção chegando a cada semana para a linha de roupas, Muhindo conseguiu lançar vários desfiles de moda locais.

Omã é o destino do programa “Anthony Bourdain, lugares desconhecidos”

Omã é o destino do programa “Anthony Bourdain, lugares desconhecidos”

O episódio deste domingo (09,01) apresenta detalhes surpreendentes sobre história, cheiros e sabores do antigo império do Oceano Índico

Morre Sidney Poitier, 1º negro a ganhar Oscar de melhor ator

Morre Sidney Poitier, 1º negro a ganhar Oscar de melhor ator

Ele inspirou geração durante movimento pelos direitos civis

Nos EUA, Biden eleva tom e vai culpar Trump e aliados por invasão do Capitólio

Nos EUA, Biden eleva tom e vai culpar Trump e aliados por invasão do Capitólio

Até agora o governo, inclusive o próprio Biden, costumava evitar nomear Trump, referindo-se a ele como "o outro cara" ou "o cara de antes".

Procuradora que investiga Organização Trump intima filhos do ex-presidente

Procuradora que investiga Organização Trump intima filhos do ex-presidente

O esforço da procuradora-geral para entrevistar Trump sob juramento tornou-se público no mês passado, mas não se sabia antes que seu gabinete também procurava questionar Donald Trump Jr. e Ivanka Trump.

Potências assinam nota conjunta contra guerra nuclear

Potências assinam nota conjunta contra guerra nuclear

Países dizem que ninguém pode vencer uma guerra nuclear