×
ContextoExato

Contexto Exato

Brasil - Brasília - Distrito Federal - 19 de outubro de 2021

Após leilão fracassado, oferta permanente de petróleo é "ameaça eterna" em Fernando de Noronha

Após leilão fracassado, oferta permanente de petróleo é Foto: Divulgação/ICMBio

O arquipélago de Fernando de Noronha é considerado Patrimônio Mundial Natural pela UNESCO desde 2001

Lucila Bezerra-brasil De Fato | Recife (pe) - 14/10/2021 - 15:39:28

Ambientalistas pressionam o poder público para a retirada da oferta do bloco que comporta Noronha e Atol das Rocas

Após o fracasso do leilão de blocos de petróleo, gás e biocombustíveis da Agência Nacional do Petróleo (ANP), ocorrido em 07 de outubro, onde apenas 5 dos 92 blocos foram arrematados, os que sobraram estão em oferta permanente, o que significa que estão em disponibilidade contínua, representando uma "ameaça eterna" a um ecossistema marítimo e insular que é frágil, rico e exuberante.

Na visão do governo federal, a dificuldade na venda em algumas áreas foi associada à pressão de ambientalistas. Este é o caso da Bacia Potiguar, no Nordeste brasileiro, cuja exploração poderia impactar a biodiversidade do Arquipélago de Fernando de Noronha, em Pernambuco, e do Atol das Rocas, no Rio Grande do Norte.






“O Arquipélago de Fernando de Noronha, e também o Atol das Rocas, que são unidades de preservação que estão dentro das áreas de leilão de petróleo, são 'hotspots' de biodiversidade e é onde a gente encontra diversas espécies endêmicas, que são espécies que só ocorrem no Brasil”, afirma a bióloga e pesquisadora residente em Noronha Gislaine Lima.







“Mesmo que as empresas que um dia queiram comprar esses lotes digam que os impactos vão ser amenizados, vão ser controlados, caso haja um derramamento, é impossível você controlar todos os impactos”, esclarece a especialista.





Apesar das ilhas oceânicas serem consideradas sítios do Patrimônio Mundial Natural pela Organização das Nações Unidas para a Educação, a Ciência e a Cultura (UNESCO) desde 2001, o governo federal sequer realizou estudos de impactos ambientais antes de abrir o leilão.


::Leilão da ANP: áreas próximas a Fernando de Noronha e Atol das Rocas não receberam propostas::

“Quando você vai submeter qualquer área ao processo de leilão, tem que identificar as características da área; se a área for sensível do ponto de vista da conservação da natureza, é necessário que se façam análises prévias e no caso de áreas em alto mar, se verifica a necessidade de uma análise que se estude a necessidade de perfuração, abalos sísmicos e o impacto que isso pode causar no ecossistema, e isso não foi feito”, analisa José Bertotti, Secretário de Meio Ambiente e Sustentabilidade de Pernambuco.

Bertotti complementa afirmando que “Caso o leilão aconteça, lá seja arrematado e, se acontece, o que é muito provável, um dano ambiental, ele é irreparável e não tem custo. Então, é necessário que se cumpra todo o rito”. O Governo do Estado de Pernambuco, partidos políticos e institutos ambientais entraram com uma ação contra o leilão junto ao Supremo Tribunal Federal (STF), que segue em tramitação.

Pernambuco foi um dos estados que sofreu com o vazamento de óleo que atingiu diversas praias do Nordeste em 2019 e, até hoje, dois anos depois, ainda sofre com os impactos do derramamento, sem que ninguém tenha sido responsabilizado. “Nós vamos continuar muito vigilantes com relação a essa questão, porque a gente viveu uma experiência trágica. Pernambuco não produz petróleo, Pernambuco não tem royalties de petróleo, mas nós tivemos que fazer a limpeza do petróleo, que não foi tirado da costa pernambucana”, analisa o secretário.

::Análise | Por que o mundo não quer explorar petróleo no Brasil::

Como o bloco da Bacia Potiguar pode ser arrematado a qualquer momento, movimentos e organizações que defendem o Meio Ambiente devem continuar em constante vigília. “Se continuarem leiloando, a gente vai continuar pressionando. A gente não está sozinho, a gente está junto com a comunidade, a gente está junto com os órgãos ambientalistas. Então, a gente segue na defesa do meio ambiente, porque esta é a nossa bandeira”, assegura a bióloga.

Fonte: BdF Pernambuco

Edição: Vanessa Gonzaga

Comentários para "Após leilão fracassado, oferta permanente de petróleo é "ameaça eterna" em Fernando de Noronha":

Deixe aqui seu comentário

Preencha os campos abaixo:
obrigatório
obrigatório
Flávio Bolsonaro diz que CPI escolheu depoentes para 'atacarem presidente da República'

Flávio Bolsonaro diz que CPI escolheu depoentes para 'atacarem presidente da República'

Na reta final dos trabalhos da CPI da Covid, parentes de vítimas da COVID-19 compareceram para dar depoimentos causando comoção na comissão. Segundo senador, tudo foi esquematizado para

Estudo detecta

Estudo detecta "pandemia dos não vacinados" no Brasil, como aconteceu nos EUA e em Israel

Vacinação de adolescentes em Salvador (BA); desafio do Brasil é aumentar o alcance da imunização

Pistoleiros ameaçam famílias agricultoras do MST no interior de Tocantins

Pistoleiros ameaçam famílias agricultoras do MST no interior de Tocantins

As intimidações começaram na sexta-feira (15) com ataques a tiros e voltaram a ocorrer neste domingo (17)

Em greve, caminhoneiros dizem que movimento será 'principalmente' em Santos, São Paulo

Em greve, caminhoneiros dizem que movimento será 'principalmente' em Santos, São Paulo

No fim de julho, transportadores da região interromperam as atividades durante um dia, sem impactos à operação do Porto de Santos.

A contragosto, governo vê Câmara aprovar verba de R$ 234 mi para combater covid entre indígenas

A contragosto, governo vê Câmara aprovar verba de R$ 234 mi para combater covid entre indígenas

Indígenas são mais suscetíveis a doenças infectocontagiosas, por isso a pandemia ampliou as ameaças que circundam o segmento

Mais de 200 entidades lançam documento rejeitando MP que extingue Bolsa Família e PAA

Mais de 200 entidades lançam documento rejeitando MP que extingue Bolsa Família e PAA

A MP significa o fim do PAA, instrumento que permite que o poder público adquira a produção de alimentos da agricultura familiar camponesa e doe para instituições que atendem população em situação de vulnerabilidade

Governo não renovará operação das Forças Armadas na Amazônia, diz Mourão

Governo não renovará operação das Forças Armadas na Amazônia, diz Mourão

Mesmo com o fim da operação de Garantia da Lei e da Ordem (GLO), militares continuarão a dar apoio logístico, disse o vice-presidente.

PF desarticula contrabando de ouro de terras indígenas venezuelanas

PF desarticula contrabando de ouro de terras indígenas venezuelanas

Operação La Cadena cumpre 40 mandados de prisão, busca e apreensão

Covid pode ter afetado 'cérebro' de Ciro Gomes, diz Lula após pedetista atacar Dilma Rousseff

Covid pode ter afetado 'cérebro' de Ciro Gomes, diz Lula após pedetista atacar Dilma Rousseff

'Vou decidir no ano que vem', diz Lula sobre ser candidato

"O mundo perdeu a admiração pelo Brasil", diz Gilberto Gil

Um dos maiores artistas da MPB e ex-ministro da Cultura lamentou o retrocesso nacional

Xuxa chama Bolsonaro de 'genocida' e pede que apoiadores deixem de segui-la no Instagram

Xuxa chama Bolsonaro de 'genocida' e pede que apoiadores deixem de segui-la no Instagram

“E você que é a favor da vida, assine o impeachment agora”, completou a apresentadora, ao compartilhar vídeo em que Bolsonaro reclamava por não ter conseguido ver o jogo do Santos por não estar vacinado