×
ContextoExato

Contexto Exato

Brasil - Brasília - Distrito Federal - 29 de janeiro de 2022

Arthur do Val: 'São Paulo é o Estado que mais rejeita Lula e Bolsonaro'

Arthur do Val: 'São Paulo é o Estado que mais rejeita Lula e Bolsonaro'Foto:

Leia os principais trechos da entrevista

Estadão Conteúdo - 14/01/2022 - 10:31:29

O deputado estadual Arthur do Val (Patriota), pré-candidato ao governo de São Paulo, afirmou que o Estado é o que "mais rejeita Lula e Bolsonaro" e, por isso, será decisivo na corrida presidencial. No MBL, o deputado é a ponte com o ex-juiz Sérgio Moro na disputa eleitoral em São Paulo. O presidenciável do Podemos já declarou apoio a uma candidatura de Do Val e, nas redes sociais, disse que o Brasil precisa de sua "locomotiva econômica para sairmos do atoleiro que nos encontramos". Leia os principais trechos da entrevista.


O ex-juiz Sérgio Moro apoia sua candidatura no Estado. Isso se mantém?

Ele é meu candidato e eu sou o candidato dele. Isso está sacramentado. O que se chama de terceira via tem crescido muito. O desafio agora é fazer com que essas pessoas se tornem vibrantes, porque, via de regra, o eleitor da terceira via está cansado. É um eleitor cujo desafio é motivá-lo para que ele vá à luta. Eu e Sérgio Moro estamos completamente envolvidos e eu acredito que seja possível a gente conseguir fugir dessa dicotomia nefasta.


Está consolidada a sua candidatura pelo Patriota?

A gente fez uma lista de exigências para todos os partidos e estamos conversando. A questão partidária é secundária, ela não é fundamental. Nosso pragmatismo, nossa bandeira, nossos valores travam outras lutas que não essa luta da política partidária institucional, isso fica para um segundo plano.


No Patriota, haverá apoio do partido à candidatura do Moro?

O apoio do Patriota à candidatura tem várias camadas. Eu estou no Patriota e vou apoiar o Moro independentemente de qualquer coisa. Mas o apoio institucional é muito mais uma conversa nem do Moro e minha, mas da Renata (Abreu, presidente do Podemos) com o Ovasco (Resende, presidente do Patriota). Estaria o Patriota disposto a fazer isso? Eu não sei. Eu nunca participei dessa parte institucional partidária. O Patriota foi uma plataforma para que eu me candidatasse e colocasse minha chapa à disposição dos eleitores e isso foi cumprido e em 22 é a mesma coisa.


O que o colégio eleitoral de São Paulo significa para uma candidatura de Moro?

O Estado de São Paulo é o que mais rejeita Lula e Bolsonaro e é um Estado que tem uma visão de vanguarda das coisas que acontecem. É claro que o Estado de São Paulo mais uma vez vai fazer história nessa eleição e o Moro enxergou isso, o Moro não é bobo, ele olhou e falou que o Estado é um Estado importante. E ao analisar todos os outros pré-candidatos, fica claro que nenhum deles representa os anseios da terceira via.


Como a sua campanha pretende contribuir com a do ex-juiz?

Com certeza absoluta a nossa base ajuda muito a alavancar a candidatura do Moro, calcada em valores sólidos, em ações que ele vem mostrando ao longo da sua trajetória que são aquilo que o povo de São Paulo faz, fazem história. Por mais que ele seja do Paraná, ele fez parte de uma grande reviravolta histórica na nossa trajetória e isso é complementar.


As informações são do jornal O Estado de S. Paulo.



fonte: Estadão Conteudo




Comentários para "Arthur do Val: 'São Paulo é o Estado que mais rejeita Lula e Bolsonaro'":

Deixe aqui seu comentário

Preencha os campos abaixo:
obrigatório
obrigatório
Ministério da Justiça atualiza classificação indicativa de produções artísticas

Ministério da Justiça atualiza classificação indicativa de produções artísticas

Guia visa evitar expor crianças e adolescentes a conteúdos inadequados

STF precisa reagir a Bolsonaro para não ficar desmoralizado

STF precisa reagir a Bolsonaro para não ficar desmoralizado

Bolsonaro tratou a ordem de Alexandre de Moraes como papel higiênico e levou caso para águas turvas, onde ele pesca desde que violou o regimento do Exército

Setor químico vai à Justiça por isenção fiscal prometida por Bolsonaro

Setor químico vai à Justiça por isenção fiscal prometida por Bolsonaro

Criado em 2013, o Reiq tinha o propósito de gerar maior competitividade ao setor químico brasileiro, com a isenção de 3 65% do PIS e Cofins sobre a compra de matérias-primas básicas.

Moraes nega recurso de Bolsonaro, e impasse sobre depoimento à PF continua

Moraes nega recurso de Bolsonaro, e impasse sobre depoimento à PF continua

Depois de Bolsonaro não comparecer na sede da Polícia Federal, Moraes voltou a ordenar depoimento presencial; na foto, os dois em evento em Brasília, em 2019 -

Sergio Moro quer retomar itens do pacote anticrime em reforma do Judiciário

Sergio Moro quer retomar itens do pacote anticrime em reforma do Judiciário

Plano prevê restrições no acesso à Justiça gratuita

Secretários de Saúde pedem revogação de portaria sobre o kit covid

Secretários de Saúde pedem revogação de portaria sobre o kit covid

Texto cita possibilidade de uso de ivermectina e hidroxicloroquina

Associação pede suspensão de ato do Incra que libera obras em terras quilombolas

Associação pede suspensão de ato do Incra que libera obras em terras quilombolas

As terras quilombolas não foram as únicas afetadas pelas novas normas impostas pelo Incra. Na última semana de 2022, o órgão ligado ao Ministério da Agricultura também abriu os assentamentos agrários do País.

Absorventes, patentes e Eletrobras: Entenda os vetos que o Congresso vai analisar pós-recesso

Absorventes, patentes e Eletrobras: Entenda os vetos que o Congresso vai analisar pós-recesso

Para derrubar os vetos no Congresso, parlamentares precisam reunir a maioria absoluta dos votos nas duas Casas

Brasil cai para 96º lugar em ranking de corrupção da Transparência Internacional

Brasil cai para 96º lugar em ranking de corrupção da Transparência Internacional

A nota representa o terceiro pior resultado nos últimos dez anos.

Escritor e influenciador Olavo de Carvalho morre 8 dias após contrair Covid-19

Escritor e influenciador Olavo de Carvalho morre 8 dias após contrair Covid-19

Olavo de Carvalho, um escritor e influenciador bolsonarista, faleceu aos 74 anos, segundo divulgação em suas redes sociais.

Educação e Trabalho concentram cortes de Bolsonaro; veja quanto cada ministério perde em 2022

Educação e Trabalho concentram cortes de Bolsonaro; veja quanto cada ministério perde em 2022

Decisão foi publicada nesta segunda-feira (24) no Diário Oficial da União