×
ContextoExato

Contexto Exato

Brasil - Brasília - Distrito Federal - 26 de outubro de 2021

Assassinatos de indígenas no Brasil aumentam 22% em dez anos

Assassinatos de indígenas no Brasil aumentam 22% em dez anosFoto: Patrick Raynaud/Fotos Públicas

Protegidos pela Constituição Federal de 1988, indígenas são alvo de ataques permanentes por parte de grupos econômicos interessados em seus territórios

Cristiane Sampaio - Brasil De Fato | Fortaleza (ce) - 31/08/2021 - 15:27:30

Estudo, lançado nesta terça (31), mostra que taxa geral de homicídios no Brasil recuou 20% no mesmo período

O percentual de indígenas assassinados no Brasil saltou 22% ao longo de uma década, considerando o intervalo entre 2009 e 2019. Ao todo, 2.074 vidas indígenas compõem a estatística, revelada nesta terça (31) pelo Atlas da Violência 2021. Os dados sobre a população tradicional são inéditos na pesquisa, que é publicada anualmente e antes não avaliava o segmento.

Ao mesmo tempo em que saltaram entre os indígenas, as mortes violentas sofreram baixa de 20% no mesmo período quando se analisa a taxa geral de homicídios no país, segundo observa o levantamento.

Os especialistas afirmam que os assassinatos de indígenas saltaram de 15 para 18,3 para cada 100 mil habitantes, enquanto os números nacionais da população em geral mostram recuo de 27,2 para 21,7 para cada 100 mil no mesmo intervalo. Os números são colhidos a partir do Sistema de Informações sobre Mortalidade (SIM), do Ministério da Saúde.

O Atlas é produzido pelo Instituto de Pesquisa Econômica Aplicada (Ipea) em parceria com o Fórum Brasileiro de Segurança Pública (FBSP) e o Instituto Jones dos Santos Neves (IJSN). A versão deste ano mostra, por exemplo, que os anos em que houve maior número de mortes de indígenas foram 2017 e 2018, com 247 e 240 registros no país.

Também aponta que os estados do Amazonas, de Roraima e Mato Grosso do Sul lideram o ranking de assassinatos no segmento no quesito dos números absolutos. Os três registraram, respectivamente, 49, 41 e 39 assassinatos.

:: Sob Bolsonaro, 49 toneladas de ouro produzido ilegalmente são vendidas no país em dois anos ::

O dado vem à tona num contexto em que o Brasil vive sob ampliação dos conflitos no campo, embalados pelas disputas por água, terra, recursos naturais e minerais. O ruralismo, a exploração ilegal de madeira e o garimpo estão entre as atividades que protagonizam conflitos com a população tradicional.

Edição: Vivian Virissimo

Comentários para "Assassinatos de indígenas no Brasil aumentam 22% em dez anos":

Deixe aqui seu comentário

Preencha os campos abaixo:
obrigatório
obrigatório
Projeto de Lei sobre pobreza menstrual deve voltar a ser debatido no Congresso

Projeto de Lei sobre pobreza menstrual deve voltar a ser debatido no Congresso

Segundo a Unicef, mais de 4 milhões delas não têm acesso a itens mínimos de cuidados menstruais nas instituições escolares

Combate à intolerância religiosa reforça liberdade de crenças

Combate à intolerância religiosa reforça liberdade de crenças

Dia distrital de luta será marcado pela realização do 4º Diálogos com o Comitê Distrital da Diversidade Religiosa, vinculado à Sejus

Campanha

Campanha "Natal Sem Fome" começou em todo o país

Cada R$1 doado para a campanha

Comissão Interamericana de DH se reúne e ouve denúncia de ataque a povos originários no Brasil

Comissão Interamericana de DH se reúne e ouve denúncia de ataque a povos originários no Brasil

Com a pandemia, a reunião da Comissão foi realizada em ambiente virtual

Roçado Solidário do MST une campo e cidade contra a fome na Região Metropolitana do Recife

Roçado Solidário do MST une campo e cidade contra a fome na Região Metropolitana do Recife

Iniciativa convida voluntários para conhecer como é a produção de alimentos em assentamentos da Reforma Agrária

MST vence prêmio internacional por atuação na garantia de condições dignas para a população

MST vence prêmio internacional por atuação na garantia de condições dignas para a população

Cerimônia de premiação, organizada pela OIT, será realizada virtualmente na próxima sexta-feira (22)

Dia Internacional pela Erradicação da Pobreza ressalta que é preciso fazer ajustes

Dia Internacional pela Erradicação da Pobreza ressalta que é preciso fazer ajustes

ONU pede maior inclusão das vozes das pessoas que vivem na pobreza

No grupo de risco, pessoas com HIV têm menos acesso a vacinas contra Covid-19

No grupo de risco, pessoas com HIV têm menos acesso a vacinas contra Covid-19

Iniciativa quer arrecadar até US$ 5 milhões para o período entre 2021 e 2022

Agressões contra crianças e adolescentes no Brasil chegam a quase 120 mil

Agressões contra crianças e adolescentes no Brasil chegam a quase 120 mil

Em 2020, foram registradas mais de 150 mil denúncias

Desigualdade cresce mais no Brasil do que em outros países, aponta FGV

Desigualdade cresce mais no Brasil do que em outros países, aponta FGV

'Meu filho esqueceu as letras'

Acesso ao meio ambiente saudável é declarado um direito humano

Acesso ao meio ambiente saudável é declarado um direito humano

Árvores são plantadas na República Democrática do Congo para ajudar a combater a mudança climática.