×
ContextoExato

Contexto Exato

Brasil - Brasília - Distrito Federal - 25 de junho de 2022

Associações da PMDF criticam declarações de Ibaneis sobre reajustes

Associações da PMDF criticam declarações de Ibaneis sobre reajustesFoto:

O governador eleito afirmou nessa segunda-feira (10/12) que cogita não dar à Polícia Militar o mesmo percentual da PCDF, de 37%

Por Ana Luiza Vinhote - Metrópoles/ Daniel Ferreira - 12/12/2018 - 01:18:34

Associações da Polícia Militar do Distrito Federal (PMDF) não gostaram das declarações de Ibaneis Rocha (MDB) de que cogita dar à categoria um reajuste inferior ao prometido à Polícia Civil (PCDF). O governador eleito disse nessa segunda-feira (10/12) que os PMs podem não ter o mesmo índice de aumento – de 37%.

Um dos argumentos do emedebista é que, somadas as gratificações dos policiais militares, a diferença de remuneração entre as corporações não fica “tão grande”. No entanto, a afirmação não caiu bem entre a categoria.

Segundo o presidente da Associação dos Oficiais (Asof) da PMDF, tenente-coronel Eduardo Naime, essas gratificações são, na verdade, verbas indenizatórias – como auxílio-alimentação e fardamento. “O coronel não leva esse valor para a reserva. Em relação a um delegado inativo, a diferença salarial é enorme”, contra-argumentou.

Mais sobre o assunto

Ainda de acordo com o tenente-coronel, Ibaneis precisa de pessoas que o ajudem a conhecer a gestão orçamentária da corporação, “pois as premissas estão equivocadas”. “Não estão levando em consideração a ascensão profissional. Devemos lembrar que um delegado chega ao topo da carreira com 13 anos, enquanto um oficial militar, que seria a carreira correlata, vai chegar ao topo com 27 anos”, explicou.

O coordenador do Fórum das Associações Representativas dos Policiais Militares e dos Bombeiros Militares do DF, coronel Mauro Manuel Brambila, também teceu críticas às pretensões do governador eleito. “Não há uma hierarquia entre os segmentos que compõem a segurança pública da cidade. O que for diferente disso, discordaremos e ficaremos insatisfeitos”, disse.

Falta de diálogo
Outra reclamação do coronel é a falta de tratativas com o governo de transição. Segundo ele, Ibaneis não ouviu os militares. “Como não participamos da transição, fomos marginalizados. Podemos contribuir de forma positiva com diálogo, mas até agora não fomos chamados para isso”, reclamou.

Outra afirmação de Ibaneis Rocha que causou estranhamento entre os militares foi sobre o fim da briga dos policiais. “Se continuarem insistindo, terão muitos problemas com o governo. Estou aqui para apoiá-los na recuperação da segurança do DF, mas vai ter que ter um comando único”, informou o governador eleito.

Porém, o presidente da Associação dos Militares Estaduais do Brasil (Amebrasil), coronel Wellington Nascimento, acredita que, ao cogitar não dar à PMDF o reajuste, Ibaneis acaba reforçando o conflito. “Todos prestamos serviços à sociedade. Por que não equipara o coronel com o delegado especial? Se Polícia Civil é remunerada por subsídio, a Polícia Militar também deveria ser. Estamos há vários anos sem aumento de salário”, reclamou.

Comentários para "Associações da PMDF criticam declarações de Ibaneis sobre reajustes":

Deixe aqui seu comentário

Preencha os campos abaixo:
obrigatório
obrigatório
China pede solidariedade e abertura à medida que o mundo enfrenta mudanças

China pede solidariedade e abertura à medida que o mundo enfrenta mudanças

A comunidade internacional deve defender a Carta das Nações Unidas e se esforçar para manter a paz em um mundo volátil, disse ele.

Vitória de Gustavo Petro fortalece avanço da esquerda na América do Sul

Vitória de Gustavo Petro fortalece avanço da esquerda na América do Sul

Segundo analistas, trata-se de uma "mudança de maré" provocada pelo descontentamento com governantes anteriores.

Major Carvalho, apelidado de 'Pablo Escobar' brasileiro, é preso na Hungria

Major Carvalho, apelidado de 'Pablo Escobar' brasileiro, é preso na Hungria

A Polícia Federal brasileira informou que a prisão decorreu das investigações desenvolvidas no âmbito da Operação Enterprise

Itamaraty parabeniza Gustavo Petro por vitória eleitoral na Colômbia

Itamaraty parabeniza Gustavo Petro por vitória eleitoral na Colômbia

Jair Bolsonaro na abertura do Fórum de Investimentos Brasil 2022, em 14 de junho de 2022 © Alan Santos / Palácio do Planalto / CCBY 2.0

222 milhões de crianças afetadas pela crise precisam urgentemente de assistência educacional

222 milhões de crianças afetadas pela crise precisam urgentemente de assistência educacional

A Educação Não Pode Esperar

Ball Corporation avança em investimentos na América do Sul com nova fábrica de latas de alumínio no Peru

Ball Corporation avança em investimentos na América do Sul com nova fábrica de latas de alumínio no Peru

A empresa, líder global em embalagens sustentáveis de alumínio, anunciou abertura que vai gerar mais de 100 empregos diretos e 300 indiretos.

ACNUR solicita apoio urgente para ajudar quase 16 mil pessoas forçadas a se deslocar em Burkina Faso

ACNUR solicita apoio urgente para ajudar quase 16 mil pessoas forçadas a se deslocar em Burkina Faso

Milhares de burquinenses que se deslocaram pelo massacre em Seytenga encontraram segurança além da fronteira com o Níger.

Estados Unidos alertaram sobre projeto de bagagem gratuita vetado por Bolsonaro

Estados Unidos alertaram sobre projeto de bagagem gratuita vetado por Bolsonaro

Acordo foi assinado em março de 2011, no governo Dilma Rousseff, e entrou em vigor em maio de 2018, na gestão de Michel Temer, após aprovação pelo Congresso.

Liderança da UE diz que crime no AM é fruto da postura de Bolsonaro; aliados criticam presidente

Liderança da UE diz que crime no AM é fruto da postura de Bolsonaro; aliados criticam presidente

Aliados de Bolsonaro acham que presidente errou

FC Barcelona e Acnur formam parceria para apoiar crianças refugiadas

FC Barcelona e Acnur formam parceria para apoiar crianças refugiadas

O logotipo do Acnur é apresentado, pela primeira vez, no uniforme dos jogadores da principal equipe masculina e feminina do time espanhol

Cartéis de Miami, Medellín e Sinaloa sustentam um Estado paralelo na Amazônia

Cartéis de Miami, Medellín e Sinaloa sustentam um Estado paralelo na Amazônia

Apesar de toda a movimentação militar em Atalaia, amigos de Pelado continuam entrando e saindo de terras indígenas com embarcações que levam freezers para pescados