×
ContextoExato

Contexto Exato

Brasil - Brasília - Distrito Federal - 28 de novembro de 2021

Ataque cibernético é ato de guerra, diz especialista

Ataque cibernético é ato de guerra, diz especialistaFoto: Pixabay

“Existe um sistema 100% seguro: aquele que você desenvolve e joga no mar e ninguém usa ou conecta.”

Denise Rothenburg-correio Braziliense - 07/12/2019 - 10:58:35

Em sua apresentação na Re: Invent 2019, a vice-presidente global do setor público da AWS, Teresa Carlson, classificou os ataques cibernéticos, que se tornaram comuns em várias partes do mundo, como “atos de guerra”, que devem ser tratados pelos governos como “terrorismo”. Contra as investidas desses hackers, ela aconselha a todas as instituições, sejam públicas ou privadas, que “criptografem tudo”.

Stephen Schmidt, da área de segurança de dados da AWS, reforça a recomendação de Teresa com uma ironia: “Existe um sistema 100% seguro: aquele que você desenvolve e joga no mar e ninguém usa ou conecta.”



A segurança de dados é considerada um dos maiores desafios do mundo conectado. E, hoje, quanto mais os serviços são digitalizados, mais sujeitos a ataques e maiores os impactos na vida das pessoas. Na área pública, Teresa citou vários exemplos, como os ocorridos recentemente em Johanesburgo, na África do Sul, e em Atlanta, nos Estados Unidos. No primeiro caso, em julho e outubro passado, a maior cidade sul-africana sofreu ataques de "ransomware", um sistema nocivo que bloqueia acessos e sequestra dados, obrigando os usuários a pagarem regaste para tê-los de volta. Inicialmente, o sistema de energia foi “aprisionado”, depois foram funcionários da prefeitura que ficaram sem poder acessar suas estações de trabalho.


No segundo caso, ano passado, o sistema da prefeitura de Atlanta ficou parado por cinco dias. Dois hackers iranianos foram detidos, acusados do sequestro do banco de dados da cidade.


A má notícia é que não há meios de garantir que tais invasões não vão ocorrer. O que é possível é tentar se precaver. Enquanto Teresa, que comanda a área da AWS que faz a interface com os setores público, de educação e ONGs, recomenda backups constantes para poder recuperar o que for “sequestrado”, Stephen alerta para a necessidade de checagens e reforços constantes na segurança para evitar esses ataques. “É um trabalho que não termina”, assegura.


O serviço em nuvem, no qual as operadoras, como a AWS, fazem a atualização constante dos sistemas, é considerado o mais seguro para evitar essas agressões. Nos Estados Unidos, o FBI (a polícia federal americana) é um cliente. Porém, a migração de sistemas é complexa, e cada cidade ou serviço deve escolher o que considera melhor para o seu negócio. Mas seja qual for o caminho, não dá para trafegar sem atenção ou criptografia. O mundo virtual, dizem os entendidos, é um lugar onde todo o cuidado é pouco.

A repórter viajou a convite da AWS

Comentários para "Ataque cibernético é ato de guerra, diz especialista":

Deixe aqui seu comentário

Preencha os campos abaixo:
obrigatório
obrigatório
Parque Ecológico de Santa Maria ganha mutirão de plantio de mudas

Parque Ecológico de Santa Maria ganha mutirão de plantio de mudas

Um dos objetivos da ação foi enfatizar a importância do meio ambiente para a qualidade de vida das pessoas

Fim de semana com muitas atrações culturais no Distrito Federal, confira

Fim de semana com muitas atrações culturais no Distrito Federal, confira

Festival é indicado para para famílias com crianças de 0 a 5 anos de idade

Memorial dos Povos Indígenas reabre com exposição inédita e gratuita

Memorial dos Povos Indígenas reabre com exposição inédita e gratuita

Após reforma, Memorial dos Povos Indígenas reabre com exposição inédita de peças e utensílios de povos originários

Projeto Alma Brasileira realiza temporada em escolas públicas do DF

Projeto Alma Brasileira realiza temporada em escolas públicas do DF

Com a retomada das escolas públicas às atividades presenciais nesta nova fase da crise sanitária, a proposta dos músicos é levar uma motivação extra às aulas presenciais.

Praça da República é reinaugurada com programação  especial

Praça da República é reinaugurada com programação especial

Estão confirmados o grupo Samba Urgente, Digão (Raimundos), Philippe Seabra (Plebe Rude), GOG (foto), Bboy Samuka (breakdancer), Turko (grafiteiro), Realleza (rapper e cantora) e Tio André (mágico), entre outros

Memorial dos Povos Indígenas reabre com mostra inédita no Distrito Federal

Memorial dos Povos Indígenas reabre com mostra inédita no Distrito Federal

A mostra traz fração do lote de oito mil artefatos apreendidos pela Polícia Federal do contrabando de objetos indígenas e doados à Secec

Parque Nacional de Brasília reabre acesso a piscinas da Água Mineral

Parque Nacional de Brasília reabre acesso a piscinas da Água Mineral

Chamado de Água Mineral, local pode receber 1,5 mil visitantes por dia

Exposição mostra como seria Brasília desenhada por outros arquitetos

Exposição mostra como seria Brasília desenhada por outros arquitetos

Projeto desenhado por Lúcio Costa foi o vencedor em 1957

“Brasília é bem planejada e inovação está no cerne da cidade”, diz CEO

“Brasília é bem planejada e inovação está no cerne da cidade”, diz CEO

O roteiro deste sábado (20) da coordenação da Web Summit incluiu evento com empreendedores de startups e sobrevoo de helicóptero por Brasília

Aulas, debates, histórias e ações plantam esperança e educação antirracista no DF

Aulas, debates, histórias e ações plantam esperança e educação antirracista no DF

Zenilda Vilarins Cardozo conversa com crianças da EC 3 do Gama

Dia da Consciência Negra no Distrito Federal promete fazer história

Dia da Consciência Negra no Distrito Federal promete fazer história

Todos os eventos são gratuitos, de classificação livre e será feita arrecadação de 1 kg de alimento não perecível para doação de cestas básicas a famílias em situação de vulnerabilidade social do DF.