×
ContextoExato

Contexto Exato

Brasil - Brasília - Distrito Federal - 16 de maio de 2022

Ataque cibernético é ato de guerra, diz especialista

Ataque cibernético é ato de guerra, diz especialistaFoto: Pixabay

“Existe um sistema 100% seguro: aquele que você desenvolve e joga no mar e ninguém usa ou conecta.”

Denise Rothenburg-correio Braziliense - 07/12/2019 - 10:58:35

Em sua apresentação na Re: Invent 2019, a vice-presidente global do setor público da AWS, Teresa Carlson, classificou os ataques cibernéticos, que se tornaram comuns em várias partes do mundo, como “atos de guerra”, que devem ser tratados pelos governos como “terrorismo”. Contra as investidas desses hackers, ela aconselha a todas as instituições, sejam públicas ou privadas, que “criptografem tudo”.

Stephen Schmidt, da área de segurança de dados da AWS, reforça a recomendação de Teresa com uma ironia: “Existe um sistema 100% seguro: aquele que você desenvolve e joga no mar e ninguém usa ou conecta.”



A segurança de dados é considerada um dos maiores desafios do mundo conectado. E, hoje, quanto mais os serviços são digitalizados, mais sujeitos a ataques e maiores os impactos na vida das pessoas. Na área pública, Teresa citou vários exemplos, como os ocorridos recentemente em Johanesburgo, na África do Sul, e em Atlanta, nos Estados Unidos. No primeiro caso, em julho e outubro passado, a maior cidade sul-africana sofreu ataques de "ransomware", um sistema nocivo que bloqueia acessos e sequestra dados, obrigando os usuários a pagarem regaste para tê-los de volta. Inicialmente, o sistema de energia foi “aprisionado”, depois foram funcionários da prefeitura que ficaram sem poder acessar suas estações de trabalho.


No segundo caso, ano passado, o sistema da prefeitura de Atlanta ficou parado por cinco dias. Dois hackers iranianos foram detidos, acusados do sequestro do banco de dados da cidade.


A má notícia é que não há meios de garantir que tais invasões não vão ocorrer. O que é possível é tentar se precaver. Enquanto Teresa, que comanda a área da AWS que faz a interface com os setores público, de educação e ONGs, recomenda backups constantes para poder recuperar o que for “sequestrado”, Stephen alerta para a necessidade de checagens e reforços constantes na segurança para evitar esses ataques. “É um trabalho que não termina”, assegura.


O serviço em nuvem, no qual as operadoras, como a AWS, fazem a atualização constante dos sistemas, é considerado o mais seguro para evitar essas agressões. Nos Estados Unidos, o FBI (a polícia federal americana) é um cliente. Porém, a migração de sistemas é complexa, e cada cidade ou serviço deve escolher o que considera melhor para o seu negócio. Mas seja qual for o caminho, não dá para trafegar sem atenção ou criptografia. O mundo virtual, dizem os entendidos, é um lugar onde todo o cuidado é pouco.

A repórter viajou a convite da AWS

Comentários para "Ataque cibernético é ato de guerra, diz especialista":

Deixe aqui seu comentário

Preencha os campos abaixo:
obrigatório
obrigatório
Revista portuguesa publica artigo de Juiz do TJDFT sobre inovação

Revista portuguesa publica artigo de Juiz do TJDFT sobre inovação

No texto, o magistrado do TJDFT trata da abordagem do New Public Service, no âmbito dos estudos ligados à Administração

Verdades que ninguém te conta: A importância de falar sobre a maternidade real

Verdades que ninguém te conta: A importância de falar sobre a maternidade real

Livro recém-lançado pela Editora MOL em parceria com a Tip Top reúne relatos de mulheres sobre os desafios reais que chegam com a vida de mãe, como as mudanças no corpo e os julgamentos externos

Bolsonaro veta integralmente Lei Aldir Blanc, que previa R$ 3 bilhões anuais ao setor cultural

Bolsonaro veta integralmente Lei Aldir Blanc, que previa R$ 3 bilhões anuais ao setor cultural

Texto de autoria da deputada Jandira Feghali (PCdoB-RJ) calcula que medida alcançaria 4.176 municípios brasileiros

Cópia restaurada de 'Deus e o Diabo na Terra do Sol' será exibida em Cannes

Cópia restaurada de 'Deus e o Diabo na Terra do Sol' será exibida em Cannes

A última versão digitalizada do filme é de 2002 e tem qualidade inferior à atual

Autora estreante lança livro criado a partir do desejo de se comunicar durante a pandemia

Autora estreante lança livro criado a partir do desejo de se comunicar durante a pandemia

“Quando escrevo, é para me lembrar da esperança que eu mesma sei que tenho”, diz Nathália Ferreira

Eu acredito no livro!

Eu acredito no livro!

Numa necessidade rápida, até podemos contar com um trago de águas quase podres, mas para a vida, para beber água viva, o livro é o único lugar onde nos encontraremos com a civilização, com o melhor dela

Ribeirão Preto celebra a literatura nacional com o 'Revolução Poética na Fábrica'

Ribeirão Preto celebra a literatura nacional com o 'Revolução Poética na Fábrica'

Serão cindo dias de programação gratuita, reunindo 14 autores de referência do universo cultural brasileiro

Capas influenciam quase 30% das crianças na escolha do livro

Capas influenciam quase 30% das crianças na escolha do livro

Diante das diversas motivações que podem influenciar na escolha de um livro antes da compra, a capa é uma das mais citadas pelos entrevistados, em especial entre as crianças

Livro detalha o primeiro disco lançado por Nara Leão, em 1964

Livro detalha o primeiro disco lançado por Nara Leão, em 1964

O álbum traz ainda Berimbau, de Vinicius e Baden Powell, que ainda nem era chamado de afro-samba. Outro exemplo: a faixa Nanã (Coisa Nº 5), que estaria no clássico disco Coisas, de Moacir Santos, lançado em 1965.

Quarteto de cordas lança álbum com obras de compositoras brasileiras

Quarteto de cordas lança álbum com obras de compositoras brasileiras

Pelos temas, pelas múltiplas estéticas e pela interpretação, o disco se faz a partir de diferentes, pessoais e fascinantes olhares

A história do mafioso que desafiou a máfia

A história do mafioso que desafiou a máfia

No filme, ele conta a história de um mafioso de verdade, Tommaso Buscetta, membro da Cosa Nostra que delatou seus antigos companheiros para o famoso magistrado Giovanni Falcone.