×
ContextoExato

Aviação na América Latina ainda enfrentará vários desafios para voltar ao normal

Aviação na América Latina ainda enfrentará vários desafios para voltar ao normalFoto: Unsplash/Gerrie van der Walt

Presidente do Conselho da Organização da Aviação Civil Internacional, Icao, diz que redução de passageiros deve ser de 41% a 50% este ano comparada à queda de 60% ocorrida no mesmo período no ano passado

Onu News - 20/04/2021 - 14:44:31

Líderes do setor de aviação civil na América Latina foram alertados para uma série de desafios à medida que a região começa a se recuperar da pandemia.

Num evento, o presidente do Conselho da Organização da Aviação Internacional, Icao, afirmou que o setor deve voltar ao normal após fortes quedas no número de passageiros confinados pela Covid-19.

Alinhamento

Salvatore Sciacchitano discursou no evento Hermes Transporte Aéreo “Resiliência e eficiência por meio de liderança e cooperação” na era pós-Covid.

Turistas, como estes no Aeroporto de Bangkok, ainda enfrentam muitas restrições de viagem devido às medidas de controle da pandemia

No ano passado, o número de passageiros caiu 60%. Este ano, a projeção de redução é de 41% a 50%, segundo o representante da Icao.

Sciacchitano disse que a Força-Tarefa de Recuperação da Aviação identificou novas prioridades para ajudar o alinhamento internacional das medidas e promover uma cooperação público-privada mais eficiente entre governos e a indústria de aviação.

A Força-Tarefa também emitiu diretrizes e recomendações para as estratégias de gerenciamento de riscos dos países.

Certificados de vacina

O grupo apoia a criação de corredores de saúde pública para viagem e a promoção de vacinação global além de serviços multilaterais de tráfego de cargas.

O presidente do Conselho contou que essas medidas são a favor de certificados padronizados de testagem de Covid-19.

Para os especialistas, os tripulantes também devem ter sua vacinação atualizada. Deve haver prioridades de segurança na recuperação do setor e um chamado para a aviação nacional civil e os encarregados de transporte advogarem, com mais vigor, para a saúde pública no transporte aéreo e outras prioridades econômicas.

Passageiros com máscaras e ponchos descartáveis no Aeroporto Internacional Don Mueang, em Bangcoc, Tailândia.

Viagens mais seguras

As implicações profundas e de longo prazo para os modelos tradicionais de transporte aéreo e operações pós-pandemia são uma preocupação para os líderes do setor.

No momento, a discussão é se isso se deve à aceleração da digitalização ou a maiores expectativas dos passageiros por opções de viagem mais seguras e sustentáveis após a pandemia.

O presidente do Conselho da Icao também falou dos níveis atuais de cooperação e informação sobre as estratégias de recuperação e as lições aprendidas pelos países durante a pandemia.

Para ele, a Covid-19 não é só uma crise de saúde, mas também uma crise econômico-financeira para os governos.

Em outubro, a Icao deve realizar uma conferência sobre a recuperação do setor.

Salvatore Sciacchitano elogiou os países latino-americanos pela liberalização do acordo regional de carregamentos aéreos para aumentar o transporte da vacina e melhorar as condições de recuperação a longo prazo.

Comentários para "Aviação na América Latina ainda enfrentará vários desafios para voltar ao normal":

Deixe aqui seu comentário

Preencha os campos abaixo:
obrigatório
obrigatório