×
ContextoExato

Contexto Exato

Brasil - Brasília - Distrito Federal - 30 de novembro de 2021

Ayres Britto diz que Lei do Abuso ‘inibe independência do magistrado, que se vê criminalizado’

Ayres Britto diz que Lei do Abuso ‘inibe independência do magistrado, que se vê criminalizado’Foto: José Cruz/Agência Brasil

Em parecer jurídico elaborado a pedido da Associação dos Magistrados Brasileiros, ex-ministro do Supremo aponta inconstitucionalidades no texto da Lei 13.869

Estadão Conteúdo - 28/10/2019 - 16:57:22

O ministro aposentado do Supremo , Carlos Ayres Britto , aponta inconstitucionalidades em dispositivos da Lei 13.869/2019, a Lei do Abuso de Autoridade – que dispõe sobre crimes atribuídos a agentes públicos -, em parecer jurídico elaborado a pedido da Associação dos Magistrados Brasileiros (AMB), maior e mais importante entidade de classe.

O documento foi entregue pela AMB, na sexta, 25, ao ministro Celso de Mello , relator da Ação Direta de Inconstitucionalidade (ADI) 6.236 ajuizada pela entidade na Corte, em 28 de setembro.


De acordo com Ayres Britto, ‘a lei inibe a prestação jurisdicional e a independência do magistrado, que se vê criminalizado por uma interpretação dada a norma geral’.

“Nenhum diploma jurídico infraconstitucional pode ter a pretensão de ditar as coordenadas mentais do juiz-juiz, ou instância judicante colegiada, para conhecer do descritor e do prescritor dessa ou daquela norma geral a aplicar por forma tipicamente jurisdicional”, sustenta o ex-ministro.

LEIA TAMBÉM >Abuso de Autoridade criminaliza juiz e encarcera a Justiça

Documento

Carlos Ayres Brito: ‘a lei inibe a prestação jurisdicional e a independência do magistrado’.

“É exatamente essa autonomia de ordem técnica, autonomia de quem presta a jurisdição como atividade estatal-finalística ou por definição, que assiste a todo e qualquer magistrado, seja qual for o grau de jurisdição”, segue Ayres Britto. “Agindo solitariamente ou então como integrante desse ou daquele tribunal judiciário.”

Para ele, ‘essa autonomia técnica imprime ganhos de funcionalidade sistêmica ou plenitude de sentido às prorrogativas institucionais da independência, do autogoverno e da autonomia administrativa-financeira do Poder Judiciário’.

Documento

De acordo com o parecer, são inconstitucionais (material e formal) os seguintes dispositivos da lei:

  • Artigo 9.º (decretar medida de privação da liberdade em manifesta desconformidade com as hipóteses legais);
  • Artigo 10 (decretar a condução coercitiva de testemunha ou investigado manifestamente descabida ou sem prévia intimação de comparecimento ao juízo);
  • Artigo 20 (impedir, sem justa causa, a entrevista pessoal e reservada do preso com seu advogado);
  • Artigo 25 (proceder à obtenção de prova, em procedimento de investigação ou fiscalização, por meio manifestamente ilícito);
  • Artigo 36 (decretar, em processo judicial, a indisponibilidade de ativos financeiros em quantia que extrapole exacerbadamente o valor estimado para a satisfação da dívida da parte e, ante a demonstração, pela parte, da excessividade da medida, deixar de corrigi-la);
  • Artigo 43, que altera a Lei Federal 8.906/94 (Estatuto da Advocacia e a Ordem dos Advogados do Brasil), estabelecendo como crime a violação das prerrogativas profissionais do advogado.

Sobre o artigo 43, ressalta o parecer de Ayres Britto que ‘o tema se inscreve nos concomitantes princípios da reserva de Constituição e da Lei Complementar veiculadora do Estatuto da Magistratura. Cabendo à Lei da Advocacia aportar outros meios de conciliar a aplicabilidade dos dois orgânicos diplomas, porém sem criminalizar jamais a interpretação judicial dessa ou daquela normal geral (o inconcebível crime de hermenêutica)’.

NOTÍCIAS RELACIONADAS

Comentários para "Ayres Britto diz que Lei do Abuso ‘inibe independência do magistrado, que se vê criminalizado’":

Deixe aqui seu comentário

Preencha os campos abaixo:
obrigatório
obrigatório
ONU Mulheres lança estudo “Dimensões da Violência contra Defensoras de Direitos Humanos no Brasil”

ONU Mulheres lança estudo “Dimensões da Violência contra Defensoras de Direitos Humanos no Brasil”

O lançamento do estudo integrou a agenda de ações os 16 Dias de Ativismo pelo Fim da Violência contra as Mulheres

Pesquisadores criam proteção que amortece impacto de batidas em postes

Pesquisadores criam proteção que amortece impacto de batidas em postes

Equipamento diminui gravidade de acidentes e ocupantes dos veículos

Cinquenta e dois pesquisadores da Capes anunciam renúncia coletiva

Cinquenta e dois pesquisadores da Capes anunciam renúncia coletiva

A Capes é uma agência de fomento à pesquisa, ligada ao Ministério da Educação (MEC), que tem como missão avaliar os cursos de pós-graduação no Brasil e divulgar informações científicas. Desde abril deste ano, a Capes é presidida pela reitora do Centro Universitário de Bauru, Claudia Mansani Queda de Toledo.

Salvador cancela festa de réveillon por mais casos na Europa e variante ômicron

Salvador cancela festa de réveillon por mais casos na Europa e variante ômicron

Enquanto pesquisadores ainda tentam entender as características da nova cepa, medidas de controle, como restrição da entrada de estrangeiros, têm sido adotadas em países da Europa e de outros continentes.

Família tem visto revogado após ajudar parente a entrar ilegalmente nos Estados Unidos

Família tem visto revogado após ajudar parente a entrar ilegalmente nos Estados Unidos

Morar nos Estados Unidos e viver em busca do sonho americano é o desejo de vários brasileiros

Operação apreende 30 t de produtos irregulares para nutrição animal na PB e no RN

Operação apreende 30 t de produtos irregulares para nutrição animal na PB e no RN

Segundo comunicado do Ministério da Agricultura, na ação também foram fiscalizados 26 carros e 75 caminhões e veículos de cargas e apreendidas 3.520 embalagens que seriam reutilizadas.

Operação contra balsas de garimpo no Rio Madeira destruiu 131 dragas

Operação contra balsas de garimpo no Rio Madeira destruiu 131 dragas

Não houve nenhum registro de violência, uso de força ou disparo de arma de fogo, segundo o superintendente da Polícia Federal no Amazonas, Leandro Almada.

Com voos cancelados, brasileiros na África do Sul pedem ajuda a consulado

Com voos cancelados, brasileiros na África do Sul pedem ajuda a consulado

Mesmo autorizados a voltar ao país, brasileiros que estão na África do Sul não conseguem encontrar voos para o retorno.

Queima de equipamento busca barrar garimpo ilegal ao longo do Rio Madeira

Queima de equipamento busca barrar garimpo ilegal ao longo do Rio Madeira

O que se pretende com esse gesto, que é frequentemente criticado pelo presidente Jair Bolsonaro, é inviabilizar o maquinário utilizado para a prática do crime ambiental.

Após perder o emprego, motorista muda de vida trabalhando com transporte por app

Após perder o emprego, motorista muda de vida trabalhando com transporte por app

Segundo o levantamento, as 331 mil oportunidades em solo brasileiro surgiram a partir dos hábitos de consumo e da atividade econômica dos motoristas que usam a 99 para gerar renda.

Pix Saque e Pix Troco estão disponíveis a partir de hoje

Pix Saque e Pix Troco estão disponíveis a partir de hoje

Cliente poderá fazer saque em locais como padarias e supermercados