×
ContextoExato

Bem estar dos animais

Bem estar dos animaisFoto: Divulgação

Bem-estar animal requer prevenção de doenças e tratamento veterinário apropriados, abrigo, manejo e nutrição apropriados.

Casa Da Redação Assessoria De Imprensa E Comunicação - 27/02/2020 - 16:12:46

Sabemos que os animais sentem sofrimento, dor, prazer, felicidade. Mais difícil é saber quando estão irritados, estressados, deprimidos ou o que os aborrece. E, sem esse conhecimento, como melhorar suas condições e afastar deles as ameaças à qualidade de vida?

Quando falamos de bem-estar animal significa como um animal está lidando com as condições em que vive. De acordo com a veterinária Camila Maximiano, da Clínica Pompeu, um animal está em bom estado de bem-estar se estiver saudável, confortável, bem nutrido, seguro, for capaz de expressar seu comportamento inato, e se não está sofrendo com estados desagradáveis, tais como dor, medo e angústia. Bem-estar animal requer prevenção de doenças e tratamento veterinário apropriados, abrigo, manejo e nutrição apropriados.

As chamadas “5 liberdades” são um instrumento reconhecido mundialmente para diagnosticar o bem-estar animal e incluem os principais aspectos que influenciam a qualidade de vida do animal, sendo visto como uma espécie de declaração dos direitos dos bichos.

1. Estar livre de fome e sede

Os animais devem ter acesso a água e alimento na quantidade, qualidade e frequência adequados para manter sua saúde e vigor. Caso o animal não tenha acesso à uma dieta adequada e hidratação apropriada, pode haver desequilíbrio nutricional, desenvolvendo doenças.

2. Estar livre de desconforto

O ambiente em que eles vivem deve ser adequado a cada espécie, com condições de abrigo, descanso, temperatura adequados e que proporcionem conforto.

3. Estar livre de dor doença e injúria

Os responsáveis pela criação devem garantir prevenção, rápido diagnóstico e tratamento adequado aos animais, mantendo o contato direto com o médico veterinário, protegendo também, assim, a saúde única, entre animais e humanos levando em conta o cuidado com o meio ambiente.

4. Ter liberdade para expressar os comportamentos naturais da espécie

Os animais devem ter a liberdade para se comportar naturalmente, o que exige espaço suficiente, instalações adequadas e a companhia da sua própria espécie. Por isso é importante estimular os animais com tarefas e objetos que permitam seus comportamentos naturais.

5. Estar livre de medo e de estresse

Não é só o sofrimento físico que precisa ser evitado. Os animais também não devem ser submetidos a condições que os levem ao sofrimento mental, para que não fiquem assustados ou estressados, por exemplo.

Camila indica promover o bem-estar do seu pet garantindo esses princípios e conversar sempre com o médico veterinário de confiança sobre o melhor manejo e cuidados. Cada animal é único e sua família também, por isso, todos os aspectos de vida devem ser pensados, individualmente, para alcançar o bem-estar de todos e muita felicidade.

Serviço:

Pompeu Clínica Veterinária (61) 3711-9006 / 99277-2738

SHIN – CA 10 – Loja 12 - Lago Norte - Brasília-DF

pompeuveterinaria@gmail.com

Comentários para "Bem estar dos animais":

Deixe aqui seu comentário

Preencha os campos abaixo:
obrigatório
obrigatório