×
ContextoExato
Responsive image

“Bolsonaristas fascistoides”, diz Celso de Mello sobre ameaças a juízes

“Bolsonaristas fascistoides”, diz Celso de Mello sobre ameaças a juízesFoto: Daniel Ferreira - Metrópoles

Para o ministro do Supremo Tribunal Federal (STF), mensagens revelam "face criminosa de quem abomina a liberdade e ultraja a democracia"

Bruna Aidar - Metrópoles - 22/05/2020 - 07:52:35

O ministro do Supremo Tribunal Federal (STF) Celso de Mello chamou os responsáveis por ameaças a juízes do Distrito Federal de “bolsonaristas fascistoides, covardes e ignorantes”. As declarações foram dadas à jornalista Mônica Bergamo, da Folha de S.Paulo.

Para ele, os autores revelam, “com tais ameaças, a sua face criminosa, própria de quem abomina a liberdade e ultraja os signos da democracia”.

Nesta quinta-feira (21/05), policiais civis do DF e promotores do Ministério Público do Distrito Federal e Territórios (MPDFT) prenderam, no residencial de luxo Lake Side, às margens do Lago Paranoá, dois homens acusados de enviar ameaças de morte a magistrados e políticos.

Na véspera, como mostrou a coluna Grande Angular, os juízes do Tribunal de Justiça do Distrito Federal e dos Territórios (TJDFT) receberam mensagens anônimas com ameaças de morte não só a eles, mas também a “políticos, juízes, promotores, chefes de gabinetes, assessores, parentes, protetores e demônios de toda sorte (sic)”.

O texto fala em “convocar a população” para “matar em legítima defesa de si mesmo e da pátria” (sic), durante um “Estado de Sítio” comandado pelo general e ministro da Casa Civil de Jair Bolsonaro (sem partido), Braga Netto – o auxiliar pediu que haja investigação e responsabilização dos responsáveis pelos disparos.

Comentários para "“Bolsonaristas fascistoides”, diz Celso de Mello sobre ameaças a juízes":

Deixe aqui seu comentário

Preencha os campos abaixo:
obrigatório
obrigatório