×
ContextoExato
Responsive image

Bolsonaro “está arrastando o Brasil para uma calamidade”, aponta diário britânico The Guardian

Bolsonaro “está arrastando o Brasil para uma calamidade”, aponta diário britânico The GuardianFoto: Tribuna da Internet

Ações de Bolsonaro são infantis, surreais e irresponsáveis

Fernando Borges - Correio Braziliense / Tribuna Da Internet - 13/04/2020 - 13:10:47

O diário britânico The Guardian voltou a criticar o posicionamento de Jair Bolsonaro em meio à pandemia do novo coronavírus, afirmando que o presidente “está arrastando o Brasil para uma calamidade”.

“Bolsonaro é um dos quatro líderes mundiais que ainda subestima a ameaça do coronavírus à saúde pública, ao lado dos presidentes autoritários da Nicarágua, Bielorrússia e Turquemenistão”, disse o trecho do texto publicado neste domingo.

QUEBRA DE PROTOCOLOS – O periódico citou a fala do presidente brasileiro (“Ninguém impedirá meu direito de ir e vir”) e lembrou que Bolsonaro descumpriu as recomendações de distanciamento de seu próprio Ministério da Saúde durante um ‘passeio’ na última sexta-feira em Brasília.

Na ocasião, o chefe do executivo foi filmado limpando o nariz com parte do braço e a mão antes de apertar a mão de uma senhora idosa. “Especialistas em saúde pública e doenças infecciosas acreditam que esse comportamento está corroendo as únicas medidas existentes entre o Brasil – que sofreu mais de 1.000 mortes por Covid-19 – e uma calamidade na saúde”, diz o jornal, que traz depoimento de vários especialistas e médicos.

“INFANTIL” – Um deles, que pediu para não ser identificado, chamou as ações de Bolsonaro de “infantil” e “surreal”. “As pessoas vão ficar doentes [no Brasil] e, se ficarem doentes ao mesmo tempo, nos encontraremos na mesma situação que a Itália e Wuhan”.

Ricardo Sobhie Diaz, especialista em doenças infecciosas da Universidade Federal de São Paulo, disse ao “The Guardian” que “também há consenso de que, ao afastar o distanciamento, Bolsonaro está prejudicando sua implementação. “Tudo o que ele diz e faz tem um impacto intenso … Muitas pessoas dizem: ‘O presidente tem 65 anos e ele não tem medo – então por que deveríamos ter?'”, afirmou.

###
NOTA DA REDAÇÃO – Deixando as ideologias políticas e o fanatismo fora do debate, a publicação do diário britânico ratifica o que esta Tribuna tem dito, a exemplo de vários especialistas. Enquanto o Ministério da Saúde se empenha ao máximo para mostrar que, por enquanto, a melhor saída é o isolamento social para conter o avanço da pandemia, o mandatário eleito diariamente tenta de forma insana mostrar o contrário. Sai sem cautela, abraça, se limpa e aperta a mão da população, discursa e toca de forma insistente na mesma tecla, que a gripezinha molhará alguns e que é isso aí, “talquei?”. Ele não está falando de uma troca de camisas ou de um prato de comida mais requintado que pode ser servido a um e não ao outro. Está falando, e brincando, com milhares de vidas que resume em números. Tudo que o diz ou não tem base comprovada ou argumento que sustente, guiado pelo achismo produzido pelas vozes que ecoam dentro da sua cabeça. Ratifico, deve ser um dos únicos governantes que faz piada e ri em plena pandemia. Inventa notícias e incita a população a acreditar em suas falácias. A cloroquina ainda não tem eficácia comprovada, a curva ainda está subindo (e não caindo conforme ele pensa), e voltar ao trabalho sem garantia alguma é rubricar atestados de óbitos. Isso para resumir alguns dos seus devaneios. (Marcelo Copelli)

Comentários para "Bolsonaro “está arrastando o Brasil para uma calamidade”, aponta diário britânico The Guardian":

Deixe aqui seu comentário

Preencha os campos abaixo:
obrigatório
obrigatório