×
ContextoExato

Contexto Exato

Brasil - Brasília - Distrito Federal - 17 de outubro de 2021

Brasília enfrenta surto de dengue com fumacê suspenso

Brasília enfrenta surto de dengue com fumacê suspensoFoto: Pedro Ventura-Agência Brasília.

As mortes alcançaram 16 pessoas, 15 a mais do que o mesmo período do ano passado

Por Andressa Reis-destak - 27/05/2019 - 16:43:39

Em meio a uma epidemia de dengue no Distrito Federal, o fumacê - uma das medidas de combate ao Aedes Aegypti- está suspenso há duas semanas devido uma série de irregularidades apontada pelo Ministério Público do Trabalho (MPT). Apenas entre janeiro e 11 de maio, houve 19.812 notificações de caso de dengue na capital. As mortes alcançaram 16 pessoas, 15 a mais do que o mesmo período do ano passado.


O prazo para que a Secretaria de Saúde tomasse medidas de urgência para a circulação dos carros do fumacê encerrou na última sexta-feira (24), sem a retonamada dos serviços. No mesmo dia, o diretor de Vigilância Ambiental, Petrônio da Silva pediu demissão.


De acordo com a pasta, um relatório com as medidas tomadas estava sendo preparado para depois ser entregue à Procuradoria. "A pasta aguarda a inspeção e liberação do Ministério Público do Trabalho para que os carros voltem a circular. A Secretaria, em reunião com o MPT, já comunicou as providências tomadas para atender as exigências. O relatório está sendo finalizado para ser entregue até esta segunda-feira (27)", informou, em nota.

Questionada pelo Destak sobre a demissão de Petrônio da Silva, a pasta informou que foi por motivos pessoais. "Ainda não há divulgação no Diário Oficial sobre a exoneração. O diretor se manifestou apenas em documento interno da Secretaria de Saúde solicitando o seu desligamento do cargo, por motivos pessoais", declarou a pasta.

Mais sobre o tema

Diretor de Vigilância Ambiental da Secretaria de Saúde pede demissão

Casos negativos de dengue e chikungunya estão sendo reavaliados

Em sete dias, notificações de dengue crescem 30%

O Tribunal de Contas do Distrito Federal (TCDF) determinou prazo de 15 dias para a Secretaria de Saúde se manifestar sobre a denúncia formulada pelo deputado distrital Leandro Grass (Rede), que aponta negligências nas ações de combate à dengue, já que a capital segue registrando altos índices da doença.
Neste final de semana, o Governo do Distrito Federal montou tendas de atendimento em seis postos de saúde para atender os casos urgentes de dengue. Além disso, a pasta afirma que todos os dias os agentes de vigilância realizam ações no DF.


Em meio a uma epidemia de dengue no_Distrito Federal, o fumacê - uma das medidas de combate ao Aedes Aegypti- está suspenso há duas semanas devido uma série de irregularidades apontada pelo Ministério Público do Trabalho (MPT). Apenas entre janeiro e 11 de maio, houve 19.812 notificações de caso de dengue na capital. As mortes alcançaram 16 pessoas, 15 a mais do que o mesmo período do ano passado.


O prazo para que a Secretaria de Saúde tomasse medidas de urgência para a circulação dos carros do fumacê encerrou na última sexta-feira (24), sem a retonamada dos serviços. No mesmo dia, o diretor de Vigilância Ambiental, Petrônio da Silva pediu demissão.

De acordo com a pasta, um relatório com as medidas tomadas estava sendo preparado para depois ser entregue à Procuradoria. "A pasta aguarda a inspeção e liberação do Ministério Público do Trabalho para que os carros voltem a circular. A Secretaria, em reunião com o MPT, já comunicou as providências tomadas para atender as exigências. O relatório está sendo finalizado para ser entregue até esta segunda-feira (27)", informou, em nota.

Questionada pelo Destak sobre a demissão de Petrônio da Silva, a pasta informou que foi por motivos pessoais. "Ainda não há divulgação no Diário Oficial sobre a exoneração. O diretor se manifestou apenas em documento interno da Secretaria de Saúde solicitando o seu desligamento do cargo, por motivos pessoais", declarou a pasta.

O Tribunal de Contas do Distrito Federal (TCDF) determinou prazo de 15 dias para a Secretaria de Saúde se manifestar sobre a denúncia formulada pelo deputado distrital Leandro Grass (Rede), que aponta negligências nas ações de combate à dengue, já que a capital segue registrando altos índices da doença.

Neste final de semana, o Governo do Distrito Federal montou tendas de atendimento em seis postos de saúde para atender os casos urgentes de dengue. Além disso, a pasta afirma que todos os dias os agentes de vigilância realizam ações no DF.

Comentários para "Brasília enfrenta surto de dengue com fumacê suspenso":

Deixe aqui seu comentário

Preencha os campos abaixo:
obrigatório
obrigatório
Distrito da Fome: Inflação e pobreza ameaçam soberania alimentar de famílias brasilienses

Distrito da Fome: Inflação e pobreza ameaçam soberania alimentar de famílias brasilienses

Já são mais de 116 milhões de pessoas em situação insegurança alimentar.

MST lança loja online de alimentos agroecológicos e orgânicos no DF

MST lança loja online de alimentos agroecológicos e orgânicos no DF

Vendas online serão abertas oficialmente neste sábado, 16

Dia D da multivacinação para o público jovem, neste sábado

Dia D da multivacinação para o público jovem, neste sábado

Das 8h às 17h, haverá 76 pontos de imunização abertos para crianças e adolescentes menores de 15 anos atualizarem a caderneta

Documentação Urbanística amplia acesso ao público

Documentação Urbanística amplia acesso ao público

Sistema oferece diversas informações aos usuários

Maioria dos professores se orgulha da carreira; 77% se sentem desvalorizados

Maioria dos professores se orgulha da carreira; 77% se sentem desvalorizados

Na pesquisa, 77% disseram que sua profissão não é valorizada pela sociedade.

GDF ameaça continuidade do projeto “Jovem de Expressão” na Ceilândia

GDF ameaça continuidade do projeto “Jovem de Expressão” na Ceilândia

Local utilizado pelo projeto tem 116 metros e é um antigo posto policial abandonado

Moradores das novas quadras do Guará reivindicam medidas para aumentar a segurança

Moradores das novas quadras do Guará reivindicam medidas para aumentar a segurança

O deputado Delmasso enumerou melhorias necessárias em urbanização e prestação de serviços públicos para a região, como iluminação pública, pavimentação, saúde e transporte

Carga tributária sobre combustíveis no DF será reduzida pelos próximos três anos

Carga tributária sobre combustíveis no DF será reduzida pelos próximos três anos

CLDF aprovou a diminuição da alíquota do ICMS em três pontos percentuais. Medida é gradativa para os próximos três anos, começando em 2022

Via Campesina ocupa Aprosoja para denunciar a fome no Brasil

Via Campesina ocupa Aprosoja para denunciar a fome no Brasil

Ação fez parte da Jornada Nacional da Soberania Alimentar

Izalci diz que DF está hoje “nos piores lugares em tudo”

Izalci diz que DF está hoje “nos piores lugares em tudo”

O governo é único. Não pode cada um fazer o que quer. Hoje os secretários nem conversam.

Polícia do DF atribui denunciação caluniosa à mulher que acusou Eduardo Bolsonaro

Polícia do DF atribui denunciação caluniosa à mulher que acusou Eduardo Bolsonaro

O delegado afirma que ela cometeu o crime de denunciação caluniosa.