×
ContextoExato
Responsive image

Caiado diz que se governo não garantir alimentação, vai haver desobediência civil e povo vai quebrar tudo

Caiado diz que se governo não garantir alimentação, vai haver desobediência civil e povo vai quebrar tudoFoto: Isac Pereira da Nóbrega/PR

Ronaldo Caiado, governador de Goiás, afirma que 'urgência urgentíssima' é garantir alimentação e que se Jair Bolsonaro não agir rapidamente nesse sentido haverá desobediência civil e quebra-quebra

Brasil 247 - 30/03/2020 - 06:52:04

Para o governador de Goiás, Ronaldo Caiado (DEM), ex-aliado de Jair Bolsonaro, o Brasil vive uma situação de "urgência urgentíssima" na qual o governo federal tem que tomar medidas o mais rapidamente possível para garantir a alimentação das pessoas.

Caiado afirma que esta é a única forma para manter as pessoas em casa e garantir o isolamento social para enfrentamento ao coronavírus.

O Painel da Folha de S.Paulo informa que "Caiado afirma que, se nada for feito de forma imediata, vai haver desobediência civil e o povo vai quebrar tudo".

Comentários para "Caiado diz que se governo não garantir alimentação, vai haver desobediência civil e povo vai quebrar tudo":

    • Vtal Cézar Furtado Filho

      Segunda-Feira, 30 de Março de 2020 -

      ESSE CAIDO É UM PALHAÇO DOS MAIS DEMAGOGOS. QUER QUE O POVO FIQUE EM CASA, COMÉRCIOS FECHADOS, ENFIM QUARENTENA. QUEM VAI TRANSPORTAR ALIMENTOS, OS CAMINHONEIROS DA MÃE DELE?

Deixe aqui seu comentário

Preencha os campos abaixo:
obrigatório
obrigatório