×
ContextoExato

Contexto Exato

Brasil - Brasília - Distrito Federal - 04 de dezembro de 2021

Casos de femicídios que chocaram o Distrito Federal em 2019

Casos de femicídios que chocaram o Distrito Federal em 2019Foto: Facebook/Reprodução

Casos Débora e Letícia foram alguns dos crimes mais comentados do ano

Tatiana Py Dutra-destak - 19/12/2019 - 08:53:29

Femicídios: casos que chocaram a capital em 2019

Quando em se fala em perdas de vidas, não existe um crime com mais peso do que outro. Seria mais triste a morte de Elaine Maria Sousa, 49 anos, que pereceu ao tentar defender a irmã das agressões do cunhado, que a de Iran Francisca, 68, morta pelo filho em surto psicótico? Não é possível dizer.

Mas é fato que este ano, alguns crimes foram mais ruidosos do que outros pela repercussão pública que tiveram. E se fizemos vice lembrar de Elaine e Iran, talvez você não tenha dificuldade de lembrar da história Débora Tereza Correa, 43 anos. Servidora da Secretaria da Educação, ela foi assassinada no prédio onde trabalhava, na quadra 511 Norte, pelo ex-namorado, o policial civil Sergio Murilo dos Santos, 51 anos. Ele atingiu a vítima com três tiros e depois se matou.


Outro caso de destaque foi o do cozinheiro Marinésio dos Santos Olinto, 41 anos, que no fim de agosto sequestrou e matou a advogada Letícia Sousa Curado, 26, funcionária do Ministério da Educação. Preso, ele confessou o assassinato da serviços gerais Genir Pereira de Sousa, 47 anos, encontrada morta no Dia dos Namorados.

A Justiça aceitou duas denúncias contra o cozinheiro: uma pelo homicídio quintuplamente qualificado de Letícia, e por uma tentativa de estupro ocorrida entre 2013 e 2014, apurada pela Polícia Civil. Marinésio é suspeito de outros nove crimes. Na maior parte dos casos, ele capturou as vítimas se fazendo passar por motorista de transporte alternativo.

Assim como no caso das mortes de Letícia e Genir, a Polícia Civil foi eficaz na captura dos assassinos. De todos os casos registrados até novembro, apenas 6 suspeitos estão foragidos.

RELACIONADO

Marinésio se torna réu por crime cometido em 2013

Vizinho de Pedrolina confessa assassinato

Assassino de Pedrolina foi preso por outro crime

Comentários para "Casos de femicídios que chocaram o Distrito Federal em 2019":

Deixe aqui seu comentário

Preencha os campos abaixo:
obrigatório
obrigatório
Quarteto feminino bate recorde mundial de natação master na prova do revezamento

Quarteto feminino bate recorde mundial de natação master na prova do revezamento

Time verde e amarelo cravou 8min42s32 no revezamento 4x200 livre

Peng Shuai: China mostra irritação com suspensão de torneios de tênis

Peng Shuai: China mostra irritação com suspensão de torneios de tênis

Relações Exteriores diz ser contra politização do esporte

Justiça do DF condena dono de empresa que cometeu assédio contra funcionária

Justiça do DF condena dono de empresa que cometeu assédio contra funcionária

A defesa do réu argumentou que ele deveria ser absolvido pois não haviam provas para incriminá-lo.

Ações para eliminar violência de gênero reúne atletas e casos reais

Ações para eliminar violência de gênero reúne atletas e casos reais

Uma em cada três mulheres com 15 anos ou mais, cerca de 736 milhões, é submetida algum tipo de violência durante a vida

Ação de agências da ONU pretende empoderar refugiadas venezuelanas

Ação de agências da ONU pretende empoderar refugiadas venezuelanas

Programa ocorre em Roraima e vai até dezembro de 2023

Carta aberta à Miraildes: Uma das maiores jogadoras que o Brasil já viu em campo

Carta aberta à Miraildes: Uma das maiores jogadoras que o Brasil já viu em campo

Miraildes, jogadora de futebol, mais conhecida como Formiga.

Judô: Beatriz Souza fica com o ouro no Grand Slam de Abu Dhabi

Judô: Beatriz Souza fica com o ouro no Grand Slam de Abu Dhabi

Brasileira bate francesa campeã europeia júnior e vai ao topo do pódio

Ketleyn Quadros fica com o bronze no Grand Slam de Abu Dhabi

Ketleyn Quadros fica com o bronze no Grand Slam de Abu Dhabi

Atleta bateu a tcheca Renat Zachova e foi ao pódio nos Emirados Árabes

Professor que perguntou se aluna vai levar lubrificante 'quando for estuprada' é demitido no PA

Professor que perguntou se aluna vai levar lubrificante 'quando for estuprada' é demitido no PA

Movimentos que atuam na defesa dos direitos das mulheres realizaram atos de repúdio, cobrando punição do agressor

Congresso é iluminado de laranja pelo fim da violência contra a mulher

Congresso é iluminado de laranja pelo fim da violência contra a mulher

Campanha 16 dias de ativismo começou nesta quinta-feira

Patrícia Vanzolin: 'Eleição da OAB foi uma quebra de paradigmas'

Patrícia Vanzolin: 'Eleição da OAB foi uma quebra de paradigmas'

Patrícia considera que sua vitória é também do gênero.