×
ContextoExato

Contexto Exato

Brasil - Brasília - Distrito Federal - 18 de janeiro de 2022

Centrão dá como certas as nomeações para cargos no governo de Jair Bolsonaro

Centrão dá como certas as nomeações para cargos no governo de Jair BolsonaroFoto: Gastão Guedes - Wikipedia

“É prego batido e ponta virada”

Cristiana Lôbo - G1 / Tribuna Da Internet - 01/05/2020 - 08:30:51

Nas sucessivas idas ao Palácio do Planalto, presidentes de partidos do “Centrão” têm levado indicações para cargos no governo do presidente Jair Bolsonaro e, agora, aguardam a formalização das nomeações.

“Sempre demora dez a 15 dias até passar pelo trâmites burocráticos”, disse ao blog um dos novos interlocutores do governo. “É prego batido e ponta virada”, relatou outro deputado, mostrando que o acerto está feito e só falta a formalização das nomeações.

PROVOCAÇÃO – Lideranças desses partidos já ajustaram o discurso. Ao ouvir discurso crítico do deputado Zaratini (PT-SP), o líder do PP, Artur Lira, telefonou para o colega e provocou: “O ministro chegou tem 11 dias e você já quer um plano? O Mandetta ficou mais de um ano e ninguém cobrou nada dele”, disse. Ninguém duvida que parlamentares desses partidos sabem ser governo e também sabem fazer oposição, a mais ferrenha.

Presidentes de Progressistas, PL e Republicanos foram os que primeiro chegaram ao Palácio do Planalto e aceitaram a oferta de cargos. Depois foram chamados os presidentes do MDB e do DEM, que dizem nada querer para apoiar projetos de interesse do governo no Congresso.

CENTRÃO – “Quando nós estávamos com Rodrigo Maia, nós éramos o ‘Centro’. Agora que estamos com o governo, somos o ‘Centrão'”, reclama Artur Lira. Mas ele não gosta de falar das indicações feitas pelo PP ao governo e lembra que o DEM tem os ministros da Agricultura (Tereza Cristina), da Cidadania (Onyx Lorenzoni) e tinha também o da Saúde (Luiz Henrique Mandetta).

“Uns têm muito e ninguém fala nada. Outros não tem nada e falam muito”, disse ele. Os deputados, no entanto, sabem o que foi indicado ao governo e contam que o PL, partido de Valdemar da Costa Neto, indicou um novo presidente para o Banco do Nordeste.

A primeira indicação não foi aprovada pelo governo e, agora, uma segunda está sob análise dos órgãos de controle. E, pediu, ainda, uma diretoria do Ministério da Saúde, vinculada a área de fiscalização sanitária – já na administração de Nelson Teich que, a propósito, já foi apresentado aos novos aliados do governo.

FNDE – O PP quer indicar o diretor-geral do DNOCS e o presidente do partido, senador Ciro Nogueira, quer indicar o novo comandante do FNDE, Fundo vinculado ao Ministério da Educação que até meses atrás tinha como presidente um indicado de Rodrigo Maia. Mas, diante das desavenças com o governo, ele foi substituído por um nome do ministro Abraham Weintraub.

Também empenhado na aproximação do “centrão” com o governo, o ministro Rogério Marinho abriu as portas de seu ministério para as indicações políticas. Duas secretarias do Ministério de Desenvolvimento Regional serão partilhadas com os partidos. Mas eles se queixam que muitos cargos importantes ainda são ocupados por indicados do PT, que saiu do poder em 2015 e, outros tantos, pelo DEM que faz oposição ao goveno. “O DEM já dominou o FNDES, a Funasa e recebeu a Cedevasf no atual governo e ninguém fala nada”, queixou-se um líder.

O Republicanos fez um pedido que reduz o poder do ministro Paulo Guedes. O partido quer ver Marcos Pereira num novo ministério do Desenvolvimento, que foi extinto neste governo e transformado em secretaria e subordinada ao ministro da Economia.

Comentários para "Centrão dá como certas as nomeações para cargos no governo de Jair Bolsonaro":

Deixe aqui seu comentário

Preencha os campos abaixo:
obrigatório
obrigatório
Ministro de Minas e Energia quer o Cade investigando preços abusivos da Petrobras

Ministro de Minas e Energia quer o Cade investigando preços abusivos da Petrobras

Na avaliação do ministro, a investigação do Cade não tem atribuição de segurar o preço dos combustíveis. Mas pode corrigir práticas da empresa, caso fique configurada alguma distorção.

Coronavírus: Ciência e Tecnologia suspende trabalho presencial em quatro órgãos

Coronavírus: Ciência e Tecnologia suspende trabalho presencial em quatro órgãos

O Brasil enfrenta uma nova onda de aumentos de casos de covid-19 por causa da variante Ômicron

Câmara deve retomar trabalho remoto após aumento de casos de Covid-19

Câmara deve retomar trabalho remoto após aumento de casos de Covid-19

Medida ainda não foi oficializada pelo presidente da Casa

Marco temporal, operações policiais e vacina: conheça os principais julgamentos do STF em 2022

Marco temporal, operações policiais e vacina: conheça os principais julgamentos do STF em 2022

Pauta do ano coloca Supremo Tribunal Federal novamente em evidência, apontam especialistas

No Recife, crianças vacinadas contra a covid-19 ganham livro de presente

No Recife, crianças vacinadas contra a covid-19 ganham livro de presente

No Recife, quem recebe a vacina contra a covid leva um livro para casa

Indígena é a 1ª criança vacinada contra a Covid-19 no país

Indígena é a 1ª criança vacinada contra a Covid-19 no país

Em ato simbólico, xavante de 8 anos de Piracicaba recebeu imunizante

Médicos da atenção primária decidem entrar em greve em São Paulo

Médicos da atenção primária decidem entrar em greve em São Paulo

Decisão pode ser revista caso prefeitura revise planejamento

Confirmado segundo caso de Candida auris em Pernambuco

Confirmado segundo caso de Candida auris em Pernambuco

Anvisa trata o caso como o terceiro surto do superfungo no país

Vacina brasileira contra a Covid-19 é aplicada pela primeira vez

Vacina brasileira contra a Covid-19 é aplicada pela primeira vez

Estudo clínico aplicará o imunizante em 90 voluntários

Justiça Federal no Brasil se moderniza, mas tribunais ainda amargam demoras

Justiça Federal no Brasil se moderniza, mas tribunais ainda amargam demoras

Essa grandiosidade em termos de acesso à justiça, também vem ao encontro da morosidade com o que cidadão tem que enfrentar, em função ao tempo de decisão com relação a um processo

Estados voltam a ter medidas restritivas com aumento de casos de covid

Estados voltam a ter medidas restritivas com aumento de casos de covid

Aumento no número de infectados é resultado da variante Ômicron