×
ContextoExato

Brasil - Brasília - Distrito Federal - 17 de novembro de 2018


Cine Brasília recebe filmes de quatro continentes em grande festa do cinema mundial

Cine Brasília recebe filmes de quatro continentes em grande festa do cinema mundial

Um dos mais prestigiados palcos do cinema no País, o Cine Brasília receberá os filmes das mostras competitivas e também os debates com diretores ou curadores, após as sessões.

Da Assessoria De Comunicação / Da Secretaria De Cultura Do Df / Foto: Pedro Ventura / Agência Brasília / Fotos Públicas - 06/11/2018 - 08:33:35

Um encontro com o melhor do novo cinema mundial. Filmes lançados recentemente, assinados por jovens diretores e com prêmios em alguns dos mais importantes festivais internacionais são a essência da sexta edição do BIFF – BRASÍLIA INTERNATIONAL FILM FESTIVAL, que acontece de 9 a 18 de novembro, em dois importantes espaços do cinema no DF – Cine Brasília e Cine Cultura Liberty Mall – e no SESC Ceilândia. Logo na abertura, o novo filme de Spike Lee, “Infiltrado na Klan” (BlacKKKlansman), inédito nos cinemas, com história inspirada em fato real. O filme – lançado mundialmente em agosto – será exibido no dia 9 de novembro, no Cine Brasília.

Maior festival internacional da região central do Brasil, o BIFF – BRASÍLIA INTERNATIONAL FILM FESTIVAL traz duas mostras competitivas com um total de 16 filmes – oito de ficção e oito documentários -, três mostras paralelas – Mundo Animado, Mostra Spike Lee e Memória BIFF -, além de três pré-estreias, com os mais recentes filmes assinados pelos realizadores Lars Von Trier, Pawel Pawlikowski e Erik Poppe, a exibição de dois longas-metragens premiados em edições anteriores do festival e uma oficina de roteiro, ministrada pelo cineasta argentino Miguel Rocca. Uma grande festa do cinema, com exibição de 40 filmes de 27 nacionalidades!

Um dos mais prestigiados palcos do cinema no País, o Cine Brasília receberá os filmes das mostras competitivas e também os debates com diretores ou curadores, após as sessões. O local ainda exibirá os filmes da mostraMundo Animado, em sessões gratuitas, os dois títulos da mostra Memória BIFF e acolherá as cerimônias de abertura – no dia 9 de novembro – e de encerramento – no dia 17. Para o encerramento do 6º BIFF está programada a sessão “Clássicos do Cinema”, uma homenagem ao grande diretor Sam Peckinpah, com exibição do clássico “Os Implacáveis” (1972), no Cine Brasília, em sessão que contará com a participação da Orquestra Sinfônica do Teatro Nacional, interpretando músicas imortalizadas pelo cinema de Peckinpah.

No Cine Cultura Liberty Mall serão exibidos os filmes das mostras competitivas e os títulos da Mostra Spike Lee. E no SESC Ceilândia poderão ser vistos os filmes infantis de Mundo Animado, a Mostra Spike Lee e dois filmes vencedores de edições anteriores do BIFF: o cubano “Numa escola em Havana” e o paraguaio “7 caixas”. As sessões no SESC Ceilândia ocorrerão diariamente e terão sempre entrada franca – de manhã e à tarde, sessões infantis, e à noite, filmes com classificação indicativa para maiores de 16 anos.

Após a exibição de “Numa escola em Havana”, que integra a mostra Memória BIFF, tanto no Cine Brasília quanto no SESC Ceilândia, serão realizados debates sobre o tema “Cinema e Educação”, com dois convidados. O festival ainda programou atividades formativas como palestras sobre o cinema de animação no Brasil, a produção de mulheres cineastas e a presença negra no cinema.

Os ingressos para o 6º BIFF custam R$12,00 (inteira) e R$ 6,00 (meia), no Cine Brasília e no Cine Cultura Liberty Mall – exceção para os filmes da Mostra em Homenagem a Spike Lee, que terá ingressos a preço único de R$ 5,00 e para a mostra Mundo Animado, que será gratuita. Já as exibições no SESC Ceilândia terão entrada franca. O 6º BIFF é realizado com recursos do Fundo de Apoio à Cultura do Governo do Distrito Federal, tem direção geral de Nilson Rodrigues, coordenação de Lorena Quintas e direção de programação de Anna Karina de Carvalho.

O FESTIVAL

Ao longo de dez dias, o 6º BIFF vai exibir 40 filmes de diferentes nacionalidades, muitos deles detentores de alguns dos mais prestigiados prêmios do cinema mundial. Só dentre as pré-estreias estão títulos como “Guerra Fria”, do polonês Pawel Pawlikowski, premiado como melhor diretor do Festival de Cannes 2018, e “Utoya – 22 de julho”, do norueguês Erik Poppe, indicado ao Urso de Ouro de Berlim e com lançamento mundial previsto para 29 de novembro de 2018.

Os filmes que irão integrar as duas mostras competitivas também não ficam atrás. Produzidos na Alemanha/México, Brasil, Eslovênia, França, China, Coreia do Sul, Dinamarca, Suécia, Itália, Nigéria, Peru, Argentina, Espanha, Vietnã, Polônia e Colômbia, são títulos finalizados entre 2017 e 2018 e, de acordo com o perfil do festival, compõem até o terceiro filme de cada diretor. Alguns deles já conquistaram o júri de festivais como Sundance, Berlim e Locarno.

Na Mostra Competitiva de Ficção estão filmes assinados por jovens e já consagrados realizadores, como a polonesa Agnieszka Smoczynska, detentora de 25 prêmios na carreira. Ela chega com “Fuga”, seu segundo longa-metragem, um filme que fala de identidade e memória. Também o sueco-dinamarquês Gustav Möller, que participa do BIFF com seu primeiro longa, o suspense “Culpa”, vencedor em quatro festivais internacionais. E ainda o chinês Sheng Qiu, reconhecido e premiado diretor de curtas, que faz sua estreia em longas-metragens com “Pássaros Suburbanos”, indicado ao Leopardo de Ouro em Locarno.

Há ainda outros realizadores estreantes em longas-metragens participando da Mostra Competitiva de Ficção, como o nigeriano Ekene Som Mekwunye, do drama “Luz na Escuridão”, que em tom de thriller, fala de violência doméstica; a vietnamita Ash Mayfair, de “A Terceira Mulher”, um drama histórico que volta ao século XIX para abordar questões como direitos femininos e liberdade; o colombiano Santiago Caicedo (que virá ao Brasil para o festival), de “Vírus Tropical”, animação celebrada como obra-prima, também abordando o universo feminino; e a atriz e diretora sueca Fanni Metelius, do drama romântico “Coração”. Finalizando o time de concorrentes ao prêmio de melhor filme de ficção do 6º BIFF está a argentina Inés María Barrionuevo (que participará de debate ao final da sessão) com seu segundo longa-metragem, o drama “Julia e a Raposa”, que trata de questões como vida, morte, luto, amor.

O grupo de títulos que compõem a Mostra Competitiva de Documentários começa com um filme que recebeu o Prêmio de Melhor Doc no Festival Cine Las Américas 2018, em Austin, Texas. É “Nada resta além de nossa ternura”, de Sébastien Jallade (que virá ao BIFF para conversar com a plateia), que investiga a memória de uma região do Peru. O passado é também a matéria-prima do longa “Cartas a Inger”, de Maria Lucia Castrillon (outra diretora com presença confirmada no festival), sobre uma das primeiras documentaristas da França; e de “O Silêncio dos Outros”, o premiadíssimo filme de Almudena Carracedo e Robert Bahar, que recupera os vestígios da ditadura do General Franco na Espanha. Dentre outras premiações, o filme recebeu o Prêmio Panorama do Festival de Berlim.

Único brasileiro no elenco dos filmes concorrentes, “La Manuela”, de Clara Linhart, revela a trajetória de uma militante de causas indígenas que é exilada do Equador, país onde morava, por motivos políticos. Clara Linhart virá a Brasília acompanhar o festival e todas as sessões do filme, tanto no Cine Brasília quanto no Cine Cultura Liberty Mall, terão legendagem descritiva. Outro exílio, desta vez social, está retratado em “Histórias à Meia Luz”, do italiano Luca Magi, que penetra na realidade de um abrigo para moradores de rua. E um exílio intencional moveu a diretora alemã Zita Erffa a compor “O melhor que você pode fazer com sua vida”: a diretora acompanhou a rotina de seu irmão, que entrou para uma ordem religiosa ortodoxa, que o afastou da família. Zita Erffa participará de debate ao final da sessão.

A programação de documentários em competição ainda reserva “Os Últimos Caçadores do Gelo”, sobre o povo Inuit, da Groenlândia, cuja direção é assinada pelos eslovenos Jure Breceljnik (que faleceu precocemente) e Rožle Bregar; e “Vila Soseongri”, do sul-coreano Park Baeil, sobre a luta de idosos de uma aldeia contra a construção de um sistema antimísseis no local.

A comissão de seleção foi composta pelo cineasta, professor e curador Sérgio Moriconi, pela professora e curadora Erika Bauer, pela jornalista e curadora Anna Karina de Carvalho, pela produtora e curadora Rafaella Rezende e pelo crítico Rodrigo Fonseca. E o Júri oficial é composto pela pesquisadora Berê Bahia, pelo professor João Lanari, pelo diretor e roteirista Miguel Rocca, pela diretora e produtora Paloma Rocha e pelo jornalista, tradutor e crítico de cinema José Geraldo Couto.

Os longas-metragens que concorrem na Mostra de Ficção disputam os prêmios de Melhor Filme do Júri Oficial (R$ 20 mil) e do Júri Popular (R$ 5 mil). Os filmes de documentário também concorrem aos prêmios de Melhor Filme do Júri Oficial (R$ 10 mil) e do Júri Popular (R$ 5mil). E as duas categorias competem pelo Troféu da Crítica José Carlos Avellar, que terá júri composto pelos jornalistas e críticos Cecília Barroso, Celso Araújo e Ricardo Daehn.

MOSTRA SPIKE LEE – Realizador dos principais filmes sobre a questão do negro na sociedade norte-americana, Spike Lee é um dos mais influentes diretores norte-americanos. Cineasta, escritor, produtor e ator, tendo assinado mais de 80 títulos, entre longas-metragens de ficção, documentários, curtas, séries e filmes para a televisão, é celebrado pela originalidade estética e por suas opiniões políticas. A mostra começa logo na sessão de abertura do festival, com a exibição do mais recente filme de Lee, “Infiltrado na Klan” (BlacKKKlansman), que revela a extraordinária história real de um policial negro que conseguiu se infiltrar na Ku Klux Klan. O filme chegou ao mercado mundial há apenas dois meses e é inédito nos cinemas do Brasil. A mostra segue apresentando desde o premiado “Faça a Coisa Certa”, de 1989, até “A Última Noite”, de 2002, em que Lee apresenta a metáfora de uma Nova York deprimida, perplexa e tensa, após os atentados de 2001. Também estarão nas telas outras obras-primas de Spike Lee, “Malcom X” (que deu a Denzel Washington mais de 10 prêmios de melhor ator), “Mais e Melhores Blues” (prêmios da crítica em Veneza), “Febre da Selva” (que rendeu a Samuel L. Jackson o prêmio de melhor ator em Cannes) e “Irmãos de Sangue” (a parceria de Lee com Martin Scorsese).

OFICINA DE ROTEIRO – A ser ministrada pelo cineasta argentino Miguel Angel Rocca, professor de roteiro na Universidade de Buenos Aires e diretor da Escuela de Cine Eliseo Subiela. O cineasta já produziu dezenas de títulos de longa e curta-metragem, dirigiu seis filmes (sendo três longas: Maracaibo, de 2017, La mala verdade, de 2011, e Arizona Sur, de 2006), dos quais também assina o roteiro. A oficina terá duração de 16 horas/aula e será direcionada a iniciantes, tendo como pré-requisito a fluência em língua espanhola. Mais informações no site do BIFF: www.biffestival.com

PROGRAMAÇÃO POR DIA

9 DE NOVEMBRO – SEXTA-FEIRA

20h – Cerimônia de abertura do VI BIFF.

Exibição do filme Infiltrado na Klan, de Spike Lee

LOCAL: CINE BRASÍLIA

10 DE NOVEMBRO – SÁBADO

09h30 ÀS 18H – Oficina de Roteiro (Somente Para Inscritos)

LOCAL: ESPAÇO RENATO RUSSO – 508 SUL

10h – A Raposa Má – França, 2017, Benjamin Renner

MOSTRA MUNDO ANIMADO

LOCAL: SESC CEILÂNDIA

11h – A Raposa Má – França, 2017,

MOSTRA MUNDO ANIMADO

LOCAL: CINE BRASÍLIA

14h – La Manuela – Brasil, 2017

MOSTRA COMPETITIVA DOCUMENTÁRIO

LOCAL: CINE CULTURA LIBERTY MALL – SALA 3 – sessão com legendagem descritiva

14h30 – SESSÃO CURTAS

Máquina Espacial, Irmãos Beija-Flor, Nimbus, Caçador De Nuvens, Aquarelas, Despertar, Lé Com Cré, Cubo Mágico, Os Embaixadores Do Cosmos, A Caixa Fantástica

MUNDO ANIMADO

LOCAL: SESC CEILÂNDIA

14h30 – A Última Noite

MOSTRA PARALELA SPIKE LEE

LOCAL: CINE CULTURA LIBERTY MALL – SALA 4

15h – A Terceira Mulher – Vietnã, 2018

MOSTRA COMPETITIVA FICÇÃO

LOCAL: CINE BRASÍLIA – Debate após a sessão

16h – Julia e a Raposa – Argentina, 2017

MOSTRA COMPETITIVA FICÇÃO

LOCAL: CINE CULTURA LIBERTY MALL – SALA 3 – sessão com legendagem descritiva

17h – O Melhor Que Você Pode Fazer Com Sua Vida – Alemanha/México, 2018

MOSTRA COMPETITIVA DOCUMENTÁRIO

LOCAL: CINE BRASÍLIA – Debate após a sessão com a presença da diretora Zita Erffa

18h – Histórias À Meia Luz – Itália, 2018

MOSTRA COMPETITIVA DOCUMENTÁRIO

LOCAL: CINE CULTURA LIBERTY MALL – SALA 3

18h30 – Faça A Coisa Certa

MOSTRA PARALELA SPIKE LEE

LOCAL: CINE CULTURA LIBERTY MALL – SALA 4 – Mesa Redonda “A Presença Negra no Cinema” após a sessão

19h – Coração – Suécia, 2017

MOSTRA COMPETITIVA FICÇÃO

LOCAL: CINE BRASÍLIA – Debate após a sessão

19h30 – Numa Escola em Havana – Cuba, 2014

MEMÓRIA BIFF

LOCAL: SESC CEILÂNDIA – Bate Papo “Cinema e Educação: Um Encontro Possível”

20h – Pássaros Suburbanos – China, 2018

MOSTRA COMPETITIVA FICÇÃO

LOCAL: CINE CULTURA LIBERTY MALL – SALA 3

21h – A Casa Que Jack Construiu – Dinamarca/ França/ Suécia/ Alemanha, 2018

GRANDES PRÉ ESTRÉIAS

LOCAL: CINE BRASÍLIA

11 DE NOVEMBRO – DOMINGO

09h30 ÀS 18H – Oficina de Roteiro (Somente Para Inscritos)

LOCAL: ESPAÇO RENATO RUSSO – 508 SUL

10h – Tito e os Pássaros – Brasil, 2018

MOSTRA MUNDO ANIMADO

LOCAL: SESC CEILÂNDIA

11h – Tito e os Pássaros – Brasil, 2018

MOSTRA MUNDO ANIMADO

LOCAL: CINE BRASÍLIA

14h – Vila Soseongri – Coreia do Sul, 2017

MOSTRA COMPETITIVA DOCUMENTÁRIO

LOCAL: CINE CULTURA LIBERTY MALL – SALA 3

14h30 – A Raposa Má – França, 2017

MOSTRA MUNDO ANIMADO

LOCAL: SESC CEILÂNDIA

15h – Fuga – Polônia/República Tcheca/ Suíça, 2018

MOSTRA COMPETITIVA FICÇÃO

LOCAL: CINE BRASÍLIA – Debate após a sessão

16h – A Terceira Mulher – Vietnã, 2018

MOSTRA COMPETITIVA FICÇÃO

LOCAL: CINE CULTURA LIBERTY MALL – SALA 3

17h – Nada Resta Além De Nossa Ternura – Peru, 2017

MOSTRA COMPETITIVA DOCUMENTÁRIO

LOCAL: CINE BRASÍLIA – Debate após a sessão com a presença do diretor Sébastien Jallade

18h – O Silêncio dos Outros – Espanha, 2018

MOSTRA COMPETITIVA DOCUMENTÁRIO

LOCAL: CINE CULTURA LIBERTY MALL – SALA 3

18h30 – Mais e Melhores Blues

MOSTRA PARALELA SPIKE LEE

LOCAL: CINE CULTURA LIBERTY MALL – SALA 4

19h – Os Últimos Caçadores do Gelo – Eslovênia, 2017

MOSTRA COMPETITIVA FICÇÃO

LOCAL: CINE BRASÍLIA – Debate após a sessão com a presença da produtora Natalija Gros

19h30 – 7 Caixas  – Paraguai, 2012

MEMÓRIA BIFF

LOCAL: SESC CEILÂNDIA

20h – Culpa – Dinamarca, 2018

MOSTRA COMPETITIVA FICÇÃO

LOCAL: CINE CULTURA LIBERTY MALL – SALA 3

20h30 – UTOYA 22 DE JULHO – Noruega, 2018

GRANDES PRÉ ESTRÉIAS

LOCAL: CINE BRASÍLIA

12 DE NOVEMBRO – SEGUNDA-FEIRA

09h30 – Tito e os Pássaros – Brasil, 2018

MOSTRA MUNDO ANIMADO

LOCAL: CINE BRASÍLIA

10h – SESSÃO CURTAS

Máquina Espacial, Irmãos Beija-Flor, Nimbus, Caçador De Nuvens, Aquarelas, Despertar, Lé Com Cré, Cubo Mágico, Os Embaixadores Do Cosmos, A Caixa Fantástica

MOSTRA MUNDO ANIMADO

LOCAL: SESC CEILÂNDIA

14h – Julia e a Raposa – Argentina, 2017

MOSTRA COMPETITIVA FICÇÃO

LOCAL: CINE CULTURAL LIBERTY MALL – SALA 3 – sessão com legendagem descritiva

14h30 – A Raposa Má – França, 2017

MOSTRA MUNDO ANIMADO

LOCAL: SESC CEILÂNDIA

14h30 – SESSÃO CURTAS

Máquina Espacial, Irmãos Beija-Flor, Nimbus, Caçador De Nuvens, Aquarelas, Despertar, Lé Com Cré, Cubo Mágico, Os Embaixadores Do Cosmos, A Caixa Fantástica

MOSTRA MUNDO ANIMADO

LOCAL: CINE BRASÍLIA

16h – Nada Resta Além de Nossa Ternura – Peru, 2017

MOSTRA COMPETITIVA DOCUMENTÁRIO

LOCAL: CINE CULTURA LIBERTY MALL – SALA 3

17h – O Silêncio dos Outros – Espanha, 2018

MOSTRA COMPETITIVA DOCUMENTÁRIO

LOCAL: CINE BRASÍLIA – Debate após a sessão

18h – Vírus Tropical – Colômbia, 2017

MOSTRA COMPETITIVA FICÇÃO

LOCAL: CINE CULTURA LIBERTY MALL – SALA 3

19h – Culpa – Dinamarca, 2018

MOSTRA COMPETITIVA DOCUMENTÁRIO

LOCAL: CINE BRASÍLIA – Debate após a sessão

19h30 – Faça a Coisa Certa

MOSTRA PARALELA SPIKE LEE

LOCAL: SESC CEILÂNDIA

20h – Cartas a Inger – França, 2018

MOSTRA COMPETITIVA DOCUMENTÁRIO

LOCAL: CINE CULTURA LIBERTY MALL – SALA 3

20h45 – Fuga – Polônia/República Tcheca/ Suíça, 2018

MOSTRA COMPETITIVA FICÇÃO

LOCAL: CINE BRASÍLIA

20h30 – Faça a Coisa Certa

MOSTRA PARALELA SPIKE LEE

LOCAL: CINE CULTURA LIBERTY MALL – SALA 4

13 DE NOVEMBRO – TERÇA-FEIRA

09h30 – A Raposa Má – França, 2017

MOSTRA MUNDO ANIMADO

LOCAL: CINE BRASÍLIA

10h – A Raposa Má – França, 2017

MOSTRA MUNDO ANIMADO

LOCAL: SESC CEILÂNDIA

14h – Coração – Suécia, 2017

MOSTRA COMPETITIVA FICÇÃO

LOCAL: CINE CULTURA LIBERTY MALL – SALA 3

14h30 – Tito e os Pássaros – Brasil, 2018

MOSTRA MUNDO ANIMADO

LOCAL: CINE BRASÍLIA

14h30 – Tito e os Pássaros – Brasil, 2018

MOSTRA MUNDO ANIMADO

LOCAL: SESC CEILÂNDIA

16h – O Melhor que você pode fazer com sua vida – Alemanha/México, 2018

MOSTRA COMPETITIVA DOCUMENTÁRIO

LOCAL: CINE CULTURA LIBERTY MALL – SALA 3

17h – Vila Soseongri – Coreia do Sul, 2017

MOSTRA COMPETITIVA DOCUMENTÁRIO

LOCAL: CINE BRASÍLIA – Debate após a sessão

18h – Luz na Escuridão – Nigéria, 2018

MOSTRA COMPETITIVA FICÇÃO

LOCAL: CINE CULTURA LIBERTY MALL – SALA 3

19h – Pássaros Suburbanos – China, 2018

MOSTRA COMPETITIVA FICÇÃO

LOCAL: CINE BRASÍLIA – Debate após a sessão

19h30 – A Última Noite

MOSTRA PARALELA SPIKE LEE

LOCAL: SESC CEILÂNDIA

20h – La Manuela – Brasil, 2017

MOSTRA COMPETITIVA DOCUMENTÁRIO

LOCAL: CINE CULTURA LIBERTY MALL – SALA 3 – sessão com legendagem descritiva

20h30 – A Terceira Mulher – Vietnã, 2018

MOSTRA COMPETITIVA FICÇÃO

LOCAL: CINE BRASÍLIA

20h30 – Febre da Selva

MOSTRA PARALELA SPIKE LEE

LOCAL: CINE CULTURA LIBERTY MALL – SALA 4

14 DE NOVEMBRO – QUARTA-FEIRA

09h30 – Tito e os Pássaros – Brasil, 2018

MOSTRA MUNDO ANIMADO

LOCAL: CINE BRASÍLIA

10h – Tito e os Pássaros – Brasil, 2018

MOSTRA MUNDO ANIMADO

LOCAL: SESC CEILÂNDIA

14h – O Silêncio dos Outros – Espanha, 2018

MOSTRA COMPETITIVA DOCUMENTÁRIO

LOCAL: CINE CULTURAL LIBERTY MALL – SALA 3

14h30 – SESSÃO CURTAS

Máquina Espacial, Irmãos Beija-Flor, Nimbus, Caçador De Nuvens, Aquarelas, Despertar, Lé Com Cré, Cubo Mágico, Os Embaixadores Do Cosmos, A Caixa Fantástica

MOSTRA MUNDO ANIMADO

LOCAL: SESC CEILÂNDIA

14h30 – A Raposa Má – França, 2017

MOSTRA MUNDO ANIMADO

LOCAL: CINE BRASÍLIA

16h – Os Últimos Caçadores do Gelo – Eslovênia, 2017

MOSTRA COMPETITIVA DOCUMENTÁRIO

LOCAL: CINE CULTURA LIBERTY MALL – SALA 3

17h – Histórias à Meia Luz – Itália, 2018

MOSTRA COMPETITIVA DOCUMENTÁRIO

LOCAL: CINE BRASÍLIA – Debate após a sessão

18h – Fuga – Polônia/República Tcheca/ Suíça, 2018

MOSTRA COMPETITIVA FICÇÃO

LOCAL: CINE CULTURA LIBERTY MALL – SALA 3

19h – Vírus Tropical – Colômbia, 2017

MOSTRA COMPETITIVA FICÇÃO

LOCAL: CINE BRASÍLIA – Debate após a sessão com o diretor Santiago Caicedo

19h30 – Mais e Melhores Blues

MOSTRA PARALELA SPIKE LEE

LOCAL: SESC CEILÂNDIA

20h – Vila Soseongri – Coreia do Sul, 2017

Comentários para "Cine Brasília recebe filmes de quatro continentes em grande festa do cinema mundial":

Deixe aqui seu comentário

Preencha os campos abaixo:
obrigatório
obrigatório