×
ContextoExato

Contexto Exato

Brasil - Brasília - Distrito Federal - 12 de agosto de 2022

Coalizão de Binyamin Netanyahu fracassa e Israel terá novas eleições

Coalizão de Binyamin Netanyahu fracassa e Israel terá novas eleições

Foto: Estado

Netanyahu tinha até a meia-noite local (19h de Brasília) desta quarta-feira para formar um governo com seus parceiros conservadores ou convocar novas eleições.

Estadão Conteúdo - 29/05/2019 - 19:05:14

O Knesset, Parlamento israelense, votou nesta quarta-feira, 29, por sua dissolução e convocação para novas eleições em setembro depois que o primeiro-ministro Binyamin Netanyahu falhou em conseguir formar uma coalizão de governo.

Netanyahu tinha até a meia-noite local (19h de Brasília) desta quarta-feira para formar um governo com seus parceiros conservadores ou convocar novas eleições.

O presidente Reuven Rivlin havia dado a Netanyahu mandato para formar o governo, após a vitória da direita nas legislativas de 9 de abril. Ele tentava formar uma maioria de 65 assentos (de um total de 120). Netanyahu está no poder há dez anos sem interrupção e 13 no total.

A sobrevivência de uma figura que domina a política israelense há anos está em jogo e seus aliados decidiram votar pela dissolução do Parlamento (Knesset) 50 dias após as eleições e convocar uma nova votação para agosto ou setembro.

As negociações ficaram bloqueadas pelo antagonismo entre o partido nacionalista laico Yisrael Beitenu e os ultraortodoxos sobre a isenção do serviço militar concedida a milhares de estudantes de escolas talmúdicas.

Em um país onde todos são obrigados a prestar serviço militar, esse tratamento diferencial é considerado por muitos como uma injustiça.

Sobre essa questão, Netanyahu enfrentou Avigdor Lieberman , líder do Yisrael Beitenu, uma personalidade política que liderou o gabinete do primeiro-ministro entre 1996 e 1997 e foi seu ministro da Defesa em 2018.

Para participar do governo, Lieberman exigia o fim da isenção concedida aos ultraortodoxos para o serviço militar.

Na segunda-feira, ele afirmou no Facebook que não tinha "intenção de renunciar" aos princípios de seu partido.

O Likud, o partido de Netanyahu, o designou como inimigo político. "Pensava que tinha visto tudo na política, mas fiquei surpreso com a intensidade das pressões, com a paranoia e com as especulações às quais fui exposto", disse Lieberman.

Na terça-feira, foi adotada em primeira leitura a lei de dissolução do Parlamento. Uma comissão validou o texto na parte da noite com vista a uma votação final em segunda e terceira leitura que ocorreram nesta quarta-feira.

Muitos criticam o gasto de dinheiro e energia que envolverá novas eleições. Um representante do Ministério das Finanças, citado pela imprensa, falou de um custo de pelo menos 475 milhões de shekels (€ 117 milhões) para dissolver a assembleia e convocar uma nova votação. / AFP e EFE

Comentários para "Coalizão de Binyamin Netanyahu fracassa e Israel terá novas eleições":

Deixe aqui seu comentário

Preencha os campos abaixo:
obrigatório
obrigatório
Últimas Notícias
Bolsonaro nomeia 17 desembargadores federais para composição do TRF6

Bolsonaro nomeia 17 desembargadores federais para composição do TRF6

Mantida decisão que afastou improbidade na compra de ingressos pela Terracap

Mantida decisão que afastou improbidade na compra de ingressos pela Terracap

Análise de dados indica limites de trabalho para prevenir burnout

Análise de dados indica limites de trabalho para prevenir burnout

Tribunal abre processo seletivo para estágio de níveis médio e superior

Tribunal abre processo seletivo para estágio de níveis médio e superior

ABI abre inscrições para concurso de 10 microbolsas de R$ 3 mil para jornalistas e pesquisadores

ABI abre inscrições para concurso de 10 microbolsas de R$ 3 mil para jornalistas e pesquisadores

Indústria se une contra decisão de Moraes que suspende corte no IPI

Indústria se une contra decisão de Moraes que suspende corte no IPI

Quase 34 milhões de pessoas não têm acesso à internet no Brasil, diz pesquisa

Quase 34 milhões de pessoas não têm acesso à internet no Brasil, diz pesquisa

Quase metade dos brasileiros fazem bico para completar renda

Quase metade dos brasileiros fazem bico para completar renda

Alta de alimentos é mais que o dobro da inflação em 2022

Alta de alimentos é mais que o dobro da inflação em 2022

STJ reabre investigação sobre a Chacina do Parque Bristol

STJ reabre investigação sobre a Chacina do Parque Bristol

A 1ª fábrica de hidrogênio verde do Brasil em escala industrial está chegando

A 1ª fábrica de hidrogênio verde do Brasil em escala industrial está chegando

Busca do FBI na casa de Trump foi baseada em denúncia, diz jornal

Busca do FBI na casa de Trump foi baseada em denúncia, diz jornal

Incêndios florestais se espalham e peixes morrem em meio a seca na Europa

Incêndios florestais se espalham e peixes morrem em meio a seca na Europa

Defesa da democracia na USP expõe a diversidade e novos atores sociais

Defesa da democracia na USP expõe a diversidade e novos atores sociais

Artistas fazem festa para os 80 anos de Milton Nascimeto

Artistas fazem festa para os 80 anos de Milton Nascimeto

MP aciona TCU para barrar salários de até R$ 1 milhão recebido por militares

MP aciona TCU para barrar salários de até R$ 1 milhão recebido por militares

PF mira grupo que fez 245 saques para desviar recursos do Fundeb e do SUS em AL

PF mira grupo que fez 245 saques para desviar recursos do Fundeb e do SUS em AL

Saiba como identificar os recenseadores do IBGE

Saiba como identificar os recenseadores do IBGE

Margareth Dalcolmo é eleita para integrar a Academia Nacional de Medicina

Margareth Dalcolmo é eleita para integrar a Academia Nacional de Medicina

Dia Internacional da Juventude busca pontes com outras faixas etárias

Dia Internacional da Juventude busca pontes com outras faixas etárias

Ato na UnB marca leitura de carta em defesa da democracia e do sistema eleitoral

Ato na UnB marca leitura de carta em defesa da democracia e do sistema eleitoral