×
ContextoExato

Contexto Exato

Brasil - Brasília - Distrito Federal - 02 de julho de 2022

Com metas ambiciosas, executiva brasileira se torna pioneira dos Objetivos de Desenvolvimento Sustentável da ONU

Com metas ambiciosas, executiva brasileira se torna pioneira dos Objetivos de Desenvolvimento Sustentável da ONUFoto: Roberto Setton

Denise Hills, diretora de Sustentabilidade da Natura&Co

Agência Onu News De Noticias - 10/06/2022 - 17:07:24

Diretora de sustentabilidade para América Latina na Natura&Co, Denise Hills foi selecionada por painel da Rede de Especialistas do Pacto Global das Nações Unidas, que inclui representantes da academia e agências da ONU; ela falou de São Paulo à ONU News sobre os projetos construídos para apoiar a Agenda 2030.

O Pacto Global das Nações Unidas anunciou, durante a Cúpula de Líderes Globais da ONU, os 10 novos Pioneiros dos Objetivos de Desenvolvimento Sustentável.

Os nomeados são líderes empresariais de todo o mundo que estão fazendo um trabalho de destaque para promover os ODS por meio da implementação dos 10 Princípios do Pacto sobre direitos humanos, meio ambiente, trabalho e anticorrupção.

É esperado que os Pioneiros dos ODS continuem a defender os ODS em suas comunidades locais, inspirando outros a avançar na Agenda 2030

UN News/Abdelmonem Makki

É esperado que os Pioneiros dos ODS continuem a defender os ODS em suas comunidades locais, inspirando outros a avançar na Agenda 2030

Pioneira no Brasil

Entre os selecionados está a brasileira Denise Hills, que é diretora de sustentabilidade para América Latina na Natura&Co. Ela conversou com a ONU News e explicou sobre seu trabalho para fomentar a Agenda 2030.

“O que dizemos aqui é que os ODS se alinham com a agenda do mundo, na Década da Ação, e o “Compromisso com a Vida”, que é a nossa visão para 2030 e foi lançado em 2020, no meio da pandemia, onde a gente publicamente se compromete a reunir esses esforços, no nosso modelo de negócio, para atender os objetivos de mudança de clima, proteger a Amazonia – que está ligado aos ODS como 13, 15 e 17 – proteger direitos humanos, valor da renda digna, diversidade – ODS 5, 10 e 8 – e promover uma economia circular, que fala muito do impacto direto dos nossos produtos – ODS 12, 9 e 14”.

Denise Hills reforçou que alinhar o dia a dia dos negócios à Agenda 2030 vai além de projetos pontuais. A multinacional brasileira de higiene e cosmética possui um plano ambicioso para enfrentar os desafios traçados pelos Objetivos de Desenvolvimento Sustentável, como crise climática e, no caso do Brasil, a proteção da Amazônia.

A porta-voz de sustentabilidade da Natura&Co explica que entre as metas estão atingir zero emissões líquidas de carbono até o final da década e mobilizar esforços em rede para alcançar o desmatamento zero até 2025.

Além disso, ela destaca que a empresa está pensando em maneiras de manter o negócio mais sustentável em toda a cadeia produtiva, recolhendo todo o plástico das embalagens e reciclando pelo menos metade. A formulação dos produtos também deve ser biodegradável.

Existem 17 Objetivos de Desenvolvimento Sustentável, ou ODSs, interligados

ECA

Existem 17 Objetivos de Desenvolvimento Sustentável, ou ODSs, interligados

Impacto Social

Segundo Denise Hills, o modelo de consultoras de beleza segue se conectando com economia circular e autonomia das mulheres.

“Não poderia deixar de falar do ODS 5, basicamente tudo aquilo que o movimento Natura com as consultoras, com nossas milhões de mulheres, que a Natura e a Avon têm trabalhado para aumentar e mensurar o impacto social da venda direta para contribuir com a educação de mais de 110 mil consultoras que já construíram para da sua formação através dos nossos treinamentos”

Denise Hills declara que o “impacto é o novo lucro” e que os ODS são as referências das metas e ambições do setor privado. Ela também afirmou que a nomeação representa um importante momento em sua carreira.

“Eu não tenho dúvidas de que esse é um dos momentos mais memoráveis da minha vida, como mulher, como executiva, como uma pessoa que trabalhou a vida inteira em finanças e agora, esse reconhecimento é ímpar. Traz a certeza de que esse é um caminho sem volta e extremamente importante. Mas também acho que a responsabilidade e o desejo de cada vez mais promover essa transformação da agenda das corporações rumo aos ODS... É de um orgulho ímpar, mas também de uma grande responsabilidade de representar o Brasil, a América Latina e as mulheres”

Além da nomeação internacional como Pioneira dos ODS, Denise já havia vencido a etapa nacional, em março.

Indígenas em área protegida da Amazônia.

Pnud Peru

Indígenas em área protegida da Amazônia.

Pacto Global da ONU

Segundo a secretária-geral adjunta e CEO do Pacto Global da ONU, Sanda Ojiambo, as empresas têm um papel crítico a desempenhar para alcançar os ODS.

Ela adiciona que os desafios globais, desde crises alimentares, clima e água, até pobreza, conflito e desigualdade, precisam de soluções que o setor privado possa ajudar a oferecer.

Sanda Ojiambo afirma que os profissionais selecionados mostram o que pode ser feito pelas empresas para “fazer a diferença que não serve apenas aos acionistas, mas também à sociedade em geral”.

Com este prêmio, é esperado que os Pioneiros dos ODS continuem a defender os ODS em suas comunidades locais, inspirando outros a avançar na Agenda 2030 e liderando o caminho para um futuro mais sustentável.

As inscrições foram avaliadas por um painel da Rede de Especialistas do Pacto Global da ONU com outros Pioneiros dos ODS, representantes da academia e agências da ONU.

Os critérios de seleção incluíram o compromisso em incorporar os Dez Princípios do Pacto Global da ONU nas estratégias centrais de suas empresas e seus esforços para avançar os ODS, bem como seu envolvimento com o Pacto Global da ONU e suas Redes Locais.

Comentários para "Com metas ambiciosas, executiva brasileira se torna pioneira dos Objetivos de Desenvolvimento Sustentável da ONU":

Deixe aqui seu comentário

Preencha os campos abaixo:
obrigatório
obrigatório
Professora Marina Dias e o sonho paralímpico da paraescalada

Professora Marina Dias e o sonho paralímpico da paraescalada

Professora foi 1ª brasileira a competir e ganhar medalha no exterior

Atriz brasileira se aproxima do seu sonho ao explorar mais na China

Atriz brasileira se aproxima do seu sonho ao explorar mais na China

A brasileira de 39 anos foi para Nanjing, na China, em 2014 para aprender chinês porque queria trabalhar como tradutora depois de voltar ao Brasil.

Klara Castanho: Entrega à adoção é legal e gestante tem direito ao sigilo

Klara Castanho: Entrega à adoção é legal e gestante tem direito ao sigilo

Gestante tem direito de não exercer maternidade, dizem especialistas

Luiza Trajano: A pandemia acelerou o processo de igualdade para a mulher

Luiza Trajano: A pandemia acelerou o processo de igualdade para a mulher

Segundo a empresária, a pandemia foi responsável por acelerar o processo de transformação nas companhias.

Gravidez após os 40 anos: o que toda mulher deve saber

Gravidez após os 40 anos: o que toda mulher deve saber

Realidade no Brasil, Europa e EUA, o adiamento da maternidade não é isento de riscos. Médica ginecologista da clínica Origen BH fala sobre o envelhecimento ovariano e o desafio de equilibrá-lo com as aspirações femininas e as transformações sociais da atualidade

Elas batalham pela inclusão de mais mulheres na astronomia

Elas batalham pela inclusão de mais mulheres na astronomia

A proposta inicial de acompanhar as garotas de forma próxima se manteve. “Fazemos o acompanhamento individual de cada menina, auxiliando nas atividades e interagindo”

Quem é Francia Márquez, a primeira mulher negra vice-presidenta na Colômbia?

Quem é Francia Márquez, a primeira mulher negra vice-presidenta na Colômbia?

Francia Elena Márquez Mina foi a mulher mais votada na história das eleições colombianas

'Meu repúdio por qualquer discriminação', diz Xuxa sobre homofobia de religiosos

'Meu repúdio por qualquer discriminação', diz Xuxa sobre homofobia de religiosos

A loira afirmou que está indignada com os discursos e por ver que existem pessoas que apoiam esse pensamento.

Relacionamentos abusivos: o que você precisa saber para mudar esse padrão e se libertar

Relacionamentos abusivos: o que você precisa saber para mudar esse padrão e se libertar

Uma em cada três mulheres sofre violência ao longo da vida, de acordo com relatório divulgado pela OMS. Entenda como o autoconhecimento pode ser um dos caminhos para evitar que os relacionamentos cheguem a este ponto

“A ressignificação da velhice é imprescindível”, destaca juíza do TJ do DF em lançamento de cartilha sobre a pessoa idosa

“A ressignificação da velhice é imprescindível”, destaca juíza do TJ do DF em lançamento de cartilha sobre a pessoa idosa

Conheça a Cartilha Quem Nunca? - Reflexões sobre o preconceito em razão da idade.

'Errei e não há justificativa', diz Talitha Morete após ser acusada de racismo no 'É de Casa'

'Errei e não há justificativa', diz Talitha Morete após ser acusada de racismo no 'É de Casa'

No final do programa, Talitha passou o prato para a convidada e pediu para que ela servisse todos que estavam no estúdio.