×
ContextoExato

Contexto Exato

Brasil - Brasília - Distrito Federal - 21 de maio de 2022

'Começo hoje a minha mais nova missão', diz general Villas Bôas sobre instituto para portadores de doenças raras

'Começo hoje a minha mais nova missão', diz general Villas Bôas sobre instituto para portadores de doenças rarasFoto: Nicole Angel/ G1

General Villas Bôas chega para inauguração do instituto que leva o nome dele, em Brasília

Nicole Angel/ G1 - 04/12/2019 - 18:56:19

O general Eduardo Villas Bôas, comandante do Exército Brasileiro de 2015 a janeiro de 2019 e atual assessor do Gabinete de Segurança Institucional (GSI) da Presidência da República, inaugurou nesta quarta-feira (4) o instituto que leva o nome dele, em Brasília. O local, além de preservar a memória do militar durante o período no exército, pretende apoiar pessoas com doenças raras, crônicas e com deficiência.

Villas Bôas sofre de esclerose lateral amiotrófica (ELA), uma doença neuromotora de caráter degenerativo ( saiba mais abaixo ). Segundo ele, o objetivo do instituto é "disseminar informações para o acesso às chamadas tecnologias assistivas, que ajudam a manter ativas as pessoas que têm doenças semelhantes".

"Começo hoje a minha mais nova missão", disse o general.

Em entrevista exclusiva ao G1, por meio de perguntas respondidas com o auxílio de um computador adaptado, Villas Bôas contou que a ideia de abrir o Instituto foi uma forma de retribuir o conhecimento e as oportunidade que teve ao longo dos anos. "Identifiquei o potencial de uma entidade dessa natureza para canalizar e multiplicar o saber, no sentido de contribuir em um projeto maior, que beneficie as pessoas e engrandeça a nação”, explicou.


Pessoas fazem fila para cumprimentar o general Villas Bôas durante inauguração do instituto que leva o nome dele, em Brasília — Foto: Nicole Angel/ G1

Pessoas fazem fila para cumprimentar o general Villas Bôas durante inauguração do instituto que leva o nome dele, em Brasília — Foto: Nicole Angel/ G1

Na inauguração do Instituto General Villas Bôas (IGVB), pessoas conhecidas, como o apresentador Luciano Huck, o porta-voz da Presidência da República general Otávio Rêgo Barros, o general Augusto Heleno, chefe do Gabinete de Segurança Institucional (GSI), o ministro do STF Alexandre de Moraes, políticos, militares, amigos e parentes que apoiaram a ideia.

"O Instituto nasce com o objetivo de trazer visibilidade às pessoas que têm algum tipo de limitação, estimulando o debate e contribuindo para o desenvolvimento e o amplo acesso a novas tecnologias e inovações que favoreçam o aumento da qualidade de vida e promovam a cidadania e a dignidade a essas pessoas", afirmou o militar.

"Vejo agora a possibilidade de colocar em prática ideias que me acompanharam por muito tempo."


Instituto General Villas Bôas


Instituto General Villas Bôas (IGVB) foi inaugurado nesta quarta (4), em Brasília — Foto: Nicole Angel/ G1

Instituto General Villas Bôas (IGVB) foi inaugurado nesta quarta (4), em Brasília — Foto: Nicole Angel/ G1

Segundo o instituto, o trabalho na organização terá três linhas de ação:


Doença tornada pública em 2017


Nascido em Cruz Alta (RS), Eduardo Dias da Costa Villas Bôas ingressou no Exército em 1967. Em janeiro de 2015, ele passou a comandar a corporação, nomeado pela então presidente Dilma Rousseff (PT).

Em 2017, quando ainda era Comandante do Exército Brasileiro, o general informou, por meio de um vídeo publicado no YouTube, que tinha uma "doença neuromotora de caráter degenerativo". Segundo ele, a doença estava trazendo dificuldades para caminhar e, por isso, tinha passado a usar bengala.

O general ficou no comando do exército até janeiro deste ano. Depois, passou a trabalhar como assessor especial do Gabinete de Segurança Institucional (GSI) .

Em outubro, ele passou por uma traqueostomia, no Hospital das Forças Armadas (HFA), após dificuldades respiratórias. Villas Boas ficou 10 dias internado e chegou a ser transferido para a UTI antes de receber alta, em 12 de outubro.

Villas Boas ganhou notoriedade no debate sobre segurança pública após a intervenção federal no Rio de Janeiro, quando homens das Forças Armadas reforçaram o policiamento no estado.

*Sob a supervisão de Maria Helena Martinho

Leia mais notícias sobre a região no G1 DF.

Comentários para "'Começo hoje a minha mais nova missão', diz general Villas Bôas sobre instituto para portadores de doenças raras":

Deixe aqui seu comentário

Preencha os campos abaixo:
obrigatório
obrigatório
Distrito Federal registra um estupro de vulnerável por dia

Distrito Federal registra um estupro de vulnerável por dia

No 1º trimestre, 82,2% dos casos de violência sexual contra crianças e adolescentes aconteceram no ambiente familiar

Servidores da CGU decidem entrar em greve a partir de 30 de maio

Servidores da CGU decidem entrar em greve a partir de 30 de maio

Com essa decisão, o número de carreiras em greve sobe para quatro

Aumento de casos por covid faz cidades voltarem a recomendar uso de máscara

Aumento de casos por covid faz cidades voltarem a recomendar uso de máscara

O Brasil registrou 115 novas mortes pela covid na quinta-feira, 19. A média móvel de vítimas, que elimina distorções entre dias úteis e fim de semana, está em 113. O índice permanece acima de 100 pelo sexto dia consecutivo.

Temperaturas sobem um pouco, mas frio permanece no fim de semana

Temperaturas sobem um pouco, mas frio permanece no fim de semana

Tempestade Subtropical Yakecan se afastou do continente

Passageiros de ônibus no DF ganham direito de desembarque livre após as 21h

Passageiros de ônibus no DF ganham direito de desembarque livre após as 21h

Autor do projeto que deu origem à nova lei, o deputado Rafael Prudente defende o ganho em segurança resultante da possibilidade de parada livre para os usuários do transporte público

Policiais e bombeiras do DF têm direito a horário para amamentação por dois anos

Policiais e bombeiras do DF têm direito a horário para amamentação por dois anos

Proteger a lactante foi a intenção de Abrantes, que argumentou ainda pela isonomia de direitos com as demais corporações da segurança pública.

Aplicativo de transporte deve indenizar passageira ameaçada e assediada durante corrida

Aplicativo de transporte deve indenizar passageira ameaçada e assediada durante corrida

A decisão foi unânime.

Alunos da rede pública têm isenção de taxa no Enem, que inscreve até 21/5

Alunos da rede pública têm isenção de taxa no Enem, que inscreve até 21/5

Estudantes da 3ª série do ensino médio das escolas públicas podem se inscrever gratuitamente. Aos não isentos, pagamentos podem ser feitos até o dia 27 deste mês. Provas serão aplicadas em novembro

Você é carpinteiro e tem experiência? Há 16 vagas disponíveis no DF

Você é carpinteiro e tem experiência? Há 16 vagas disponíveis no DF

No total, estão sendo ofertadas 203 oportunidades nas agências do trabalhador nesta sexta-feira (20)

Tem uma ideia criativa e vontade de empreender? Participe deste projeto!

Tem uma ideia criativa e vontade de empreender? Participe deste projeto!

Iniciativa da FAP-DF vai escolher 60 novos empreendedores, para investimento de até R$ 3,5 milhões e cinco meses de mentorias, palestras e workshops na pré-incubadora Cocreation Lab DF

Governo do DF destaca a importância de a população tomar o reforço contra a Covid-19

Governo do DF destaca a importância de a população tomar o reforço contra a Covid-19

Faixa etária de 20 a 49 anos representa 50% dos casos recentes. Secretaria de Saúde estima que cerca de 743 mil pessoas estejam aptas a receber a terceira dose da vacina