×
ContextoExato

Contexto Exato

Brasil - Brasília - Distrito Federal - 19 de outubro de 2021

Como doar. Doações de sangue no Hemocentro de Brasília caem 40% em junho

Como doar. Doações de sangue no Hemocentro de Brasília caem 40% em junhoFoto: Renato Araújo-Agência Brasília

De janeiro ao fim de maio, estoque do Hemocentro aumentou em 4%. Com a virada do mês, porém, número de doadores caiu.

Por Larissa Passos*-g1 - 23/06/2019 - 18:19:21

De 1º a 9 de junho, o movimento de doadores na Fundação Hemocentro de Brasília (FHB) caiu quase 40% em comparação com o mesmo período de 2018. Até o fim de maio, porém, os índices eram positivos.

Nos primeiros cinco meses do ano, o banco de sangue havia obtido um aumento de 4% em relação ao mesmo período de 2018. Foram 22,6 mil doações contra 21,8 mil do ano passado. No entanto, com a virada do mês, a coleta de sangue entrou em queda.

Doação de sangue na Fundação Hemocentro de Brasília — Foto: Toninho Tavares/Agência BrasíliaDoação de sangue na Fundação Hemocentro de Brasília — Foto: Toninho Tavares/Agência Brasília

Doação de sangue na Fundação Hemocentro de Brasília — Foto: Toninho Tavares/Agência Brasília

Mundialmente, junho é o mês de conscientização sobre a doação de sangue e a prevenção da anemia, mas, até o fim de julho, pode ser que número de voluntários se mantenha em queda.

Segundo o próprio Hemocentro, em épocas do ano que precedem as férias escolares e feriados, a tendência é de queda nas doações. "Em julho, o Hemocentro tem uma queda no volume da doação", explica a chefe do Núcleo de Captação Registro e Orientação de Doadores, Ana Gabriela Almeida.

"Com o voluntário vindo antes deste período, pelo menos as hemácias – que têm validade de 42 dias – a gente consegue aproveitar e deixar o estoque abastecido."

Técnico separa amostras de sangue no Hemocentro de Brasília, no Distrito Federal — Foto: Gabriel Jabur/GDF/Divulgação

Técnico separa amostras de sangue no Hemocentro de Brasília, no Distrito Federal — Foto: Gabriel Jabur/GDF/Divulgação

São as doações regulares que mantém, em níveis seguros, o estoque estratégico do Hemocentro – único banco de sangue público do Distrito Federal. Essa reserva abastece toda a rede pública de saúde do DF, além de hospitais conveniados.

Uma bolsa de sangue é capaz de ajudar até quatro pessoas em atendimentos de urgência, cirurgias de grande porte, transfusões e no tratamento de doenças crônicas, de acordo com o Ministério da Saúde.

Estoque de sangue tipo 'O positivo' na Fundação Hemocentro de Brasília — Foto: Renato Araújo/Agência Brasília

Estoque de sangue tipo 'O positivo' na Fundação Hemocentro de Brasília — Foto: Renato Araújo/Agência Brasília

Para o presidente do Hemomed Instituto de Oncologia e Hematologia, o hematologista Adelson Alves, doar sangue é um gesto de solidariedade, respeito e cidadania.

Sem a doação, diz o médico, atendimentos a politraumatizados, as cirurgias do coração e os transplantes, por exemplo, jamais poderiam ser realizados.

"É oferecer ajuda sem interesse próprio, sabendo que pode ser a única esperança de quem precisa."

Bolsa de sangue coletada na Fundação Hemocentro de Brasília — Foto: Gabriel Jabur/Agência Brasília

Bolsa de sangue coletada na Fundação Hemocentro de Brasília — Foto: Gabriel Jabur/Agência Brasília

No Brasil, cerca de 35 milhões de pessoas precisam de transfusão de sangue, segundo o Ministério da Saúde, e 1,8% da população doa sangue. O percentual está acima do recomendado pela Organização Mundial da Saúde (OMS), mas a meta do governo federal é atingir os 3%.

O Hemocentro de Brasília explica que, para doar sangue, é necessário:

  • Ter entre 16 e 69 anos de idade
  • Pesar mais de 51 kg
  • Estar saudável

Doação de sangue na Fundação Hemocentro de Brasília — Foto: Gabriel Jabur/Agência Brasília

Doação de sangue na Fundação Hemocentro de Brasília — Foto: Gabriel Jabur/Agência Brasília

O candidato não pode estar em jejum. Deve comparecer ao local bem alimentado, mas evitando alimentos gordurosos, leite e derivados pelo menos 3 horas antes da coleta de sangue. Além disso, é fundamental manter-se hidratado e não ingerir bebidas alcoólicas nas 12 horas anteriores ao procedimento.

A doação pode ser feita de segunda a sábado, das 7h às 18h. O Hemocentro está localizado no Setor Médico Hospitalar Norte, próximo ao Hospital Regional da Asa Norte (Hran).

Doação de sangue na Fundação Hemocentro de Brasília — Foto: Pedro Ventura/Agência Brasília

Doação de sangue na Fundação Hemocentro de Brasília — Foto: Pedro Ventura/Agência Brasília

A professora, Keilla Vila Flor, de 23 anos, começou a doar sangue em 2015 depois de assistir a uma campanha do Hemocentro. "A campanha pedia que as pessoas com sangue O+ fossem doar. Então, eu acabei indo", diz.

Ana Flávia Soares, de 22 anos, estudante de Enfermagem, também acha tempo para ajudar. "Eu acho importante porque todo mundo pode precisar um dia. Temos que tratar as pessoas como nós gostaríamos de ser tratado", afirma.

"É de graça e você contribui. As pessoas precisam e nós podemos ajudar."

'Me sentia fraca o tempo todo'


Estudante de Ciências Biológicas, Adriana Monteiro, de 22 anos, convive há 10 anos com anemia ferropriva – que é a deficiência de ferro no organismo. Ela conta que descobriu a doença quando começou a menstruar, ainda na pré-adolescência.

"Eu não tinha vontade de fazer nada, só queria ficar deitada, me sentia fraca o tempo todo."

Antes de doar são feitos testes para apurar se o doador não está com anemia — Foto: Fabiana Assis/G1

Antes de doar são feitos testes para apurar se o doador não está com anemia — Foto: Fabiana Assis/G1

Hoje, a anemia está mais controlada, mas a estudante ainda sente sintomas como a falta de ar. O tratamento indicado para a anemia depende do tipo e da extensão da doença.

Pode ir desde a reposição de vitaminas até cirurgias, transfusões de sangue ou mesmo o transplante de medula óssea.

Uma das maneiras de prevenir a doença é oferecer sais de ferro para suplementar a dieta. O Ministério da Saúde recomenda a medida para toda criança entre seis meses e 2 anos de idade.

*Sob a supervisão de Maria Helena Martinho.

Leia mais notícias sobre a região no G1 DF.

Comentários para "Como doar. Doações de sangue no Hemocentro de Brasília caem 40% em junho":

Deixe aqui seu comentário

Preencha os campos abaixo:
obrigatório
obrigatório
Movimentos se reúnem em ato para defender permanência do projeto Jovem de Expressão

Movimentos se reúnem em ato para defender permanência do projeto Jovem de Expressão

Em defesa do espaço cultural, foi aprovada uma vigília cultural de 24 horas para a próxima sexta-feira (22)

Oficinas para revisão do PDOT têm participação popular limitada

Oficinas para revisão do PDOT têm participação popular limitada

São Sebastião e Sobradinho debatem neste sábado o Plano de Ordenamento Territorial

Lei que prevê a distribuição de absorventes higiênicos no DF está só no papel

Lei que prevê a distribuição de absorventes higiênicos no DF está só no papel

Dignidade menstrual é permitir que as meninas mais pobres também possam ter o mesmo acesso ao absorvente higiênico que as meninas da classe média e alta

Criança no carro? Cuidado redobrado!

Criança no carro? Cuidado redobrado!

Regras do Código de Trânsito Brasileiro, fiscalização e conscientização derrubam índice de letalidade no transporte de crianças com até 10 anos no DF

Vetada por Bolsonaro, distribuição de absorventes é adotada por 13 estados e DF

Vetada por Bolsonaro, distribuição de absorventes é adotada por 13 estados e DF

Ato simbólico de entrega no Centro Educa Mais Dorilene Silva Castro

Campanha

Campanha "Natal Sem Fome" começa neste domingo em todo o país

Cada R$1 doado para a campanha

Distrito da Fome: Inflação e pobreza ameaçam soberania alimentar de famílias brasilienses

Distrito da Fome: Inflação e pobreza ameaçam soberania alimentar de famílias brasilienses

Já são mais de 116 milhões de pessoas em situação insegurança alimentar.

MST lança loja online de alimentos agroecológicos e orgânicos no DF

MST lança loja online de alimentos agroecológicos e orgânicos no DF

Vendas online serão abertas oficialmente neste sábado, 16

Documentação Urbanística amplia acesso ao público

Documentação Urbanística amplia acesso ao público

Sistema oferece diversas informações aos usuários

GDF ameaça continuidade do projeto “Jovem de Expressão” na Ceilândia

GDF ameaça continuidade do projeto “Jovem de Expressão” na Ceilândia

Local utilizado pelo projeto tem 116 metros e é um antigo posto policial abandonado

Moradores das novas quadras do Guará reivindicam medidas para aumentar a segurança

Moradores das novas quadras do Guará reivindicam medidas para aumentar a segurança

O deputado Delmasso enumerou melhorias necessárias em urbanização e prestação de serviços públicos para a região, como iluminação pública, pavimentação, saúde e transporte