×
ContextoExato

Contexto Exato

Brasil - Brasília - Distrito Federal - 27 de novembro de 2021

Conheça empresas e entidades que ofertam turismo de experiência étnico-afro no Brasil

Conheça empresas e entidades que ofertam turismo de experiência étnico-afro no BrasilFoto: Rogério Cassimiro/MTur

Quilombo Casa da Farinha, em Ubatuba (SP)

Assessoria De Comunicação Do Ministério Do Turismo - 20/11/2021 - 09:30:02

No Dia da Consciência Negra, turistas têm à disposição variedade de viagens e experiências pelos quatro cantos do país

Muito mais do que o delicioso acarajé, do gingado da capoeira e da diversidade religiosa, a influência africana em nosso país resultou em muitas contribuições para a cultura e, consequentemente, para o turismo brasileiro. Diante da pluralidade de atividades, atrativos, histórias e quilombos em nosso território, o setor tem contado com empresas e entidades que desenvolvem roteiros e experiências únicas aos turistas que planejam uma imersão neste importante segmento.

Para marcar o Dia Nacional da Consciência Negra, celebrado neste sábado (20.11), a Agência de Notícias do Turismo conheceu algumas iniciativas que compartilham com os viajantes um pouco da vivência afro-brasileira, como é o caso da “Rota da Liberdade”. Lançada 2006, na cidade de Sorocaba (SP), a agência de turismo trabalha em roteiros de valorização das comunidades negras tradicionais através de roteiros turísticos, com a geração de renda e trabalho para os integrantes das comunidades.

De acordo com a idealizadora do empreendimento, Solange Cristina Barbosa, o projeto nasceu a partir da vivência dentro do curso de turismo e da potencialidade que a região da Serra da Mantiqueira, Vale do Paraíba e o litoral norte de São Paulo possuem. Além disso, ela comenta que o retorno do turista tem sido bem positivo. “A experiência é muito válida no sentido de que as pessoas que não conhecem a cultura e a história do negro a fundo, quando se deparam com momentos dentro dos quilombos, se surpreendem e se sentem muito felizes”, disse.

Solange é credenciada no Cadastur e sua agência possui o selo "Turismo Responsável". Crédito: Arquivo Pessoal

Outra agência especializada no produto é a “Brafika”. A empresa oferta viagens a lugares que trazem a forte história ancestral sobre a população negra, como no Quilombo dos Palmares, em Alagoas, e a Rota Afro Piracicaba, que aborda as histórias pretas do interior paulista. A proprietária da agência, Bia Moremi, comenta que a ideia de ofertar esses produtos partiu da vontade de conhecer um pouco mais da própria história. “Estava conversando com um amigo durante uma festa e falei: poxa vida, da próxima vez que eu for viajar eu queria que fosse para um lugar que tivesse um pouco da minha história, um pouco da vivência do continente africano”, relatou.

Moremi destaca que uniu a sua formação original, a Química, com o turismo e agora oferta muito mais do que uma viagem à cultura da população negra, mas ao histórico do turista. “Desde o começo da empresa, a minha ideia era atrelar as nossas viagens ao teste de DNA por eu ter esse background acadêmico de Química. Para mim, era uma junção muito óbvia de fazer o teste de DNA e ter ele como uma fonte de informação para poder fazer esse roteiro de viagem”, concluiu.

Grupo de turistas da Agência Brafika durante viagem ao estado de Alagoas. Crédito: Arquivo Pessoal

De acordo com o Ministério do Turismo, o Turismo Étnico, “constitui-se de atividades turísticas envolvendo a vivência de experiências autênticas e o contato direto com os modos de vida e a identidade de grupos étnicos”. Esse tipo de atividade envolve as comunidades representativas dos processos imigratórios europeus e asiáticos, as comunidades indígenas, as comunidades quilombolas e outros grupos sociais que preservam seus legados étnicos como valores norteadores de seu modo de vida, saberes e fazeres.

ROTAS QUILOMBOLAS – Além dos serviços ofertados, o Brasil possui diversos roteiros turísticos que envolvem a cultura afro-brasileira. A mais conhecida é a de União dos Palmares, em Alagoas. O local foi declarado Patrimônio Histórico do Brasil e abrigou o maior quilombo brasileiro. Na Região Sudeste, os turistas podem aproveitar a rota dos Quilombos, em Minas Gerais. Ao todo, a região contempla 12 comunidades quilombolas no Vale do Jequitinhonha, além de 10 roteiros diferentes de turismo de base comunitária.

Ainda no Sudeste, o Cais do Valongo, se destaca como a principal porta de entrada de escravos das Américas. Situado no Rio de Janeiro, o local contou com a entrada de aproximadamente um milhão de negros escravizados, nos mais de três séculos de duração do regime escravagista. O Circuito Histórico e Arqueológico da Herança Africana no Rio de Janeiro inclui seis atrativos nos bairros de Santo Cristo, Saúde e Gamboa. Além das ruínas do Valongo, a nova zona portuária carioca, batizada de Porto Maravilha, inclui, ainda, entre outros atrativos, o Boulevard Olímpico, museus e o Oceanário AquaRio. Os roteiros também incluem aulas de percussão, capoeira e samba.

No Norte do país, mais precisamente em Mateiros (TO), é possível conhecer um pouco da história e do artesanato do Quilombo Mumbuca. Formada por uma grande família que se originou de remanescentes de quilombolas e indígenas que habitavam a região, o local tem o artesanato de capim dourado e a agricultura familiar como base da economia. Uma vez por ano, geralmente em setembro, é realizada a festa da colheita do capim dourado com manifestações culturais, cantorias e rodas de conversa que têm o objetivo de manter as tradições.

Por Victor Maciel


Comentários para "Conheça empresas e entidades que ofertam turismo de experiência étnico-afro no Brasil":

Deixe aqui seu comentário

Preencha os campos abaixo:
obrigatório
obrigatório
Ministério do Turismo lança websérie Rotas Criativas do Brasil

Ministério do Turismo lança websérie Rotas Criativas do Brasil

O primeiro vídeo aborda a riqueza e diversidade da gastronomia de Belém, capital do Pará

Empresa chinesa BYD desenvolve projeto sustentável e cultural no Brasil

Empresa chinesa BYD desenvolve projeto sustentável e cultural no Brasil

O Rio é a primeira cidade no Brasil a ter um ônibus elétrico em plena atividade cultural. O projeto

Vivências no litoral dominam memória de férias do brasileiro, indica pesquisa

Vivências no litoral dominam memória de férias do brasileiro, indica pesquisa

Pôr do sol na Praia da Paúba, em São Sebastião (SP).

Novo Airão atrai turistas e investidores Turismo

Novo Airão atrai turistas e investidores Turismo

Faixas de areia branquinha se formam no período de seca do rio.

MTur prestigia abertura do II Fórum Luso-Brasileiro de Turismo e Negócios

MTur prestigia abertura do II Fórum Luso-Brasileiro de Turismo e Negócios

Gilson Machado Neto e Carlos Brito (Embratur) participam da abertura do fórum.

Museu da História e Cultura Afro-Brasileira é inaugurado no Rio de Janeiro

Museu da História e Cultura Afro-Brasileira é inaugurado no Rio de Janeiro

Espaço funcionará de quinta a sábado, com entrada franca

MTur abre período para credenciamento de agências interessadas em receber turistas chineses

MTur abre período para credenciamento de agências interessadas em receber turistas chineses

Cerca de 150 milhões de chineses viajam anualmente ao exterior.

Passeios revelam a história de negros em São Paulo

Passeios revelam a história de negros em São Paulo

Os roteiros incluem lugares de resistência, venda, tortura ou execuções de escravizados, indicados com sinalizações discretas ou nem isso.

Rio de Janeiro pede a ministério que cobre passaporte da vacina de turistas estrangeiros

Rio de Janeiro pede a ministério que cobre passaporte da vacina de turistas estrangeiros

A Prefeitura revelou ter pedido ao Ministério da Saúde que exija o passaporte vacinal contra a covid-19 de pessoas que cheguem ao Brasil vindas de outros países

Vivências no litoral dominam memória de férias do brasileiro, indica pesquisa

Vivências no litoral dominam memória de férias do brasileiro, indica pesquisa

Pôr do sol na Praia da Paúba, em São Sebastião (SP)

Abertura de fronteiras pode aquecer turismo sustentável

Abertura de fronteiras pode aquecer turismo sustentável

Com a diminuição de infecções em território nacional e latino-americano, aos poucos a circulação entre fronteiras passou a fazer parte do cotidiano dos países vizinhos