×
ContextoExato

Contexto Exato

Brasil - Brasília - Distrito Federal - 19 de outubro de 2021

Conselho do MP arquiva representação contra Deltan Dallagnol e outros procuradores da Lava Jato

Conselho do MP arquiva representação contra Deltan Dallagnol e outros procuradores da Lava JatoFoto: Sérgio Almeida (Ascom/CNMP)

O corregedor anota que ‘ainda que as provas em questão não fossem ilícitas, como manifestamente o são, inexistiria infração disciplinar’.

Estadão Conteúdo - 27/06/2019 - 20:59:49

O Conselho Nacional do Ministério Público arquivou, nesta quinta-feira, 27, representação para instaurar sindicância contra os procuradores da força-tarefa da Lava Jato com base em reportagens com supostos diálogos atribuídos a Deltan Dallagnol e seus colegas e também ao ex-juiz federal Sérgio Moro.

As conversas, via Telegram, indicariam interesse do atual ministro da Justiça e Segurança Pública e de Deltan em ‘ajustar’ fases da maior operação já deflagrada no país contra a corrupção.

Os diálogos estão sendo publicados pelo site The Intercept desde 9 de junho e abriu caminho para a defesa do ex-presidente Lula pedir a suspeição de Moro e liberdade para o petista, que cumpre pena na Lava Jato desde abril de 2018 no processo do triplex do Guarujá.

Moro nega enfaticamente conluio com os procuradores.

Segundo a decisão do corregedor nacional do Ministério Público, Orlando Rochadel Moreira, ‘a veracidade dos elementos de prova não pode ser comprovadas, além de não ser possível verificar adulterações’.

Rochadel Moreira também entende que não há elementos que justifiquem a abertura de reclamação disciplinar contra os procuradores ‘considerando a ausência de qualquer elemento que indique materialidade de ilícito disciplinar imputado’.

O corregedor anota que ‘ainda que as provas em questão não fossem ilícitas, como manifestamente o são, inexistiria infração disciplinar’.

“Vale dizer: mesmo que se identificasse que os próprios destinatários foram a dita ‘fonte anônima’ mencionada pelo veículo de imprensa, ainda assim inexistiria ilícito funcional.”

O corregedor destaca que o Conselho Nacional do Ministério Público ‘tem por vetor axiológico a comunicação e ampla disponibilidade dos membros do Ministério Público para contato com a sociedade e os operadores jurídicos, a exemplo da Resolução CNMP nº 88, de 28 de agosto de 2012’.

“O Conselho Nacional de Justiça também fomenta a disponibilidade de magistrados para atendimento às partes, a eventuais interessados e à população em geral”, assinala. “Logo, o contato entre Membros do Ministério Público e Magistrados é salutar para a administração da justiça, especialmente quando se relacionam com a praxe de gestão dos serviços judiciários.”

Segundo o corregedor, ‘análise perfunctória das mensagens denota articulação logística em face de um processo de inegável complexidade ao longo de vários anos’.

“Não se identifica articulação para combinar argumentos, conteúdo de peças ou antecipação de juízo ou resultado”, sustenta Orlando Rochadel. “Igualmente não se verifica indicação de compartilhamento de conteúdo de peças decisórias ou que os atos do Magistrado foram elaborados por Membros do Ministério Público.”

“Considerando a ausência de qualquer elemento que indique materialidade de ilícito disciplinar imputado, determino o arquivamento da presente Reclamação Disciplinar, na forma do artigo 77, I, do Regimento Interno do Conselho Nacional do Ministério Público”, decidiu o corregedor.

Comentários para "Conselho do MP arquiva representação contra Deltan Dallagnol e outros procuradores da Lava Jato":

Deixe aqui seu comentário

Preencha os campos abaixo:
obrigatório
obrigatório
Movimentos se reúnem em ato para defender permanência do projeto Jovem de Expressão

Movimentos se reúnem em ato para defender permanência do projeto Jovem de Expressão

Em defesa do espaço cultural, foi aprovada uma vigília cultural de 24 horas para a próxima sexta-feira (22)

Oficinas para revisão do PDOT têm participação popular limitada

Oficinas para revisão do PDOT têm participação popular limitada

São Sebastião e Sobradinho debatem neste sábado o Plano de Ordenamento Territorial

Lei que prevê a distribuição de absorventes higiênicos no DF está só no papel

Lei que prevê a distribuição de absorventes higiênicos no DF está só no papel

Dignidade menstrual é permitir que as meninas mais pobres também possam ter o mesmo acesso ao absorvente higiênico que as meninas da classe média e alta

Criança no carro? Cuidado redobrado!

Criança no carro? Cuidado redobrado!

Regras do Código de Trânsito Brasileiro, fiscalização e conscientização derrubam índice de letalidade no transporte de crianças com até 10 anos no DF

Vetada por Bolsonaro, distribuição de absorventes é adotada por 13 estados e DF

Vetada por Bolsonaro, distribuição de absorventes é adotada por 13 estados e DF

Ato simbólico de entrega no Centro Educa Mais Dorilene Silva Castro

Distrito da Fome: Inflação e pobreza ameaçam soberania alimentar de famílias brasilienses

Distrito da Fome: Inflação e pobreza ameaçam soberania alimentar de famílias brasilienses

Já são mais de 116 milhões de pessoas em situação insegurança alimentar.

MST lança loja online de alimentos agroecológicos e orgânicos no DF

MST lança loja online de alimentos agroecológicos e orgânicos no DF

Vendas online serão abertas oficialmente neste sábado, 16

Documentação Urbanística amplia acesso ao público

Documentação Urbanística amplia acesso ao público

Sistema oferece diversas informações aos usuários

GDF ameaça continuidade do projeto “Jovem de Expressão” na Ceilândia

GDF ameaça continuidade do projeto “Jovem de Expressão” na Ceilândia

Local utilizado pelo projeto tem 116 metros e é um antigo posto policial abandonado

Moradores das novas quadras do Guará reivindicam medidas para aumentar a segurança

Moradores das novas quadras do Guará reivindicam medidas para aumentar a segurança

O deputado Delmasso enumerou melhorias necessárias em urbanização e prestação de serviços públicos para a região, como iluminação pública, pavimentação, saúde e transporte

Carga tributária sobre combustíveis no DF será reduzida pelos próximos três anos

Carga tributária sobre combustíveis no DF será reduzida pelos próximos três anos

CLDF aprovou a diminuição da alíquota do ICMS em três pontos percentuais. Medida é gradativa para os próximos três anos, começando em 2022