×
ContextoExato
Responsive image

Conselho Nacional do Ministério Público adia discussão de processo de Deltan Dallagnol

Conselho Nacional do Ministério Público adia discussão de processo de Deltan DallagnolFoto: CorreioWeb

O ‘Estado’ apurou que se o caso fosse a julgamento, havia uma expectativa de punição de Deltan Dallagnol, mas não de afastamento.

Estadão Conteúdo - 13/08/2019 - 11:59:13

Corregedor adia discussão de processo de Deltan.

O Conselho Nacional do Ministério Público decidiu adiar a análise de processo sobre a atuação do coordenador da força-tarefa da Lava Jato no Paraná, Deltan Dallagnol. A ação, movida pelo senador Renan Calheiros (MDB-AL), se refere a críticas disparadas pelo procurador ao longo da campanha eleitoral do ano passado. A decisão de tirar o tema da pauta partiu do corregedor Orlando Rochadel Moreira e irritou conselheiros, que devem se posicionar na reunião desta terça, 13.

O ‘Estado’ apurou que se o caso fosse a julgamento, havia uma expectativa de punição de Deltan Dallagnol, mas não de afastamento.

Além do processo que foi adiado, outro caso envolvendo o procurador da República estava entre os 146 itens previstos na pauta do Conselho para a reunião de hoje – um recurso apresentado pelo coordenador da força-tarefa da Lava Jato no Paraná contra a abertura de um processo administrativo disciplinar.

Em uma votação relâmpago, o CNMP negou provimento aos embargos de declaração apresentados por Deltan e dessa maneira, o processo seguirá tramitando normalmente no órgão.

O episódio diz respeito às declarações de Deltan à rádio CBN, em que ele sugeriu que o Supremo Tribunal Federal (STF) passa a imagem de leniência a favor da corrupção.

Em abril, o órgão abriu um processo disciplinar para apurar a conduta do procurador. O processo foi aberto a partir de uma reclamação disciplinar instaurada a pedido do presidente do Supremo Tribunal Federal (STF), ministro Dias Toffoli.

Comentários para "Conselho Nacional do Ministério Público adia discussão de processo de Deltan Dallagnol":

Deixe aqui seu comentário

Preencha os campos abaixo:
obrigatório
obrigatório
...