×
ContextoExato

Contexto Exato

Brasil - Brasília - Distrito Federal - 12 de agosto de 2022

Consulta Pública da Anvisa sobre uso de glifosato vai até dia 6; veja como participa

Consulta Pública da Anvisa sobre uso de glifosato vai até dia 6; veja como participa

Foto: Formad-Divulgação

Agência deu parecer favorável à manutenção do veneno cancerígeno nas lavouras brasileiras

Brasil De Fato - São Paulo (sp), - 31/05/2019 - 08:36:31

Glifosato é o agrotóxico mais utilizado no Brasil.

Termina no dia 6 de junho o prazo para envio de contribuições à Consulta Pública 631/2019, da Agência Nacional de Vigilância Sanitária (Anvisa), que trata da manutenção do glifosato em produtos agrotóxicos no país e das medidas decorrentes de sua reavaliação toxicológica.

O glifosato é o agrotóxico mais utilizado no Brasil. Em 2008, a Anvisa iniciou no Brasil um processo de reavaliação para verificar se o produto segue atendendo a legislação brasileira. Onze anos depois, a Agência apresentou um parecer favorável à manutenção do glifosato no mercado brasileiro, com pequenas restrições – como a proibição da venda concentrada para jardinagem amadora e uma proposta de rodízio de trabalhados nas atividades de aplicação com trator.

Em 2015, a Agência Internacional de Pesquisa em Câncer (IARC), da Organização Mundial da Saúde,o classificou o glifosato como provável cancerígeno humano do grupo 2A. A lei brasileira proíbe o registro de agrotóxicos cancerígenos.

Nos EUA, a Monsanto/Bayer já foi condenada em 3 ocasiões por vítimas de câncer provocado pelo glifosato. Na maior das condenações, o valor da reparação de danos chegou a U$ 2 bilhões. Há ainda cerca de 13.400 processos semelhantes em tramitação.

Como participar

Para enviar contribuições sobre o uso do glifosato no país, os interessados devem conhecer a proposta de RDC, disponível no portal da Anvisa, e enviar sugestões por meio de um formulário digital, disponível no portal da Agência.

Na primeira etapa é necessário preencher com os dados pessoais. Em seguida, é possível opinar sobre a proposta de norma em discussão. Ao final da consulta, a Anvisa fará a análise das contribuições e poderá promover debates com órgãos, entidades e indivíduos que tenham manifestado interesse no assunto, com o objetivo de fornecer mais subsídios para discussões técnicas e a deliberação final da Diretoria Colegiada.

Quem não tiver acesso à internet pode enviar sugestões e comentários para a Anvisa, no endereço abaixo:

Endereço: Agência Nacional de Vigilância Sanitária – Gerência Geral de Toxicologia (GGTOX) – SIA, Trecho 5, Área Especial 57, Brasília-DF, CEP 71.205-050. Contribuições internacionais poderão ser encaminhadas para o mesmo endereço, mas direcionadas especificamente à Assessoria de Assuntos Internacionais (Ainte).

Edição: Daniel Giovanaz

Comentários para "Consulta Pública da Anvisa sobre uso de glifosato vai até dia 6; veja como participa":

Deixe aqui seu comentário

Preencha os campos abaixo:
obrigatório
obrigatório
Últimas Notícias
Bolsonaro nomeia 17 desembargadores federais para composição do TRF6

Bolsonaro nomeia 17 desembargadores federais para composição do TRF6

Mantida decisão que afastou improbidade na compra de ingressos pela Terracap

Mantida decisão que afastou improbidade na compra de ingressos pela Terracap

Análise de dados indica limites de trabalho para prevenir burnout

Análise de dados indica limites de trabalho para prevenir burnout

Tribunal abre processo seletivo para estágio de níveis médio e superior

Tribunal abre processo seletivo para estágio de níveis médio e superior

ABI abre inscrições para concurso de 10 microbolsas de R$ 3 mil para jornalistas e pesquisadores

ABI abre inscrições para concurso de 10 microbolsas de R$ 3 mil para jornalistas e pesquisadores

Indústria se une contra decisão de Moraes que suspende corte no IPI

Indústria se une contra decisão de Moraes que suspende corte no IPI

Quase 34 milhões de pessoas não têm acesso à internet no Brasil, diz pesquisa

Quase 34 milhões de pessoas não têm acesso à internet no Brasil, diz pesquisa

Quase metade dos brasileiros fazem bico para completar renda

Quase metade dos brasileiros fazem bico para completar renda

Alta de alimentos é mais que o dobro da inflação em 2022

Alta de alimentos é mais que o dobro da inflação em 2022

STJ reabre investigação sobre a Chacina do Parque Bristol

STJ reabre investigação sobre a Chacina do Parque Bristol

A 1ª fábrica de hidrogênio verde do Brasil em escala industrial está chegando

A 1ª fábrica de hidrogênio verde do Brasil em escala industrial está chegando

Busca do FBI na casa de Trump foi baseada em denúncia, diz jornal

Busca do FBI na casa de Trump foi baseada em denúncia, diz jornal

Incêndios florestais se espalham e peixes morrem em meio a seca na Europa

Incêndios florestais se espalham e peixes morrem em meio a seca na Europa

Defesa da democracia na USP expõe a diversidade e novos atores sociais

Defesa da democracia na USP expõe a diversidade e novos atores sociais

Artistas fazem festa para os 80 anos de Milton Nascimeto

Artistas fazem festa para os 80 anos de Milton Nascimeto

MP aciona TCU para barrar salários de até R$ 1 milhão recebido por militares

MP aciona TCU para barrar salários de até R$ 1 milhão recebido por militares

PF mira grupo que fez 245 saques para desviar recursos do Fundeb e do SUS em AL

PF mira grupo que fez 245 saques para desviar recursos do Fundeb e do SUS em AL

Saiba como identificar os recenseadores do IBGE

Saiba como identificar os recenseadores do IBGE

Margareth Dalcolmo é eleita para integrar a Academia Nacional de Medicina

Margareth Dalcolmo é eleita para integrar a Academia Nacional de Medicina

Dia Internacional da Juventude busca pontes com outras faixas etárias

Dia Internacional da Juventude busca pontes com outras faixas etárias

Ato na UnB marca leitura de carta em defesa da democracia e do sistema eleitoral

Ato na UnB marca leitura de carta em defesa da democracia e do sistema eleitoral