×
ContextoExato

Contexto Exato

Brasil - Brasília - Distrito Federal - 08 de dezembro de 2021

Convidado por Fernández, Morales chega à Argentina e ficará no país como refugiado

Convidado por Fernández, Morales chega à Argentina e ficará no país como refugiadoFoto: Divulgação/Presidência da Bolívia

Presidente eleito da Bolívia, até então exilado no México, estava em Cuba para tratamento médico

Opera Mundi - 13/12/2019 - 11:11:33

O ex-presidente boliviano Evo Morales chegou nesta quinta-feira (12) à Argentina após uma operação secreta para levá-lo ao país saindo de Cuba, onde estava para tratamento médico.

A informação da chegada de Morales, que estava asilado do México e foi convidado pelo presidente Alberto Fernández para se instalar na Argentina, foi confirmada pelo chanceler Felipe Solá, que afirmou que o ex-presidente ficará no país como “refugiado”.


"Aterrissou agora em Ezeiza [aeroporto internacional de Buenos Aires], entendo que seu ex-vice-presidente [Álvaro García Linera] também. Creio que estão acompanhados por uma ex-ministra e outro funcionário. Vêm para ficar na Argentina, porque entra em condição de asilado e, depois, passará a ter a de refugiado", afirmou Solá à emissora TN .

“Dei-lhes asilo para que entrem no país, mas, agora, estão assinando o pedido de refúgio, que é uma condição diferente. Quem a aprova é o Ministério do Interior. A diferença entre asilo e refúgio é que este último está regulamentado. O asilo, ao contrário, não tem normas, não está regulamentado”, disse.

"Evo está muito agradecido. Nos disse que se sente melhor aqui do que no México e não nos pediu nenhuma custódia especial", afirmou o chanceler. Dois filhos do ex-presidente já estavam na Argentina. Solá também disse que, entre os regulamentos previstos no pedido de refúgio, está o de não fazer “declarações políticas”.

Por volta do meio-dia (horário de Brasília), Morales se pronunciou pelo Twitter. Ele confirmou sua chegada à Argentina e agradeceu ao México e ao presidente Andrés Manuel López Obrador por tê-lo asilado por um mês.

“Há um mês, cheguei ao México, país irmão que nos salvou a vida. Estava triste e destroçado. Agora cheguei à Argentina, para seguir lutando pelos mais humildes e para unir a Pátria Grande. Estou forte e animado. Agradeço ao México e à Argentina por todo seu apoio e solidariedade", escreveu.

"Meu eterno agradecimento ao presidente [Andrés Manuel] López Obrador, ao povo e ao governo do México por salvarem minha vida e por me abrigarem. Senti-me em casa junto às irmãs e irmãos mexicanos durante um mês”, finalizou.

De acordo com Solá, o governo de Fernández considera que, no momento, a Bolívia tem um "governo de facto", liderado pela autoproclamada presidente Jeanine Áñez. Segundo ele, Buenos Aires tem a expectativa de que sejam realizadas eleições "o quanto antes" no país.

Fernández havia convidado Morales para ficar na Argentina, ainda na condição de presidente eleito. Ele assumiu o cargo na última terça-feira (10).

Edição: Opera Mundi

Comentários para "Convidado por Fernández, Morales chega à Argentina e ficará no país como refugiado":

Deixe aqui seu comentário

Preencha os campos abaixo:
obrigatório
obrigatório
Efeito de arrasto da CIIE ajuda café brasileiro a explorar ainda mais o mercado chinês

Efeito de arrasto da CIIE ajuda café brasileiro a explorar ainda mais o mercado chinês

Um barista apresenta café do Brasil aos consumidores chinese no evento de exibição do Dia Nacional do Café do Brasil em Shanghai, leste da China, em 3 de dezembro de 2021.

A democracia não deve ser decidida por

A democracia não deve ser decidida por "juízes autonomeados", diz a China em relatório

Segundo o relatório intitulado "China: democracia que funciona", a democracia é "um ideal" que sempre foi valorizado pelo Partido Comunista da China (PCC) e pelo povo chinês.

Dia Internacional destaca voluntariado para construção de futuro mais próspero

Dia Internacional destaca voluntariado para construção de futuro mais próspero

Voluntário do Unicef na Tailândia

Papa Francisco alerta para

Papa Francisco alerta para "retrocesso da democracia"

Ele citou a Europa e o resto do mundo

Presidente Jair Bolsonaro recebe convite de Vladimir Putin para visitar a Rússia

Presidente Jair Bolsonaro recebe convite de Vladimir Putin para visitar a Rússia

O presidente russo, Vladimir Putin, fala durante cerimônia para receber as credenciais de embaixadores estrangeiros no Kremlin, em Moscou, Rússia, 1º de dezembro de 2021

Um ano do desaparecimento de Lichita, a criança capturada pelo exército paraguaio

Um ano do desaparecimento de Lichita, a criança capturada pelo exército paraguaio

Mural da campanha "Eran niñas" ("eram crianças") no ato desta terça-feira (30) em Buenos Aires, em frente à Embaixada do Paraguai.

Sistema das Nações Unidas apresenta diversas oportunidades de trabalho

Sistema das Nações Unidas apresenta diversas oportunidades de trabalho

Confira as vagas para postos em países de língua portuguesa

A África não pode ser penalizada por identificar e reportar nova variante, diz Guterres

A África não pode ser penalizada por identificar e reportar nova variante, diz Guterres

Em nota, o secretário-geral, António Guterres, elogiou a comunidade médico-científica da África do Sul por reportar a emergência ao mundo, de forma rápida

França afirma que não será refém da política britânica para imigração

França afirma que não será refém da política britânica para imigração

Ministro francês disse que país deve “limitar atratividade econômica”

Variante Ômicron chega a quatro continentes; Holanda confirma 13 casos

Variante Ômicron chega a quatro continentes; Holanda confirma 13 casos

"Não é improvável que mais casos apareçam na Holanda", disse o ministro da Saúde da Holanda, Hugo de Jonge. "Isso pode ser a ponta do iceberg".

Rússia afirma que se opõe à politização dos Jogos Olímpicos de Inverno de Beijing

Rússia afirma que se opõe à politização dos Jogos Olímpicos de Inverno de Beijing

A Rússia se opõe à politização dos próximos Jogos Olímpicos de Inverno em Beijing, disse a porta-voz do Ministério das Relações Exteriores da Rússia, Maria Zakharova, na quinta-feira.