×
ContextoExato
Responsive image

Coreia do Sul e Tailândia assinam acordo de cooperação

Coreia do Sul e Tailândia assinam acordo de cooperaçãoFoto: Pixabay

As duas nações vão se unir para enfrentar 4ª revolução industrial

Por Yonhap (agência Pública Sul-coreana) Seul - 02/09/2019 - 16:22:44

A Coreia do Sul e a Tailândia decidiram hoje (2) se unir para enfrentar a quarta revolução industrial, expandindo seus laços em direção aos setores de alta tecnologia.

As duas nações também assinaram um acordo sobre troca e proteção de informações militares, já que o presidente Moon Jae-in e o primeiro-ministro Prayut Chan-o-cha tiveram conversações na cúpula na Casa do Governo da Tailândia, também conhecida como Thai Ku Fa, em Bangcoc.

"Nas negociações de hoje, o primeiro-ministro Prayut e eu concordamos em aprofundar ainda mais a 'parceria estratégica' (entre as duas nações) e abrir um futuro juntos de paz, coexistência e co-prosperidade no leste da Ásia", afirmou Moon em comunicado. .

A administração de Moon está buscando sinergia entre seu inovador impulso de crescimento e a iniciativa "Tailândia 4.0" de Bangcoc.

Ele disse que a Coreia do Sul e a Tailândia trabalharão juntas em áreas científicas, incluindo o desenvolvimento de aceleradores de fontes de luz, reatores para fins de pesquisa e satélites científicos.

"Em particular, (eu) espero que a Coreia do Sul, que se tornou a terceira nação a desenvolver o acelerador de fonte de luz de quarta geração, participe do projeto de acelerador da Tailândia", afirmou Moon.

A Tailândia, ressaltou, é um dos parceiros mais importantes da Nova Política do Sul de seu governo, com o objetivo de fortalecer e ampliar as parcerias com os países do Sudeste Asiático e a Índia.

Moon disse que a Tailândia é nação amiga da Coreia do Sul, tendo enviado milhares de soldados para ajudar na luta contra a Coreia do Norte durante o conflito de 1950-53. Logo após o início da guerra, a Tailândia enviou um total de 6.326 militares. Entre eles, 129 foram mortos em ação e outros cinco desapareceram, com 1.139 feridos, segundo dados oficiais.

Falando no início de sua cúpula com Moon, o primeiro-ministro tailandês observou que as relações da Tailândia com a Coreia do Sul se expandiram para vários setores, incluindo educação, investimento e tecnologia.

Ele disse que gosta de assistir a um drama coreano, intitulado "Descendentes do Sol", que apresenta uma história de amor entre uma soldado das forças especiais e uma médica.

"Entre os tailandeses, os filmes sul-coreanos, os cantores e a música K-pop são populares, assim como os eletrodomésticos da Coreia do Sul", disse ele. "No ano passado, 1,8 milhão de sul-coreanos visitaram a Tailândia e 550.000 turistas tailandeses foram para a Coreia do Sul."

Mais de 400 empresas sul-coreanas estão fazendo negócios na Tailândia, a segunda maior economia do sudeste da Ásia, depois da Indonésia.

Além das trocas entre pessoas, disse Prayut, os dois lados têm grande potencial para cooperação econômica.

"A viagem do Presidente Moon desta vez é uma oportunidade muito boa", acrescentou.

Na ocasião da cúpula, a Coreia do Sul e a Tailândia também assinaram outros cinco memorandos de entendimento sobre a Indústria 4.0, cidades inteligentes, ensino da língua coreana, desenvolvimento da água e ferrovias.

Moon chegou a Bangkok no domingo, tornando-se o primeiro líder da Coreia do Sul a visitar a nação do sudeste asiático em sete anos. Ele também é o primeiro líder estrangeiro a viajar para a Tailândia desde o lançamento do governo Prayut em julho.

Comentários para "Coreia do Sul e Tailândia assinam acordo de cooperação":

Deixe aqui seu comentário

Preencha os campos abaixo:
obrigatório
obrigatório
...