×
ContextoExato

Coronavírus no caminho da vela

Coronavírus no caminho da velaFoto:

Vírus importado

Ana Maria Campos - Correioweb - 18/03/2020 - 08:07:35

O velejador Robert Scheidt, maior medalhista olímpico brasileiro, está sofrendo com as restrições impostas pelo governo italiano por conta da epidemia de coronavírus. O atleta, que vive em Garda, na região do Veneto, uma das mais afetada pela Covid-19, reclama da “prisão domiciliar”. Em conversa com amigos do iatismo comentou: “Hoje eu fui tentar velejar e chegou a Polícia lá e falou que se eu botar o barco na água e for velejar corro o risco de pegar três meses de prisão”. Ele disse que buscará ajuda do Comitê Olímpico brasileiro, mas duvida que adiante. Está a quatro meses das Olimpíadas de Tóquio e não pode treinar.

Vírus importado

Um médico e uma enfermeira testaram positivo para coronavírus. Mas não pegaram no hospital. Foi em viagens internacionais.

Lupa

O Ministério Público do DF aprova as medidas adotadas pelo governo para conter a disseminação do novo coronavírus. Mas está analisando com lupa os contratos emergenciais firmados durante a epidemia.

Queda de braço no Detran

Rolou um barraco no Detran-DF que foi parar na delegacia. O diretor de Tecnologia, Luiz Otávio Collyer Pontes, registrou uma ocorrência na 2ª DP, contra o novo diretor-geral, Zélio Maia, por injúria. Ele reclama de ter sido chamado de “ladrão”. Zélio nega a ofensa, mas confirma a desavença. “Não o chamei de ladrão. Mas todos sabem no Detran que não relativizo ilegalidades, especialmente se visam causar prejuízos ao erário”, disse Zélio.

PSB sob novo comando

O PSB-DF tem novo presidente: Rodrigo Dias, 29 anos, cientista político, subsecretário de Políticas de Direitos Humanos do governo Rodrigo Rollemberg e atualmente é assessor parlamentar no gabinete da senadora Leila Barros (PSB-DF). Rollemberg assumiu o cargo de secretário-geral do partido.



Só papos

 (Arthur Menescal/Esp. CB/D.A Press - 18/12/18)

“São cinco crimes de responsabilidade. O Brasil não merece tanta
imprudência. Nós passaremos por isso. Basta que Rodrigo Maia aceite”

Deputado distrital Leandro Grass (Rede),

autor do primeiro pedido de impeachment protocolado na Câmara contra o presidente Jair Bolsonaro

 (Najara Araujo/Camara dos Deputados - 15/7/19)

“Esquerda é igual a um vírus, sempre espera um momento

em que a imunidade esteja mais fraca para atacar”

Deputado Eduardo Bolsonaro (PSL-SP)

A pergunta que não quer calar….

O coronavírus será usado como argumento para a liberação de presos da Lava-Jato?



À QUEIMA-ROUPA

 (Arthur Menescal/Esp. CB/D.A Press - 2/1/19 )

Rodrigo Delmasso (Republicanos)

Vice-presidente da

Câmara Legislativa,

“Um exemplo é a Sara Nossa Terra onde o Bispo Rodovalho determinou
que todos os templos no Brasil tomassem as medidas de proteção”

Acha que já é o momento para fechar o
aeroporto de Brasília
para voos internacionais?

Continuo cobrando o fechamento do aeroporto para voos internacionais e um monitoramento severo de todos os voos provenientes das capitais que são portas de entrada do Brasil, como uma medida de responsabilidade, para evitar que novos casos entrem no DF. Atualmente 100% dos casos que temos vieram de fora. Solicitei à Inframerica com um único objetivo, proteger a população do Distrito Federal de novos casos.

Já há casos de parlamentar com teste positivo
para coronavírus.
Acha que o Congresso deveria ser fechado?

Acredito que esta medida seria extrema, pois, pelo que tenho acompanhado, as Mesas Diretoras da Câmara e do Senado estão monitorando e tomando decisões acertadas.

Nem temporariamente?

Acredito que as Mesas Diretoras das casas legislativas têm condições de avaliar isso. Mas hoje, como todos estão de quarentena, acredito que não seria necessário.

A Câmara Legislativa adotará medidas
para conter a
disseminação do coronavírus?

Já adotamos. Dois atos da Mesa Diretora disciplinam as medidas. Reduzimos o horário de trabalho, suspendemos todas as audiências públicas, sessões solenes e eventos que gerem aglomeração de pessoas. O plenário está restrito somente aos deputados e a um assessor por parlamentar. As pessoas do grupo de risco foram orientadas e fazerem teletrabalho. Aqueles que tiveram contato com “contaminados” licenciamos ou afastamos temporariamente do serviço. Para a população, as medidas que o governador tem adotado são essenciais e acertadas e a Câmara Legislativa está de prontidão para votar as medidas necessárias.

O governo pede pressa na votação de projetos para
proteger o setor produtivo nessa crise e manter a
máquina funcionando. O que é prioridade, na sua visão?

O governador Ibaneis Rocha acerta em cheio em priorizar a assistência à saúde e fortalecer a economia neste momento. A economia não pode parar, pois, caso isso aconteça, haverá um caos social.

Acha que as igrejas devem continuar funcionando?

Sim, mas com todo o cuidado e dando opções para que os membros que apresentem sintomas possam assistir aos cultos em casa. Um exemplo é a Sara Nossa Terra, onde o Bispo Rodovalho determinou que todos os templos no Brasil tomassem as medidas de proteção, como afastamento de um metro entre as cadeiras, instalação de álcool em gel nas entradas e dentro dos templos, avisos nos cultos para que não haja contato físico entre as pessoas e informações sobre assepsia pessoal. Lembrando que a missão da igreja é assistência pastoral aos necessitados. Essa é a sua essência.

Comentários para "Coronavírus no caminho da vela":

Deixe aqui seu comentário

Preencha os campos abaixo:
obrigatório
obrigatório