×
ContextoExato
Responsive image

Covid-19: Seis regiões do DF apresentam crescimento da epidemia

Covid-19: Seis regiões do DF apresentam crescimento da epidemiaFoto: Júlio Minasi/Secom UnB

Pesquisa realizada pela Universidade de Brasília mostra aumento na taxa de reprodução do vírus nas regiões do Itapoã, Estrutural, Sobradinho II, Paranoá, Varjão e Pôr do Sol

Correio Braziliense - 14/10/2020 - 16:25:10

Apesar de estudos mostrarem redução da epidemia do novo coronavírus no Distrito Federal, algumas regiões administrativas apresentam crescimento na taxa de reprodução do vírus. De acordo com o levantamento feito pelo Observatório de Predição e Acompanhamento da Epidemia Covid-19 da Universidade de Brasília (PrEpidemia), as cidades do Itapoã, Estrutural, Sobradinho II, Paranoá, Pôr do Sol e Varjão registraram número de reprodução acima de 1, o que indica um crescimento da epidemia nesses locais.

O dado é referente ao dia 12 de outubro. No geral, o Distrito Federal apresenta uma oscilação abaixo de 1. Segundo o estudo, há uma indicação de que a epidemia continua regredindo na capital federal, porém em ritmo menor. Essa variação está compatível com a redução do índice de distanciamento social aferido pela empresa InLoco, que chegou a 43,1% em 1º de outubro.

Para os pesquisadores da Universidade de Brasília (UnB), o distanciamento social é um bom indicador da eficácia das medidas adotadas pelo governo. A pesquisa também traz alternativas que o governo local deve considerar para maior eficiência nas ações de enfrentamento como:

1. Investir em inteligência epidemiológica para compreender os meios de contaminação que necessitam de melhores controles. Isso pode ser feito entrevistando-se os indivíduos que tiveram confirmação de infecção recente para identificar os possíveis locais de contaminação.

2. Investir na inteligência geográfica como instrumento de análise e apoio na compreensão da dispersão da contaminação por região, tendo como base os dados de testes positivados que estão sendo efetuados pela Secretaria de Saúde, para gerar protocolos regionais de ação e previsão, vinculando às disponibilidades hospitalares e à previsão de necessidades futuras.

3. Manter as atividades educativas a fim de conscientizar a população sobre a importância da manutenção do isolamento social, das medidas de higiene e do uso adequado de máscaras.

A pesquisa foi elaborada por um grupo de 26 pesquisadores que integram uma equipe multidisciplinar de especialistas de áreas como matemática, farmácia, engenharia elétrica, gestão ambiental, estatística, ciências biológicas, educação e outras. O intuito é acompanhar e avaliar a evolução da pandemia da covid-19 no Distrito Federal.

Comentários para "Covid-19: Seis regiões do DF apresentam crescimento da epidemia":

Deixe aqui seu comentário

Preencha os campos abaixo:
obrigatório
obrigatório