×
ContextoExato

Contexto Exato

Brasil - Brasília - Distrito Federal - 26 de outubro de 2021

Crédito rural aumenta 22% em valores liberados no DF

Crédito rural aumenta 22% em valores liberados no DFFoto: AGÊNCIA BRASÍLIA

Levantamento da Emater-DF aponta que produtores acessaram mais de R$ 7 milhões em recursos distritais e federais

Agência Brasília * I Edição: Carolina Jardon - 13/01/2021 - 19:55:40

Apesar do impacto da pandemia em todos os setores da economia, a Emater-DF, juntamente com a Secretaria de Agricultura (Seagri) e a Ceasa-DF, conseguiu fazer com que 350 projetos de financiamento rural fossem aprovados em 2020, num total de R$ 7,2 milhões liberados para plantio ou compra de equipamentos. Os dados representam um aumento de 56,2% no número de projetos e de 22% no total de recursos disponibilizados para os produtores rurais em relação a 2019.

Segundo o gerente de Desenvolvimento Econômico da Emater-DF, Frederico Neves, a empresa aperfeiçoou a comunicação com os extensionistas e produtores, mudou o sistema de registro de atividades dos escritórios e se juntou à Seagri numa mobilização para que as modalidades de crédito continuassem.

“Fizemos quatro lives com os técnicos sobre as orientações alusivas a crédito rural emitidas pelo Banco Central. Além disso, foram emitidas 842 DAPs [Declaração de Aptidão ao Pronaf, documento que permite ao agricultor familiar o acesso a recursos de crédito]”. Essas declarações garantiram a aprovação de 31 projetos no valor total de R$ 819 mil.

Desde julho, a Emater-DF passou a operar no sistema EmaterWeb, um software que permite os extensionistas trabalharem em qualquer computador, o que agiliza o apoio aos produtores rurais.

“O sistema usado anteriormente só podia ser acessado nos terminais da empresa. Com a pandemia, vários dos nossos técnicos passaram a atuar em teletrabalho. A adoção do novo sistema permitiu que eles pudessem operar tudo remotamente: o contato com o produtor, a elaboração dos projetos de crédito etc.”, comemora Neves.

Parceria com o BRB

Outra iniciativa de apoio à produção foi o acordo firmado em junho entre a Emater-DF e o Banco de Brasília (BRB), que aproximou a instituição financeira dos produtores. “O banco passou a priorizar a área rural, e o resultado foi promissor”, aponta o gerente de Desenvolvimento Econômico da empresa. Foram 30 projetos aprovados, num total de R$ 1,3 milhão.

Outra modalidade em curso é o Prospera, operado pela Secretaria de Trabalho do GDF. “Abrimos novas possibilidades e aprovamos 137 projetos no valor de R$ 2,8 milhões.” No Fundo de Desenvolvimento Rural (FDR), da Seagri, foram aprovados 16 projetos — R$ 1,5 milhão.

Além desse trabalho, a Emater-DF atua também como Correspondente Bancário (Coban), facilitando o contato do produtor com instituições financeiras. “Tudo isso nos faz acreditar que teremos um resultado positivo no final do ano-safra 2020-2021, no próximo mês de junho”, finaliza Frederico Neves.

O produtor que desejar informações sobre como obter recursos das diversas modalidades de crédito rural disponíveis pode entrar em contato com o escritório da Emater-DF mais próximo de sua propriedade. A lista completa com os endereços e telefones está aqui.

A Emater-DF

Empresa pública que atua na promoção do desenvolvimento rural sustentável e da segurança alimentar, prestando assistência técnica e extensão rural a mais de 18 mil produtores do DF e Entorno. Por ano, realiza cerca de 150 mil atendimentos, por meio de ações como oficinas, cursos, visitas técnicas, dias de campo e reuniões técnicas.

* Com informações da Emater-DF

Comentários para "Crédito rural aumenta 22% em valores liberados no DF":

Deixe aqui seu comentário

Preencha os campos abaixo:
obrigatório
obrigatório
Governador do DF prevê desobrigar uso de máscara em ambientes abertos em novembro

Governador do DF prevê desobrigar uso de máscara em ambientes abertos em novembro

O número de vacinados com a 2ª dose ou dose única havia alcançado a taxa de 59,96% da população acima de 12 anos até hoje. Um total de 86,84% tomou a 1ª dose da imunização contra a covid.

Cartórios passam a receber denúncias de violência doméstica

Cartórios passam a receber denúncias de violência doméstica

Campanha Sinal Vermelho auxiliará mulheres de modo discreto e sigiloso

Projeto ‘Desapega DF’ recolhe doações de servidores

Projeto ‘Desapega DF’ recolhe doações de servidores

Peças de vestuário estão entre os itens requisitados para doação

Prorrogado o período de matrícula na rede pública de ensino do DF

Prorrogado o período de matrícula na rede pública de ensino do DF

Escola Parque da 308 Sul, no Plano Piloto.

Mulheres fingem pedir comida para serem resgatadas no DF

Mulheres fingem pedir comida para serem resgatadas no DF

PMs passam por treinamento para reconhecer solicitações de ajuda

CPI que investigará sonegação de bancos no DF tem composição definida

CPI que investigará sonegação de bancos no DF tem composição definida

O autor do requerimento para dar início às investigações, deputado Delmasso, espera resultados similares aos obtido por CPI paulistana que "colocou de volta nos cofres públicos cerca de R$ 3 bilhões”

Ativista por moradia popular denuncia perseguição em Santa Maria, no DF

Ativista por moradia popular denuncia perseguição em Santa Maria, no DF

Ativista Mona Lisa, do Coletivo Mais de Nós, denuncia ter sofrido perseguição após apoiar luta por moradia popular

Estudantes cobram da Capes pagamento de bolsas

Estudantes cobram da Capes pagamento de bolsas

UNE protocolou um ofício cobrando uma urgente reunião com a presidência da CAPES

Com autorização da Aneel, conta de luz no DF terá reajuste de 11,6%

Com autorização da Aneel, conta de luz no DF terá reajuste de 11,6%

A tarifa residencial no DF, que ocupava o 51º lugar do ranking nacional sendo uma das mais baixas do país, passa a ocupar a 36º posição.

Biotic sedia lançamento do programa ‘Centelha’ no DF

Biotic sedia lançamento do programa ‘Centelha’ no DF

Presente à cerimônia de lançamento, o vice-governador Paco Britto assegurou que o Centelha será um programa-modelo no DF

Sindicato dos Professores do DF critica possibilidade de retorno 100% presencial das aulas

Sindicato dos Professores do DF critica possibilidade de retorno 100% presencial das aulas

Sindicato aponta que 136 escolas públicas no DF registraram casos de contaminação por covid-19. Fotos: Acácio Pinheiro/Agência Brasília