×
ContextoExato

Decepcionados e sem perspectivas, metade dos jovens quer sair do Brasil

Decepcionados e sem perspectivas, metade dos jovens quer sair do BrasilFoto: Valter Campanato/Agência Brasil

País em crise frustra 50 milhões de jovens entre 15 e 29 anos

Portal Brasil 247 - 21/06/2021 - 07:23:28

Uma série de novas pesquisas quantitativas e qualitativas envolvendo milhares de brasileiros entre 15 e 29 anos revela que nunca foi tão alta a proporção dos que nem trabalham nem estudam (há 27,1% dos chamados “nem-nem”) e que 70% dos jovens têm dificuldade de encontrar trabalho.

Esta situação decepciona a juventude. Cerca de 50 milhões de brasileiros entre 15 e 29 anos se encontram sem perspectiva de trabalho e insatisfeitos com a condução do país, razão pela qual se pudessem, esses jovens abandonariam o país.

A informação é da Folha de S.Paulo. Em reportagem publicada nesta segunda-feira (21), o jornal ressalta comparação com a maioria dos países da América Latina e constata que é no Brasil onde os jovens veem menos chances de progredir trabalhando.

Com a chegada da Covid-19, a desocupação de jovens na faixa de 15 a 29 anos saltou de 49,4% para 56,3%.

Os dados constam do recém-lançado Atlas das Juventudes e de novos estudos da FGV Social. Eles incluem o histórico de pesquisas quantitativas do IBGE (como PnadC e Pnad Covid-19), no Brasil, e números da World Gallup Poll e das Nações Unidas, contemplando vários países, além de levantamentos qualitativos com aproximadamente 2.600 jovens brasileiros.

Inscreva-se no canal de cortes da TV 247 e saiba mais:



O conhecimento liberta. Saiba mais. Siga-nos no Telegram.

A você que chegou até aqui, agradecemos muito por valorizar nosso conteúdo. Ao contrário da mídia corporativa, o Brasil 247 e a TV 247 se financiam por meio da sua própria comunidade de leitores e telespectadores. Você pode apoiar a TV 247 e o site Brasil 247 de diversas formas. Veja como em brasil247.com/apoio

Comentários para "Decepcionados e sem perspectivas, metade dos jovens quer sair do Brasil":

Deixe aqui seu comentário

Preencha os campos abaixo:
obrigatório
obrigatório