×
ContextoExato
Responsive image

Demissão do ministro da Saúde transmite “insegurança”, afirma Marco Aurélio Mello

Demissão do ministro da Saúde transmite “insegurança”, afirma Marco Aurélio MelloFoto: Tribuna da Internet

“Não é bom. É claro que revela desentendimento”, comenta o ministro

Jorge Vasconcelos - Correio Braziliense / Tribuna Da Internet - 16/05/2020 - 20:02:44

O ministro Marco Aurélio Mello, do Supremo Tribunal Federal (STF), manifestou preocupação com o pedido de demissão do ministro da Saúde, Nelson Teich, que deixou o governo nesta sexta-feira (15/05) após divergências com o presidente Jair Bolsonaro sobre o uso do medicamento cloroquina por pacientes com Covid-19. Para o magistrado, a saída do segundo titular da pasta da Saúde em menos de um mês “passa insegurança” e não traz tranquilidade para a sociedade brasileira em meio à escalada da pandemia do novo coronavírus.

“É algo que preocupa, porque, de certa forma, passa uma insegurança. E o momento é de entendimento, o momento é de união de forças para se combater a pandemia. Agora, claro que o ministro é um auxiliar do presidente da República e é demissível a qualquer momento”, disse Marco Aurélio ao Correio.

MOMENTO INOPORTUNO – “Agora, não é bom. Não é bom em termos de tranquilidade para a sociedade brasileira. Não é bom. Revela desentendimento, e desentendimento em época de crise é péssimo”, afirmou o magistrado, que revelou conhecer pessoalmente o agora ex-ministro, seu vizinho no Rio de Janeiro.

“Eu particularmente conheço o ministro que acaba de sair porque é meu vizinho lá no Rio de Janeiro; nós temos apartamento no mesmo prédio. Eu sempre o tive como um profissional muito aplicado, muito respeitado na área dele”, disse Marco Aurélio sobre o oncologista.

Comentários para "Demissão do ministro da Saúde transmite “insegurança”, afirma Marco Aurélio Mello":

Deixe aqui seu comentário

Preencha os campos abaixo:
obrigatório
obrigatório