×
ContextoExato

Contexto Exato

Brasil - Brasília - Distrito Federal - 19 de outubro de 2021

Denatran quer mudar regras na CNH. Ao condutor infrator, tudo (?)

Denatran quer mudar regras na CNH. Ao condutor infrator, tudo (?)Foto: Pixabay

Os tópicos em debate incluem desde a extinção da pontuação de infrações que “não tenham potencial de provocar acidentes”, à simplificação do processo para obtenção da licença para conduzir ciclomotores.

Por Adriana Bernardes-correio Braziliense - 28/03/2019 - 09:48:44

Está em curso no Departamento Nacional de Trânsito (Denatran) uma discussão que, se aprovada pelo Conselho Nacional de Trânsito (Contran), poderá alterar sensivelmente as normas de obtenção da Carteira Nacional de Habilitação (CNH) e de punição aos motoristas infratores. Os tópicos em debate incluem desde a extinção da pontuação de infrações que “não tenham potencial de provocar acidentes”, à simplificação do processo para obtenção da licença para conduzir ciclomotores.


Também faz parte do pacote a possibilidade de aumento de 20 para 40 a quantidade de pontos acumulados em 12 meses no prontuário. Pelas regras atuais, quem atinge 20 pontos é punido com a suspensão do direito de dirigir por até um ano. O governo federal também colocou na pauta do Contran a revisão do formato de fiscalização “para que ela seja voltada para a redução dos acidentes e não simplesmente para aplicações excessivas de multas”. Estuda-se também acabar com a exigência do simulador de direção, que nem sequer chegou a ser totalmente implantado pelas autoescolas; reavaliar a carga horária mínima dos candidatos a uma habilitação e até a oferta do ensino a distância.



Por meio de um fórum na página principal do Denatran, servidores dos detrans, empresas e instituições ligadas ao tema, profissionais de autoescolas, entre outros deixam a sua contribuição para o debate. As mudanças colocadas na pauta não surpreendem. Desde a campanha eleitoral, o presidente Jair Bolsonaro (PSL) tem comentado sobre o que ele classifica como a “indústria da multa”. Em março deste ano, usando as redes sociais, ele declarou que vai acabar com as lombadas eletrônicas, um instrumento eficiente de controle de velocidade e, portanto, com resultados efetivos na redução de acidentes e na gravidade dos ferimentos quando eles acontecem.



O debate sobre esses temas é louvável e, para o bem do cidadão, deverá produzir como resultado avanços para a redução das mortes no trânsito. Para que isso aconteça, é oportuno que a pauta do Contran esteja em consonância com os Objetivos do Desenvolvimento Sustentável (ODS), da Agenda 2030 da ONU. Na epidemia de fatalidades nas vias em que o Brasil está inserido, quem mais morre são os jovens e adultos, no auge da vida produtiva. A nação precisa reduzir essas tragédias de dimensões humanas, sociais e econômicas.



Em diversas ocasiões nesses três meses de governo, o presidente e sua equipe recuaram em anúncios de políticas públicas. Que assim seja também em relação às questões ligadas à mobilidade, à segurança e à educação para o trânsito.


Comentários para "Denatran quer mudar regras na CNH. Ao condutor infrator, tudo (?)":

Deixe aqui seu comentário

Preencha os campos abaixo:
obrigatório
obrigatório
Desembargadores negam pedido para instalar CPI da Pandemia no DF

Desembargadores negam pedido para instalar CPI da Pandemia no DF

Deputados distritais fazem manifestação pela instalação da CPI da Pandemia no DF

Pesquisa revela que turistas preferem viajar de carro

Pesquisa revela que turistas preferem viajar de carro

Segundo Bruno Mantovani, empresário e dono de uma empresa de turismo receptivo, a preferência pelo interior se dá pelo motivo dos turistas buscarem experiências ligadas ao bem-estar e contato com a natureza.

Movimentos se reúnem em ato para defender permanência do projeto Jovem de Expressão

Movimentos se reúnem em ato para defender permanência do projeto Jovem de Expressão

Em defesa do espaço cultural, foi aprovada uma vigília cultural de 24 horas para a próxima sexta-feira (22)

Oficinas para revisão do PDOT têm participação popular limitada

Oficinas para revisão do PDOT têm participação popular limitada

São Sebastião e Sobradinho debatem neste sábado o Plano de Ordenamento Territorial

Lei que prevê a distribuição de absorventes higiênicos no DF está só no papel

Lei que prevê a distribuição de absorventes higiênicos no DF está só no papel

Dignidade menstrual é permitir que as meninas mais pobres também possam ter o mesmo acesso ao absorvente higiênico que as meninas da classe média e alta

Criança no carro? Cuidado redobrado!

Criança no carro? Cuidado redobrado!

Regras do Código de Trânsito Brasileiro, fiscalização e conscientização derrubam índice de letalidade no transporte de crianças com até 10 anos no DF

Vetada por Bolsonaro, distribuição de absorventes é adotada por 13 estados e DF

Vetada por Bolsonaro, distribuição de absorventes é adotada por 13 estados e DF

Ato simbólico de entrega no Centro Educa Mais Dorilene Silva Castro

Distrito da Fome: Inflação e pobreza ameaçam soberania alimentar de famílias brasilienses

Distrito da Fome: Inflação e pobreza ameaçam soberania alimentar de famílias brasilienses

Já são mais de 116 milhões de pessoas em situação insegurança alimentar.

MST lança loja online de alimentos agroecológicos e orgânicos no DF

MST lança loja online de alimentos agroecológicos e orgânicos no DF

Vendas online serão abertas oficialmente neste sábado, 16

Documentação Urbanística amplia acesso ao público

Documentação Urbanística amplia acesso ao público

Sistema oferece diversas informações aos usuários

GDF ameaça continuidade do projeto “Jovem de Expressão” na Ceilândia

GDF ameaça continuidade do projeto “Jovem de Expressão” na Ceilândia

Local utilizado pelo projeto tem 116 metros e é um antigo posto policial abandonado