×
ContextoExato

Contexto Exato

Brasil - Brasília - Distrito Federal - 27 de setembro de 2021

Depois dos excessos, Bolsonaro cita economia e pede que caminhoneiros liberem estradasFoto:

Depois dos excessos, Bolsonaro cita economia e pede que caminhoneiros liberem estradas

Os protestos não afetam, até o momento, o escoamento de produtos agrícolas como grãos, disse a Anec (Associação Nacional dos Exportadores de Cereais), por meio da assessoria de imprensa.

Por Carlos Honorato - Portal Estação Da Notícia - 09/09/2021 - 10:21:37

O presidente Jair Bolsonaro (sem partido) pediu na manhã desta quinta-feira, 09, para que os caminhoneiros que o apoiam liberem as estradas do país. O chefe do Executivo fez o pedido por meio de um áudio, em que cita que a ação da categoria “atrapalha a economia” e “prejudica todo mundo, em especial, os mais pobres”.

“Fala para os caminhoneiros aí, que são nossos aliados, mas esses bloqueios atrapalham a nossa economia. Isso provoca desabastecimento, inflação e prejudica todo mundo, em especial, os mais pobres. Então, dá um toque no caras aí, se for possível, para liberar, tá ok? Para a gente seguir a normalidade. Deixa com a gente em Brasília aqui e agora. Mas não é fácil negociar e conversar por aqui com autoridades. Não é fácil. Mas a gente vai fazer a nossa parte aqui e vamos buscar uma solução para isso, tá ok? E aproveita, em meu nome, dá um abraço em todos os caminhoneiros. Valeu”, disse o presidente na gravação.

O pedido de Bolsonaro foi feito na noite desta quarta-feira, 8, e parece não ter gerado resultado, já na manhã desta quinta-feira, 9, seguem sendo registrados casos de caminhões parados em rodovias de 15 estados do Brasil.

Os protestos não afetam, até o momento, o escoamento de produtos agrícolas como grãos, disse a Anec (Associação Nacional dos Exportadores de Cereais), por meio da assessoria de imprensa.

Os caminhoneiros iniciaram as manifestações e o bloqueio das estradas após as manifestações convocadas por Jair Bolsonaro no 7 de setembro, feriado da Independência do Brasil. Eles reinvidicam pautas golpistas e antidemocrática defendidas pelo presidente, com discursos contrários aos ministros do Supremo Tribunal Federal (STF). (A Tarde)

Comentários para "Depois dos excessos, Bolsonaro cita economia e pede que caminhoneiros liberem estradas":

Deixe aqui seu comentário

Preencha os campos abaixo:
obrigatório
obrigatório
Lei da Improbidade deve ser aprovada e passar a ser chamada de Lei da Impunidade

Lei da Improbidade deve ser aprovada e passar a ser chamada de Lei da Impunidade

O relator Weverton Rocha é processado por improbidade

Presidente do STF, Luiz Fux marca para 25 e 26 de outubro a audiência pública sobre o juiz de garantias

Presidente do STF, Luiz Fux marca para 25 e 26 de outubro a audiência pública sobre o juiz de garantias

A audiência pública será transmitida pela TV Justiça e pela Rádio Justiça

MP aponta Carlos Bolsonaro como ‘beneficiário final’ de ‘organização criminosa’

MP aponta Carlos Bolsonaro como ‘beneficiário final’ de ‘organização criminosa’

Seis famílias são suspeitas de operar rachadinha

Autuadas por corrupção passiva no Hran deverão cumprir medidas cautelares

Autuadas por corrupção passiva no Hran deverão cumprir medidas cautelares

O inquérito policial será encaminhado para a Vara Criminal de Águas Claras, competente para processar e julgar o feito.

Barroso proíbe missões religiosas em terras indígenas na pandemia

Barroso proíbe missões religiosas em terras indígenas na pandemia

O ministro Luís Roberto Barroso, do Supremo Tribunal Federal (STF), proibiu missões religiosas em terras indígenas de povos isolados durante a pandemia.

MPF quer que STJ analise denúncia contra procurador por vazar dados da Greenfield

MPF quer que STJ analise denúncia contra procurador por vazar dados da Greenfield

O MPF também acusa a Corte Especial do Tribunal Regional Federal da 1.ª Região de promover um 'verdadeiro e ilegal rejulgamento' do caso ao anular a decisão que havia aceitado a denúncia.

Alexandre suspende reintegração de posse contra 800 famílias em São Paulo

Alexandre suspende reintegração de posse contra 800 famílias em São Paulo

A ação aponta que não foram tomadas as medidas necessárias para realocar as famílias em condições adequadas, conforme decidido pelo STF, sobretudo em relação ao isolamento social.

O preço começa a ser pago por Bolsonaro

O preço começa a ser pago por Bolsonaro

Inquéritos sobre o 7 de setembro, o Dia da Independência, avançam

Ministro do STJ relaciona Bolsonaro a aumento de mortes violentas no país

Ministro do STJ relaciona Bolsonaro a aumento de mortes violentas no país

Rogério Schietti criticou, em julgamento oficial, política de liberação indiscriminada do porte e da posse de armas por parte do presidente