×
ContextoExato

Contexto Exato

Brasil - Brasília - Distrito Federal - 24 de outubro de 2021

Deputado Cláudio Abrantes. “Debate sobre privatização ainda é embrionário”

Deputado Cláudio Abrantes. “Debate sobre privatização ainda é embrionário”Foto: ARTHUR MENESCAL/ESP. CB/D.A PRESS.

As propostas de abertura de capital das empresas públicas foi defendida nas últimas semanas pelo governador Ibaneis Rocha

Por Alexandre De Paula-cb.poder - 20/05/2019 - 15:45:53

Líder do governo na Câmara Legislativa do Distrito Federal, o deputado Cláudio Abrantes (PDT) afirmou que a discussão sobre privatização de empresas públicas do DF, como a Caesb, a CEB e o Metrô, está em fase muito inicial. Para o responsável por articular o apoio dos parlamentares às propostas do Executivo local, o debate é embrionário e não se tornou concreto até o momento. Abrantes foi entrevistado pelo CB Poder — parceria do Correio Braziliense com a TV Brasília — nesta segunda-feira (20/5)

As propostas de abertura de capital das empresas públicas foi defendida nas últimas semanas pelo governador Ibaneis Rocha (MDB). A participação da iniciativa privada seria uma solução para o déficit nas companhias. De acordo com Abrantes, o tema gera apreensão em parlamentares: “Isso porque são empresas essenciais para o dia a dia da população.”

Abrantes destacou que as propostas precisarão ser construídas com diálogo entre Executivo e Legislativo. “O secretário (de Fazenda, Planejamento, Orçamento e Gestão) André Clemente foi claro nisso e a Câmara espera o diálogo”, disse. “É uma decisão vai ser tomada mediante um acordo muito bem estabelecido. O governo passa por dificuldade financeira muito grande. Por conta disso, deve-se trabalhar para que essas empresas tenham superávit”, complementou.

Esse diálogo, assegurou Abrantes, incluirá representantes das categorias e dos servidores dessas empresas. “Eu pessoalmente tenho recebido todas as representações. Acredito que a Câmara vai ajudar nisso. As instituições devem ser ouvidas. Não é privatizar por privatizar”, defendeu.

Transparência

Abrantes comentou as dificuldades que o governo enfrentou nos primeiros meses para conseguir apoio dos parlamentares para avaliar algumas questões. “Havia uma dificuldade de acesso e de fluxo dos deputados tanto com o governador quanto com os secretários, mas isso tem mudado. O governador interviu diretamente e tem atendido quando possível e exposto as dificuldades”, avaliou.

Para ele, a transparência é um dos acertos do governo Ibaneis Rocha. “A tão falada estabilidade financeira deixada pelo governo anterior não se reflete na prática. O GDF tem um passivo imenso com os servidores e tem sido feito um trabalho de transparência para sensibilizar a todos para que entendam que o momento é difícil”, argumentou.

Segurança

Representante da Polícia Civil na Câmara Legislativa, Abrantes acredita que a paridade para a corporação em relação ao salário da Polícia Federal avançou e pode sair do papel, mesmo com percalços. O texto foi encaminhado para o Governo Federal por Ibaneis e depende da aprovação do Ministro da Economia, Paulo Guedes.

“É um trâmite que foi retardado, mas não extinto. Realmente é um momento de segurar recursos, mas Bolsonaro é um presidente que foi eleito sob a égide da Segurança Pública e isso deve pesar”, observou.

Abrantes elogiou o trabalho da Segurança Pública no DF e afirmou que houve redução em índices de criminalidade: queda nos roubos a comércios e postos de gasolina e baixa no número de homicídios.

“A Segurança Pública do DF é disparada a melhor do país. Trabalho da Polícia Civil, da PM e do Corpo de Bombeiros é exemplar. A Polícia Civil já teve índices de solução de crimes de primeiro mundo, quando tinha mais atenção do governo. Estamos lutando para que concursados recomponham os quadros dessas corporações”, comentou.

Comentários para "Deputado Cláudio Abrantes. “Debate sobre privatização ainda é embrionário”":

Deixe aqui seu comentário

Preencha os campos abaixo:
obrigatório
obrigatório
Inquérito que investiga loja da Zara por abordagem racista será enviado ao MP

Inquérito que investiga loja da Zara por abordagem racista será enviado ao MP

Segundo as investigações da polícia, o gerente cometeu atitude discriminatória contra a delegada Ana Paula Barroso, que é negra no último dia 14 de setembro.

Campanha da ONU chama atenção para direitos das crianças refugiadas

Campanha da ONU chama atenção para direitos das crianças refugiadas

Quase 1 milhão de crianças nasceram como refugiadas entre 2018 e 2020

Mulher acusada de homofobia em padaria de SP é condenada a indenizar balconista

Mulher acusada de homofobia em padaria de SP é condenada a indenizar balconista

"Ainda que a ré seja incapaz, sobre o que não produziu sequer começo de prova, tal condição não afasta sua responsabilidade pelos prejuízos a que der causa", observou a juíza.

Distribuição de absorventes faz cair evasão escolar

Distribuição de absorventes faz cair evasão escolar

A "pobreza menstrual" era um tema de pouca repercussão na época e não motivava projetos de lei como hoje, a exemplo do vetado nesta semana pelo presidente Jair Bolsonaro. E passava longe de ser associado ao cotidiano de meninas.

Fachin manda União distribuir testes de covid e máscaras N95 entre quilombolas

Fachin manda União distribuir testes de covid e máscaras N95 entre quilombolas

Em decisões anteriores, Fachin já havia determinado à União que apresentasse as medidas sanitárias relativas à covid-19 nas comunidades quilombolas

Coletivo vai mapear cultura LGBTQI+ do Distrito Federal

Coletivo vai mapear cultura LGBTQI+ do Distrito Federal

Prazo para repostas ao mapeamento é até 17 de dezembro - Foto: Antonio Cruz/Agência Brasil

Dia Internacional promove educação e maior consciência da não-violência

Dia Internacional promove educação e maior consciência da não-violência

Selo emitido pela Administração Postal da ONU com uma pintura de Mahatma Gandhi de Ferdie Pacheco em Comemoração do Dia Internacional da Não-Violência

ONU quer agir rápido em favor da igualdade de gêneros na liderança global

ONU quer agir rápido em favor da igualdade de gêneros na liderança global

Apenas 18 mulheres discursaram nos debates de alto nível da Assembleia Geral em 2021

Refugiados LGBTQIA+ no Brasil enfrentam discriminação, violência e desemprego

Refugiados LGBTQIA+ no Brasil enfrentam discriminação, violência e desemprego

Refugiados venezuelanos são registrados na Polícia Fedral de Boa Vista para emissão e regularização de documentos.

Senador Contarato dá aula a quem não merece um segundo de fama

Senador Contarato dá aula a quem não merece um segundo de fama

O Zé Ninguém

Campanha foca em conversa com família para aumentar doação de órgãos

Campanha foca em conversa com família para aumentar doação de órgãos

Em 2020, recusa à doação de órgãos por parentes ficou em 37,8%