×
ContextoExato
Responsive image

Destinos nacionais serão os mais procurados após pandemia, diz pesquisa

Destinos nacionais serão os mais procurados após pandemia, diz pesquisaFoto: Ministério do Turismo

Agências esperam uma maior demanda por viagens a lazer e para visitar amigos e familiares

Governo Do Brasil - 30/05/2020 - 12:19:17

Destinos nacionais deverão ser os mais procurados por turistas brasileiros após o fim do isolamento social causado pelo novo coronavírus (Covid-19). É o que mostra uma pesquisa divulgada pela consultoria Cap Amazon e pelo portal Mercado & Eventos, na terça-feira (12), que entrevistou mais de 400 agentes de viagem das cidades de São Paulo, Rio de Janeiro, Porto Alegre e Curitiba.

Para 55% dos entrevistados, a retomada do turismo será mais rápida no mercado doméstico. A procura por destinos nacionais também foi apontada como uma tendência, assim como o turismo de saúde e destinos menos frequentados.

“Esta é uma boa notícia! O Brasil está repleto de destinos incríveis, muitos ainda desconhecidos pelos turistas, só esperando a retomada das atividades para serem aproveitados", afirmou o ministro do Turismo, Marcelo Álvaro Antônio.

Ainda de acordo com o ministro, o conceito de regionalizar o turismo, para assim desenvolver toda a cadeia produtiva do setor, trazendo emprego e renda para a população local, sempre foi uma diretriz do Ministério do Turismo, "e vamos continuar trabalhando para alcançar nosso objetivo.”

O estudo também aponta uma possível mudança no perfil dos turistas brasileiros. Após o confinamento, agências esperam uma maior demanda de clientes em busca de viagens a lazer e para visitar amigos e familiares. Destinos e serviços que proporcionem bem-estar e contato com a natureza são citados, pela maior parte dos consultados, como segmentos em alta na retomada do turismo.

Com informações do Ministério do Turismo

Comentários para "Destinos nacionais serão os mais procurados após pandemia, diz pesquisa":

Deixe aqui seu comentário

Preencha os campos abaixo:
obrigatório
obrigatório