×
ContextoExato

Contexto Exato

Brasil - Brasília - Distrito Federal - 09 de dezembro de 2021

Dias Toffoli recua na decisão de acessar os dados bancários de mais de 600 mil pessoas físicas e jurídicas

Dias Toffoli recua na decisão de acessar os dados bancários de mais de 600 mil pessoas físicas e jurídicasFoto: O Antagonista/Estadão

Caso usado por Toffoli para atacar Coaf ganhou força com desembargador nomeado por Lula

O Antagonista - 19/11/2019 - 08:33:39

Dias Toffoli acaba de recuar na decisão de acessar os dados bancários de mais de 600 mil pessoas físicas e jurídicas.

Em sua nova decisão, o presidente do Supremo disse o seguinte:

“Diante das informações satisfatoriamente prestadas pela UIF, em atendimento ao pedido dessa Corte, em 15/11/19, torno sem efeito a decisão na parte em que foram solicitadas, em 25/10/19 cópia dos Relatórios de Inteligência Financeira (RIF’s), expedidos nos últimos 3 (três) anos.”

De acordo com o ministro, o Supremo “não realizou o cadastro necessário e jamais acessou os relatórios de inteligência. Diante de vazamentos já reportados em decisão de 15/11/19, levanto o sigilo exclusivamente desta decisão, mantendo-se em todo o mais os autos sob sigilo”.

Caso usado por Toffoli para atacar Coaf ganhou força com desembargador nomeado por Lula

Por Claudio Danta

O caso do ‘posto de gasolina’, usado por Dias Toffoli para suspender a investigação de Flávio Bolsonaro e atacar o Coaf, chegou ao Supremo após recurso do MPF contra decisão do desembargador José Marcos Lunardelli.

Lunardelli absolveu o casal Hilario e Toyoka Hashimoto do crime de sonegação fiscal, após condenação em primeira instância.

Segundo decisão obtida por O Antagonista, ele acatou o argumento da defesa de que a Receita não poderia ter quebrado o sigilo bancário do casal sem autorização judicial prévia. E anulou a ação penal.

Mas, na verdade, o Fisco apenas cruzou o imposto de renda dos investigados com a movimentação bancária global registrada pela CPMF, então em vigor. E o compartilhamento desses dados é ancorado na lei.

Em 2017, Lunardelli ficou conhecido nacionalmente depois de ter concedido habeas corpus ao terrorista italiano Cesare Battisti – que depois fugiu e acabou preso na Bolívia. Foi ele também quem soltou o ex-tesoureiro do PT Paulo Ferreira, preso na Operação Custo Brasil.

O desembargador chegou ao TRF-3 em 2010 nomeado por Lula, com apoio efusivo de Dilma Rousseff e José Dirceu.

Em 2015, seu nome foi cotado para o STJ. Fizeram campanha em seu apoio, segundo a Veja, os amigos petistas Paulo Teixeira e Arlindo Chinaglia, além dos advogados Pierpaolo Bottini e Sigmaringa Seixas, além do próprio Toffoli.


Comentários para "Dias Toffoli recua na decisão de acessar os dados bancários de mais de 600 mil pessoas físicas e jurídicas":

Deixe aqui seu comentário

Preencha os campos abaixo:
obrigatório
obrigatório
Surto de coceira em Recife foi provocado por mariposas

Surto de coceira em Recife foi provocado por mariposas

Registro é da Sociedade Brasileira de Dermatologia

STF tem que defender o direito constitucional à moradia: Despejo zero já!

STF tem que defender o direito constitucional à moradia: Despejo zero já!

Marcha por Moradia Digna realizada pelo MTST em São Paulo

Apenas 14% dos estudantes da rede pública receberam auxílio-alimentação na pandemia

Apenas 14% dos estudantes da rede pública receberam auxílio-alimentação na pandemia

PNAE não foi pensado apenas para alimentação dos estudantes, mas para o fortalecimento da agricultura familiar

Comissão da Câmara amplia uso sustentável de florestas públicas

Comissão da Câmara amplia uso sustentável de florestas públicas

Texto tramita em caráter conclusivo, sem necessidade de ir a plenário

Polícia Federal investiga superfaturamento em licitação do Inep

Polícia Federal investiga superfaturamento em licitação do Inep

Ação mira contratação de empresa para realizar o Enem

Mais da metade dos maiores de 18 anos consomem bebidas alcoólicas

Mais da metade dos maiores de 18 anos consomem bebidas alcoólicas

Dado é de pesquisa do Instituto Brasileiro do Fígado

Pai é preso em Rondônia após menina de 13 anos pedir socorro em prova

Pai é preso em Rondônia após menina de 13 anos pedir socorro em prova

A menina de 13 anos autora da denúncia de violência doméstica tem mais três irmãos

Após investigação, PF culpa navio grego por derramamento de óleo no litoral brasileiro em 2019

Após investigação, PF culpa navio grego por derramamento de óleo no litoral brasileiro em 2019

A Polícia Federal (PF) concluiu as investigações sobre a origem das manchas de óleo que atingiram o litoral brasileiro entre agosto de 2019 e março de 2020.

População local do Rio Madeira vê o drama por trás da rotina do garimpo

População local do Rio Madeira vê o drama por trás da rotina do garimpo

“Tinha mulher, criança de colo. O povo estava sem ter o que comer nem lugar para dormir. Passaram a noite ali no flutuante. No outro dia, arrumaram umas doações. Depois, deram um jeito de ir embora.”

Como o acesso facilitado a armas de fogo beneficia as milícias no Rio de Janeiro?

Como o acesso facilitado a armas de fogo beneficia as milícias no Rio de Janeiro?

Acesso a armamentos está ocorrendo em contexto que não houve nenhum avanço com relação as regras de controle

Gov.Br envia mensagens para ofertar serviços públicos digitais

Gov.Br envia mensagens para ofertar serviços públicos digitais

Notifica Gov.Br, do Ministério da Economia, entrou em fase de testes