×
ContextoExato
Responsive image

Disparidades em saúde na pandemia revelam "efeitos inegáveis do racismo" nos EUA, diz Fauci

Disparidades em saúde na pandemia revelam Foto: Pixabay

Grupos minoritários, especialmente afro-americanos, hispânicos e nativos americanos, têm um maior risco de serem infectados pela COVID-19

Portal Xinhua News De Noticias - 18/05/2021 - 15:08:53

As disparidades em saúde durante a pandemia da COVID-19 expuseram "efeitos inegáveis do racismo" nos Estados Unidos, disse neste domingo Anthony Fauci, o maior especialista em doenças infecciosas dos EUA.

Grupos minoritários, especialmente afro-americanos, hispânicos e nativos americanos, têm um maior risco de serem infectados pela COVID-19, principalmente porque muitos deles trabalham em atividades essenciais, disse Fauci durante uma cerimônia de graduação na Universidade Emory.

Quando indivíduos de cor são infectados, é mais provável que desenvolvam graves consequências, porque as minorias em geral têm maior incidência e prevalência de condições médicas comórbidas subjacentes, incluindo hipertensão, doença pulmonar crônica, diabetes e obesidade, explicou.

"Agora, muito poucas dessas comorbidades têm determinantes raciais", disse Fauci, acrescentando que as disparidades se referem aos "determinantes sociais da saúde que remontam às condições desvantajosas em que algumas pessoas de cor se encontram desde o nascimento no que diz respeito à disponibilidade de uma dieta adequada, acesso a cuidados de saúde e os efeitos inegáveis do racismo em nossa sociedade".

"Prometamos a nós mesmos que nossa memória corporativa desta trágica realidade de que uma doença infecciosa hospitalizada de forma desigual e que mata pessoas de cor não desapareça após retornarmos a alguma forma de normalidade", ressaltou.

Comentários para "Disparidades em saúde na pandemia revelam "efeitos inegáveis do racismo" nos EUA, diz Fauci":

Deixe aqui seu comentário

Preencha os campos abaixo:
obrigatório
obrigatório