×
ContextoExato
Responsive image

Duas áreas na Esplanada dos Ministérios vão se tornar eixo cultural

Duas áreas na Esplanada dos Ministérios vão se tornar eixo culturalFoto: Paulo H. Carvalho / Agência Brasília

A Esplanada Cultural, nome escolhido pela CNI para o projeto, será um espaço destinado a atividades culturais

Correio Braziliense - 16/10/2020 - 11:56:04

Os espaços vão contar com estrutura para auditórios, eventos, exibição de filmes, palestras, exposições e até pequenos shows

Duas áreas na Esplanada dos Ministérios serão revitalizadas. A passagem de pedestre e a área entre o Museu da República e o edifício do antigo Touring vão se transformar em eixo cultural. A obra faz parte do programa Adote uma Praça, coordenado pela Secretaria de Projetos Especiais (Sepe).

A proposta de adoção é da Confederação Nacional da Indústria (CNI). “Nós vamos resgatar uma região icônica que também é destino turístico e que, no momento, está deteriorada e serve à marginalidade e não ao cidadão”, explica o diretor de Educação e Tecnologia da CNI, Rafael Lucchesi.

A Esplanada Cultural, nome dado pela CNI, será um espaço democrático de aprendizagem e vai ampliar a oferta de atividades culturais e educativas no Distrito Federal. Além disso, haverá uma integração entre aqueles que vão usar o túnel apenas como passagem.

Ainda segundo o diretor, a Esplanada Cultural também vai contar com estrutura para auditórios, eventos, exibição de filmes, palestras, exposições e até pequenos shows. “Teremos também um museu em parceria com o Exploratorium, localizado em São Francisco (EUA), referência mundial em museu moderno e interativo e que ensina por meio de brincadeiras”, acrescenta Rafael Lucchesi.

A obra

De acordo com a CNI, a intervenção no túnel vai ocorrer ao mesmo tempo que a obra civil de restauro e modernização das instalações do edifício Touring, com duração estimada em 15 meses. A inauguração dos espaços está prevista para abril de 2022. A instituição se propõe a usar, manter e cuidar do local por um período de quatro anos, com possibilidade de prorrogação desta parceria.

“Quem ganha com esse projeto é a cidade, o cidadão e o GDF, que terá uma redução de custos. Porque quem vai cuidar do local, da limpeza e da jardinagem, entre outros, é o adotante”, finaliza o titular da Sepe, Roberto Andrade.

O programa

O programa Adote uma Praça é uma iniciativa para promover parcerias entre empresários e moradores na manutenção e recuperação desses locais. Embora o nome do programa fale em praças, a ação contempla uma opção variada de lugares, como jardins, estacionamentos, balões rodoviários, pontos turísticos, parques infantis e Pontos de Encontro Comunitário (PECs).

A ação permite que pessoas físicas e jurídicas firmem termo de cooperação para demonstrar que adotaram um espaço público e ajudem na manutenção de áreas verdes da capital.

Um dos objetivos é estimular a cooperação entre governo e moradores das áreas próximas, assim como empresários de pequeno e médio porte, além de indústrias, ampliando a cidadania e preservação desses espaços.

Para quem se interessar em adotar algum espaço, basta entrar em contato com a administração regional. Dúvidas podem ser enviada para o e-mail: sepe.gab@buriti.df.gov.br

*Com informações da Agência Brasília

Comentários para "Duas áreas na Esplanada dos Ministérios vão se tornar eixo cultural":

Deixe aqui seu comentário

Preencha os campos abaixo:
obrigatório
obrigatório